A cidade é esse terreno, simultaneamente, fixo e móvel de nossas ações. Nela habitamos e configuramos formas. Estamos em meio a dilemas civilizatórios e náo há garantias ou receitas de curto prazopara resolvê-los. Mas devemos ser otimistas, pois como diria Guimaráes Rosa em Grande Sertáo Veredas,o desafio náo se coloca nem na partida nem na chegada, mas na travessia. E é para essa travessia que convidamos a você leitor, pois pensar cenários utópicos sobre as cidades no século XXI e no futuro, é o objetivo primordial do dossiê Utopias Urbanas desse número de CRONOS.Alex Galeno e Homero Costa
Publicado: 30-04-2012

Cronos

Entrevista

  • Patrick Le Guirriec, Edmilson Lopes Júnior, Márcio Moraes Valença