A Extensão Universitária é um campo multifacetado e o nosso leitor
encontrará um pouco de sua riqueza e maleabilidade nos artigos
publicados no volume de 2019.2 da Revista “Extensão e Sociedade”.
Em dois importantes artigos, ações de extensão se destacaram enquanto
suporte de cursos de licenciaturas e, em ambos os casos, têm
como objetivo fazer com que os estudantes sintam mais segurança para
vivenciar seus estágios curriculares, etapa desafiadora em que se apresentam
à sociedade como profissionais em formação.


Vimos ainda se estreitarem as relações entre extensão universitária
e estágio curricular na área da saúde num interessante relato de experiência
sobre o projeto de intervenção realizado no Hospital Ms. Walfredo
Gurgel, em Natal, que buscou ampliar, entre os usuários, o acesso
a informações sobre assistência pública e direitos sociais.


A Extensão, em sua forma mais “clássica”, é evidenciada em outras
duas narrativas sobre o projetos de extensão: o primeiro, desenvolvido
pela Universidade Federal de São João Del Rey, levou um grupo de
discentes do curso de nutrição para salas de aulas de escolas públicas
para ensinar crianças sobre educação alimentar; O outro, vivenciado
em escolas municipais de Garanhuns - PE, se desenvolveu com o fito
de conscientizar e ensinar sobre hábitos de higiene importantes para a
manutenção da saúde individual e coletiva. Em outro trabalho na área
de saúde, feito na intersecção entre pesquisa e extensão, os autores
descrevem o perfil epidemiológico dos casos de sífilis em um município
do Rio Grande do Norte e colaboraram com a elaboração de projetos
de educação e conscientização em saúde.


Esses artigos destacam a simbiose que muitas vezes observamos entre
ensino, pesquisa e extensão em fronteiras temáticas que são fluidas
e, muitas vezes, complementares. Sejam todos convidados a adentrar
nesse formidável “universo extensionista”.


Boa leitura!


Equipe Editorial

Publicado: 18-05-2020

Relatos de Experiência