A RONDA DOS SÉCULOS E A AUTONOMIA DA ASSINATURA “GUSTAVO BARROSO”

  • Antônio Ferreira de Melo Júnior FAEL-São Gonçalo do Amarante/RN

Resumo

Este texto tem como objetivo discutir como a assinatura “Gustavo Barroso” torna-se autônoma por meio da análise do discurso narrativo de A ronda dos séculos (1933). Partindo dos estudos de Gérard Genette, mostra que a assinatura alude a um conjunto de estratégias discursivas, à religiosidade católica e ao antissemitismo. Conclui que a compreensão do intelectual Gustavo Barroso deve incluir o significado dessa assinatura, presente em todos os seus livros a partir da década de 1930.

PALAVRAS-CHAVE: Gustavo Barroso. A Ronda dos Séculos. Antissemitismo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

BARROSO, Gustavo. A ronda dos séculos. São Paulo: Livraria José Olympo, 1933a.

______. Integralismo e Catolicismo. Rio de Janeiro: ABC, 1937.

______. Rio de Janeiro [carta] para CASCUDO, Luís da Câmara. Natal [carta]. 07 de janeiro de 1933b. Instituto Ludovicus- Câmara Cascudo, Natal.


CARNEIRO, Maria. Luiza. Tucci. O Antissemitismo na Era Vargas (1930-1945). 2 ed. São Paulo: Perspectiva, 1995.

CERQUEIRA, Erika Morais. O passado que não deve passar: História e Autobiografia em Gustavo Barroso. Dissertação (Mestrado em História). Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP). Mariana, 2011.

CYTRYNOWICZ, Roney. Integralismo e antissemitismo nos textos de Gustavo Barroso na década de 30. São Paulo. Dissertação de mestrado em História Social. São Paulo: FFHLS/USP, 1992.

DANTAS, Elynaldo Gonçalves. Gustavo Barroso, o Führer brasileiro: Nação e identidade no discurso integralista barrosiano (1933-1937). João Pessoa: Ideia, 2015.

DARWIN, Charles. A origem das espécies. São Paulo: Martin Claret, 2014.

ENGELS, F. A origem da família, da propriedade privada e do Estado. São Paulo: Bestbolso, 2014.

GENETTE, Gérard. Narrative Discourse: An Essay in Method. New York: Cornell University Press, 1990.

______. Paratexts: Thresholds of interpretation.New York: Cambridge University Press, 2001.

JESUS, Carlos Gustavo Nóbrega de. O anticomunismo de Gustavo Barroso: a ação política como instrumento para um discurso antissemita. In: RODRIGUES, Cândido Moreira; BARBOSA, Jefferson Rodrigues (Orgs.). Intelectuais e comunismo no Brasil: 1920-1950. Cuiabá: Editora da UFMT, 2011, p. 15-34.

JOÃO DO NORTE (Gustavo Barroso). Ideias e palavras. Rio de Janeiro: Leite Ribeiro e Maurício, 1917.

KAFKA, Franz. A metamorfose. São Paulo: Companhia das Letras, 1997.

. O processo. São Paulo: Companhia das Letras, 1998.

MAGALHÃES, Aline Monteiro. Troféus da guerra perdida: um estudo histórico sobre a escrita de si de Gustavo Barroso. Tese (doutorado em História)-Progrma de Pós-graduação em História, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2009.

MAIO, Marcos Chor. Nem Rothschild, nem Trotsky: o pensamento antissemita de Gustavo Barroso. Rio de Janeiro: Imago Editora, 1992.

MELO JÚNIOR, Antônio Ferreira de. A assinatura “Gustavo Barroso”: análise do discurso narrativo de Ideias e Palavras, A ronda dos séculos e os Protocolos dos Sábios de Sião (1917-1936). Dissertação de mestrado- Programa de Pós-Graduação em História e Espaços-, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal/RN, 2017.

PEIXOTO, Renato Amado. “A verdadeira Liga Extraordinária‟ e a “História do Brasil em Quadrinhos‟. In: BRAGA, Amado; MODENESI, Thiago (Org.). Quadrinhos e Educação em 20 olhares. Recife: Editora da UFPE, 2015a. p. 139-158.

______. “Creio no espírito cristão e nacionalista do Sigma”: Integralismo e catolicismo nos escritos de Gustavo Barroso, Padre J. Cabral e Câmara Cascudo. In: RODRIGUES, C.M; ZANOTO, G; CALDEIRA, R.C. Manifestações do pensamento católico na América do Sul. São Paulo: Fonte editorial, 2015b. p. 99-126.

______. From “Apostles‟ Creed” to the Cult of the Duce: an Exam of the Collusion between Catholicism and Fascism in Interwar Brazil. In: HENDERSON, Gary (Editor). Catholicism: Rites, History and Social Issues. New York: Nova Science Publishers, 2017, Chapter 2.

______. “System of the heavens”: um exame do conceito de colusão por meio do caso da criação do núcleo da AIB em Natal. Revista Brasileira de História das Religiões, ANPUH, ano IX, n. 25, maio/agosto de 2016, p. 121-150.

______; RODRIGUES, Cândido Moreira. O catolicismo no Brasil no período Vargas: imbricações entre religião, política e espacialidade. In: GONÇALVES, Leandro Pereira; REZOLA, Maria Inácia (Orgs.). Igrejas e ditaduras no mundo lusófono. Recife: Edupe, 2020. Cap. 2, p. 61-94.

RAMOS, Graciliano. Angústia. São Paulo: Livraria Martins, 1961.
Publicado
02-09-2021
Como Citar
MELO JÚNIOR, A. F. DE. A RONDA DOS SÉCULOS E A AUTONOMIA DA ASSINATURA “GUSTAVO BARROSO”. Revista Espacialidades, v. 17, n. 2, p. 147-177, 2 set. 2021.