A participação cidadã na perspectiva de uma cidade inteligente

um estudo de caso sobre a plataforma “Fala Curitiba”

Autores

DOI:

https://doi.org/10.21680/2447-0198.2021v5n1ID23424

Palavras-chave:

eParticipação, Cidades Inteligentes, Participação Cidadã, Consultas Públicas

Resumo

Este projeto se propõe a investigar o meio pelo qual gestores públicos procuram estreitar sua relação com os cidadãos em uma cidade inteligente, envolvê-los e aproximá-los da tomada de decisão. Esta pesquisa tem como objetivo analisar o impacto da participação cidadã na escolha das prioridades orçamentárias destinadas ao desenvolvimento da cidade de Curitiba, na perspectiva de uma cidade inteligente, utilizando para isso a plataforma de participação, on line, Fala Curitiba. O Fala Curitiba – Programa de Consulta Pública Municipal é o modelo de consultas públicas da Prefeitura Municipal de Curitiba, no qual a população participa de maneira decisiva da construção das peças orçamentárias do Município. Como o foco principal de discussão são as áreas da informação, tecnologia e gestão, a pesquisa será realizada por meio de um estudo de caso, utilizando uma abordagem com enfoque exploratório de forma descritiva e analítica dos fenômenos observados. Como resultados pretende-se demonstrar que a participação cidadã em plataformas tecnológicas busca um aumento da contribuição do cidadão, o seu engajamento na construção de políticas públicas, a proximidade e o entendimento das limitações orçamentárias de uma cidade inteligente. Contudo, será necessário demonstrar os benefícios e os desafios da implementação de uma plataforma de participação, visando a produção coletiva e os resultados obtidos, obtendo com isso a ampliação da participação popular, o empoderamento do cidadão em relação a tomada de decisão no governo e a ampliação do uso da tecnologia para todos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

AINSWORTH, Susan; HARDY, Cynthia; HARLEY, Bill. Online Consultation: E-Democracy and E-Resistance in the Case of the Development Gateway. Management Communication Quarterly, v. 19, n. 1, p. 120–145, ago. 2005.

BARDIN, Laurence. Análise de conteúdo. São Paulo: Edições 70, 2011.

CABRAL, Laíse do Nascimento; CÂNDIDO, Gesinaldo Ataíde. Urbanização, vulnerabilidade, resiliência: relações conceituais e compreensões de causa e efeito. Urbe. Revista Brasileira de Gestão Urbana, Curitiba, vol. 11, p. 1-13, fev. 2019. Disponível em: https://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_abstract&pid=S2175-33692019000100225&lng=pt&nrm=iso. Acesso em: 20 nov. 2020.

CHOURABI, Hafedh et al. Understanding Smart Cities: An Integrative Framework. In: HAWAII INTERNATIONAL CONFERENCE ON SYSTEM SCIENCES (HICSS), 45., 2012, Manoa – HI. Proceedings […]. Manoa, HI: Institute of Electrical and Electronics Engineers (IEEE), 2012.

COELHO, Taiane Ritta. Análise de poder nas plataformas de participação digital e a influência em políticas públicas. Orientadora: Maria Alexandra Viegas Cortez da Cunha. 2018. 252 f. Tese (Doutorado em Administração de Empresas) - Escola de Administração de Empresas de São Paulo. Fundação Getúlio Vargas (FGV-EAESP), São Paulo, 2018.

COELHO, Taiane Ritta; CUNHA, Maria Alexandra; POZZEBON, Marlei. Practices on Digital eParticipation Platforms to Influence Public Policy: Cases from Brazil. In: INTERNATIONAL CONFERENCE ON INFORMATION SYSTEMS, 39., 2018, San Francisco. Proceedings […]. San Francisco, 2018. [eParticipation and Public Policies: Cases from Brazil]

CUNHA, Maria Alexandra et al. Smart Cities: Transformação digital de cidades. 1. ed. São Paulo: Programa Gestão Pública e Cidadania - PGPC, 2016.

