e-ISSN:2447-0198

Foco e Escopo

A Revista Informação na Sociedade Contemporânea (RISC)  é uma publicação científica vinculada ao Departamento de Ciência da Informação e ao Programa de Pós-graduação em Gestão da Informação e do Conhecimento, da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN). É aberta às diversas correntes de pensamento acerca do fenômeno informacional nos mais diferentes segmentos sociais, dando preferência a artigos originais, resultados de estudos e pesquisas.

A revista foi aprovada institucionalmente no ano de 2013 pelo conselho gestor do Portal de Periódicos da UFRN. Embora tenha iniciado como uma publicação do Grupo de Pesquisa “Informação na Sociedade Contemporânea”, com a implementação do Programa de Pós-graduação em Gestão da Informação e do Conhecimento o escopo da RISC se ampliou, abrangendo também os estudos e pesquisas desenvolvidos neste âmbito.

Assim, o escopo da revista inclui temas relacionados à Ciência da Informação, Arquivologia, Biblioteconomia, Museologia e áreas afins. Entre as linhas temáticas encontram-se:  Informação, memória e sociedade; Estudos Métricos da Informação em Ciência, Tecnologia e Inovação; Gestão da Informação, Gestão do Conhecimento e Inteligência; Organização e Tratamento da Informação; e Informação, Tecnologia e Mediação.

A Revista aceita contribuições de artigos originais e de revisão em português, inglês e espanhol, pois valoriza e estimula a pluralidade de abordagens e perspectivas, bem como a autoria interinstitucional e internacional.

Políticas de Seção

EDITORIAL

Seção cujo os conteúdos estão a cargo do Editor-Chefe, ou de alguém designado por ele. São expostas posições relacionadas aos aspectos políticos, teóricos gerais, conceituais, etc. com os que se alinham a revista.

ARTIGOS ORIGINAIS

São artigos de investigação que fundamentalmente seguem a estrutura de Introdução, Metodologia, Resultados e Discussão.

CARTAS AO EDITOR

Comunicação realizada por leitores em forma de carta, comentando algum artigo previamente publicado pela revista.

RESENHAS

Nesta seção são incluídos trabalhos de valor crítico sobre livros, nacionais ou internacionais, que seguem a temática da revista.

ARTIGOS DE REVISÃO

São artigos de revisão bibliográfica.

ENTREVISTA

Nesta seção poderão ser incluídas entrevistas a pesquisadores destacados nas temáticas da revista.

Peridiodicidade

A Revista Informação na Sociedade Contemporânea se publica em fluxo contínuo, o que significa que os artigos serão publicados na medida que sejam avaliados e aceitos. As publicações sairão em um só volumem, adequando assim, a estrutura da revista ao formato de publicação continuada. Neste modelo os números de página são substituidos por um identificador numérico único para cada artígo (elocation-ID)

Mas informação sobre esse modelo pode ser consultada aqui.

 

Responsabilidades 

Responsabilidades do Editor-Chefe: implementar a política editorial; supervisionar o processo editorial; mediar as relações do periódico com os autores, pareceristas, leitores, indexadores, agências de apoio a pesquisa, a comunidade científica e o público geral; investigar suspeitas de má conduta.

Responsabilidades do editor e Comitê Editorial: avaliar com imparcialidade os manuscritos antes de encaminhá-los a avaliação pelos pares; preservar os aspectos éticos da publicação; resolver conflitos com rapidez e transparência; publicar Erratas e Retificações em casos de má conduta.

Responsabilidade dos pareceristas: comprometer-se em privilegiar a imparcialidade, integridade e confidencialidade da sua avaliação; priorizar críticas construtivas; cumprir os prazos combinados com a revista.

Responsabilidade do(s) autor(es): atentar-se quanto ao plágio, inclusive o autoplágio, fazendo as devidas citações e referências; confirmar que o manuscrito não está em processo de avaliação em outras revistas; declarar conflitos de interesse; notificar o editor da revista caso algum erro seja identificado no manuscrito; confirmar que todos os autores identificados fizeram parte do processo de elaboração do manuscrito; retirar os agradecimentos ou qualquer referência aos autores na versão do manuscrito enviada para a avaliação, a fim de preservar a avaliação às cegas.

Processo de Avaliação pelos Pares

A revista utiliza um sistema de avaliação por pares duplo-cego, onde nem os autores e nem os avaliadores se identificam entre si.

Os originais serão submetidos à revisão de dois pareceristas independentes, externos a revista, e especialistas reconhecidos nos temas tratados. Se deve destacar que os documentos enviados pelos autores são confidenciais durante todo o processo de avaliação, como forma de garantir um parecer isento de qualquer influência. Consequentemente, os pareceristas não poderão comunicar a ninguém alheio ao Comitê Editorial nenhum aspecto de seu trabalho, além de sua consideração.

