e-ISSN:2447-0198

Foco e Escopo

A Revista Informação na Sociedade Contemporânea (RISC)  é uma publicação científica vinculada ao Departamento de Ciência da Informação e ao Programa de Pós-graduação em Gestão da Informação e do Conhecimento, da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN). É aberta às diversas correntes de pensamento acerca do fenômeno informacional nos mais diferentes segmentos sociais, dando preferência a artigos originais, resultados de estudos e pesquisas.

A revista foi aprovada institucionalmente no ano de 2013 pelo conselho gestor do Portal de Periódicos da UFRN. Embora tenha iniciado como uma publicação do Grupo de Pesquisa “Informação na Sociedade Contemporânea”, com a implementação do Programa de Pós-graduação em Gestão da Informação e do Conhecimento o escopo da RISC se ampliou, abrangendo também os estudos e pesquisas desenvolvidos neste âmbito.

Assim, o escopo da revista inclui temas relacionados à Ciência da Informação, Arquivologia, Biblioteconomia, Museologia e áreas afins. Entre as linhas temáticas encontram-se:  Informação, memória e sociedade; Estudos Métricos da Informação em Ciência, Tecnologia e Inovação; Gestão da Informação, Gestão do Conhecimento e Inteligência; Organização e Tratamento da Informação; e Informação, Tecnologia e Mediação.

A Revista aceita contribuições de artigos originais e de revisão em português, inglês e espanhol, pois valoriza e estimula a pluralidade de abordagens e perspectivas, bem como a autoria interinstitucional e internacional.

Peridiodicidade

A Revista Informação na Sociedade Contemporânea se publica em fluxo contínuo, o que significa que os artigos serão publicados na medida que sejam avaliados e aceitos. As publicações sairão em um só volumem, adequando assim, a estrutura da revista ao formato de publicação continuada. Neste modelo os números de página são substituidos por um identificador numérico único para cada artígo (elocation-ID)

Mas informação sobre esse modelo pode ser consultada aqui.

 

Responsabilidades 

Responsabilidades do Editor-Chefe: implementar a política editorial; supervisionar o processo editorial; mediar as relações do periódico com os autores, pareceristas, leitores, indexadores, agências de apoio a pesquisa, a comunidade científica e o público geral; investigar suspeitas de má conduta.

Responsabilidades do editor e Comitê Editorial: avaliar com imparcialidade os manuscritos antes de encaminhá-los a avaliação pelos pares; preservar os aspectos éticos da publicação; resolver conflitos com rapidez e transparência; publicar Erratas e Retificações em casos de má conduta.

Responsabilidade dos pareceristas: comprometer-se em privilegiar a imparcialidade, integridade e confidencialidade da sua avaliação; priorizar críticas construtivas; cumprir os prazos combinados com a revista.

Responsabilidade do(s) autor(es): atentar-se quanto ao plágio, inclusive o autoplágio, fazendo as devidas citações e referências; confirmar que o manuscrito não está em processo de avaliação em outras revistas; declarar conflitos de interesse; notificar o editor da revista caso algum erro seja identificado no manuscrito; confirmar que todos os autores identificados fizeram parte do processo de elaboração do manuscrito; retirar os agradecimentos ou qualquer referência aos autores na versão do manuscrito enviada para a avaliação, a fim de preservar a avaliação às cegas.