CUNHA, Maria Alexandra; POZZEBON, Marlei. O uso de tecnologias da informação e comunicação para melhoria da participação na tomada de decisão pública. In: ENCONTRO NACIONAL DOS PROGRAMAS DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO, 33., 2009, São Paulo. Anais [...], São Paulo: ANPAD, 2009.

DAVENPORT, Thomas H. Ecologia da Informação: por que só a tecnologia não basta para o sucesso na era da Informação. São Paulo: Futura, 1998.

GIFFINGER, Rudolf; GUDRUN, Haindlmaier. Smarter cities ranking: an effective instrument for the positioning of cities? ACE: Architecture, City and Environment, ano 4, n. 12, p. 7-15, fev. 2010. Disponível em: https://www.researchgate.net/publication/228915976_Smart_cities_ranking_An_effective_instrument_for_the_positioning_of_the_cities. Acesso em: 10 jul. 2020.

GUERREIRO, Evandro Prestes. Cidade digital: infoinclusão social e tecnologia em rede. São Paulo: Senac, 2006.

JUSBRASIL. Decreto 8243/14 | Decreto nº 8.243, de 23 de maio de 2014. Disponível em: https://presrepublica.jusbrasil.com.br/legislacao/120466065/decreto-8243-14. Acesso em: 10 jul. 2020.

MACINTOSH, Ann. “Caracterizando a participação eletrônica na formulação de políticas”. In: CONFERÊNCIA INTERNACIONAL DO HAVAÍ SOBRE CIÊNCIAS DO SISTEMA, 37., 2004, Havaí. Anais [...]. Big Island, Havaí: [s.n.], 2004, pp. 1–10.

MEDAGLIA, Rony. eParticipation research: Moving characterization forward (2006–2011). Government Information Quarterly, v. 29, n. 3, p. 346-360, jul. 2012.

MEIRELES, Adriana Veloso; SILVA, Thiago Barros Pontes e; CAMARA, Rogério José. Democracia Digital: Consultas Públicas Interativas. Design & Tecnologia, v. 8, n. 15, p. 81-95, jun. 2018. Disponível em: https://www.ufrgs.br/det/index.php/det/article/view/477/239. Acesso em: 10 jul. 2020.

MIRANDA, Silvânia Vieira de. A gestão da informação e a modelagem de processos. Revista do Serviço Público. Brasília, v. 61, n.1, p. 97-112, jan/mar. 2010.

NAÇÕES UNIDAS BRASIL. Cidades terão mais de 6 bilhões de habitantes em 2050, destaca novo relatório da ONU. 2014. Disponível em: https://brasil.un.org/pt-br/66611-cidades-terao-mais-de-6-bilhoes-de-habitantes-em-2050-destaca-novo-relatorio-da-onu. Acesso: 2 ago. 2020.

NAM, Taewoo; PARDO, Theresa A. Conceptualizing Smart City with Dimensions of Technology, People, and Institutions. In: ANNUAL INTERNATIONAL CONFERENCE ON DIGITAL GOVERNMENT RESEARCH, 12. 2011, New York. Proceedings […]. New York: Association for Computing Machinery, 2011. Disponível em: http://www.ctg.albany.edu/publications/journals/dgo_2011_smartcity/dgo_2011_smartcity.pdf. Acesso em: 10 jul. 2020.

OLIVEIRA, Patrícia Pacheco Alves de; CARVALHO, Hugo Bona de; AGUIAR, Beatriz Natália Guedes Alcoforado. SMART CITIES NO BRASIL - REALIDADE OU AINDA SONHO? In: LOMBARDI, Anna Paula (org.). Arqueologia das ciências humanas e sociais aplicadas 2,. Ponta Grossa: Atena Editora, 2019. (Arqueologia das Ciências Humanas e Sociais Aplicadas, v. 2 ). Cap. 1. p. 1-12.

PINHO, José Antonio Gomes de (org). Estado, sociedade e interações digitais: expectativas democráticas. Salvador: EDUFBA, 2012.

PRZEYBILOVICZ, Erico; CUNHA, Maria Alexandra Viegas Cortez da. Governando Iniciativas de Cidade Inteligente: Compreendendo a Formação de Arranjos de Governança. In: ENCONTRO DA ANPAD – ENANPAD, 43., 2019, São Paulo. Anais [...]. São Paulo: ANPAD, 2019. p. 1-16. Disponível em: https://www.researchgate.net/publication/336879782_Governando_Iniciativas_de_Cidade_Inteligente_Compreendendo_a_Formacao_de_Arranjos_de_Governanca. Acesso em: 10 jul. 2020.

ROTHBERG, Danilo. Contribuições a uma teoria da democracia digital como suporte à formulação de políticas públicas. In: REVISTA IBEROAMERICANA DE CIENCIA, TECNOLOGÍA Y SOCIEDAD, Buenos Aires, v. 5, n. 14, p. 87-105, maio. 2010. Disponível em: http://www.scielo.org.ar/scielo.php?pid=S1850-00132010000100004&script=sci_arttext&tlng=en. Acesso em: 27 fev. 2020.

SÆBØ, Øystein; ROSE, Jeremy; FLAK, Leif Skiftenes. The shape of eParticipation: characterizing an emerging research area. Government Information Quarterly, [S.L.], v. 25, n. 3, p. 400-428, jul. 2008. Elsevier BV. http://dx.doi.org/10.1016/j.giq.2007.04.007. Disponível em: https://www.sciencedirect.com/science/article/abs/pii/S0740624X0700055X. Acesso em: 10 jul. 2020.

SÆBØ, Øystein; ROSE, Jeremy; MOLKA-DANIELSEN, Judith. EParticipation: designing and managing political discussion forums. Social Science Computer Review, [S.L.], v. 28, n. 4, p. 403-426, set. 2009. SAGE Publications. DOI: http://dx.doi.org/10.1177/0894439309341626. Disponível em: https://www.researchgate.net/publication/235721815_eParticipation_Designing_and_Managing_Political_Discussion_Forums. Acesso em: 10 jul. 2020.

SIMONOFSKI, Anthony et al. Citizen Participation in Smart Cities: Evaluation Framework Proposal. In: CONFERENCE ON BUSINESS INFORMATICS (CBI), 19., 2017, Thessalonili, GR. Proceedings [...]. Thessalonili, GR: IEEE, 2017. p. 327-345. DOI: http://dx.doi.org/10.1109/cbi.2017.21. Disponível em: https://www.researchgate.net/publication/318744709. Acesso em: 10 jul. 2020.

SIMONOFSKI, Anthony et al. Investigating context factors in citizen participation strategies: a comparative analysis of swedish and belgian smart cities. International Journal of Information Management, [S.L.], v. 56, p. 1-10, fev. 2021. Elsevier BV. http://dx.doi.org/10.1016/j.ijinfomgt.2019.09.007. Disponível em: https://www.sciencedirect.com/science/article/abs/pii/S0268401219302439. Acesso em: 05 fev. 2021.

SUSHA, Iryna; GRÖNLUND, Åke. “Pesquisa de participação: sistematizando o campo”. Government Information Quarterly, v. 29, n. 3, p. 373-382, 2012.

YIN, Robert. Estudo de Caso: Planejamento e métodos. 2. ed. Porto Alegre: Bookman, 2001.

Downloads

Publicado

06-04-2021

Como Citar

FERREIRA, A. C. L. D.; COELHO , T. R. . A participação cidadã na perspectiva de uma cidade inteligente: um estudo de caso sobre a plataforma “Fala Curitiba”. Revista Informação na Sociedade Contemporânea, [S. l.], v. 5, p. e23424, 2021. DOI: 10.21680/2447-0198.2021v5n1ID23424. Disponível em: https://periodicos.ufrn.br/informacao/article/view/23424. Acesso em: 20 maio. 2024.

Edição

Seção

Dossiê Consórcio Mestral e Doutoral em Gestão da Informação e do Conhecimento