Os pareceristas terão 21 dias para entregar a avaliação e deverão levar em conta os seguintes aspectos:

● O tema do artigo é relevante ao perfil da revista?
● Oferece uma colaboração valiosa ao conhecimento existente?
● Seu conteúdo é atual?
● A apresentação do artigo é adequada (é coerente, organizado, está escrito de forma compreensível, tem boa ortografia)?
● As referências bibliográficas se ajustam ao tema, são atuais e estão no formato correto?

O(s) autor(es) terá(ão) entre 15 e 21 dias para qualquer eventual correção na primeira ronda. Outras rondas talvez sejam necessárias. Cabe ao Editor-Chefe dirimir dúvidas, impasses e a decisão final sobre a edição.

Política de Acesso Aberto

Esta é uma revista de acesso aberto, o que significa que todos os conteúdos podem ser acessados livremente, sem custos para o usuário e a instituição. A revista também não cobra taxas de processamento de artigos aos autores pela publicação em acceso aberto.

Os autores manterão seus direitos autorais e garantirão à revista o direito de primeira publicação de seu trabalho, que estará simultaneamente sujeito à Licença Internacional Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional (CC BY-NC 4.0). Os usuários podem ler, baixar, copiar, distribuir, imprimir, buscar ou enlaçar os artigos completos desta revista, sem a necessidade de requerer permissão ao editor ou ao autor, desde que seu autor e sua primeira publicação sejam indicados. A licença não permite usos comerciais dos artigos publicados.

Os autores podem adotar outros contratos de licença não exclusivos para a distribuição da versão da obra publicada (ex: depositar em repositório institucional ou publicar em volume monográfico) desde que indicada a publicação inicial nesta revista.

Os autores são autorizados e recomendados a divulgar seus trabalhos pela Internet (por exemplo, em repositórios institucionais ou em seus sites) antes e durante o processo de submissão, o que pode levar a trocas interessantes e aumentar as citações de o trabalho publicado. Nesse caso, solicitamos que o cabeçalho do manuscrito indique: "Esta é uma versão pre-print enviada à Revista Informação na Sociedade Contemporânea (https://periodicos.ufrn.br/informacao)"

A Revista Informação na Sociedade Contemporânea adere aos principios e valores da publicação científica como expressos por AmeliCA para preservar o acceso aberto ao conhecimento científico sob modelos não comerciais. 

Diretrizes de transparência, ética e integridade da pesquisa

A Revista Informação na Sociedade Contemporânea adere às boas práticas de transparencia e integridade da pesquisa que promovem o Committee on Publication Ethics (COPE), o Directory or Open Access Journals e a Declaração de São Francisco (DORA) sobre avaliação da pesquisa. 

Neste sentido, estabelecemos as seguintes políticas relativas a:

Autoria 

Todos os autores, para receber créditos como tais, devem ter contribuído substancialmente nos três aspectos ou categorias a seguir dentro da pesquisa:

a) A concepção e desenho do estudo ou a análise e interpretação dos dados.
b) A elaboração do artigo ou sua revisão crítica, com contribuições importantes para o seu conteúdo intelectual.
c) Aprovação da versão final a ser publicada.

Todos os autores são responsáveis ​​pela integridade e qualidade do artigo submetido e eventualmente publicado.

Autores que não se enquadram nessas categorias podem ser mencionados nos agradecimentos. Geralmente, nem a coleta de dados nem a contribuição de fundos podem ser consideradas exclusivamente para comprovar a autoria.

Declaração de contribuição dos autores

Quando o artigo tem mais de um autor as contribuições de todos os autores devem ser descritas. A RISC adotou a taxonomia CRediT para descrever as contribuições individuais de cada autor para o trabalho. Assim, os autores devem selecionar as categorias que melhor descrevam suas contribuições.Conceptualização –  Curadoria de Dados –  Análise Formal – Aquisição de Financiamento – Investigação – Metodologia –  Administração do Projeto –  Recursos – Software –  Supervisão –   Validação –   Visualização –  Escrita –  Escrita .

O autor responsável pela submissão é responsável por fornecer as contribuições de todos os autores no momento da submissão. Esperamos que todos os autores tenham revisado, discutido e concordado com suas contribuições individuais antes deste momento.  

1. Conceptualização
Formulação ou evolução de ideias, objetivos e metas de pesquisa abrangentes.
2. Curadoria de Dados
Gerenciamento de atividades para anotar (produzir metadados), limpar dados e
manter dados de pesquisa (incluindo códigos de programa, quando isso é
necessário para interpretar os dados em si) para uso inicial e posterior reutilização.
3. Análise Formal
Aplicação de técnicas estatísticas, matemáticas, computacionais, ou outras
técnicas formais para analisar ou sintetizar dados do estudo.
4. Aquisição de Financiamento
Aquisição de suporte financeiro para o projeto levando a esta publicação.
5. Investigação
Condução do processo de investigação e pesquisa, especificamente realizando os
experimentos, ou coleta de dados/evidências.
6. Metodologia
Desenvolvimento ou design de metodologia; criação de modelos.
7. Administração do Projeto
Responsabilidade pelo gerenciamento e coordenação para o planejamento e
execução da atividade de pesquisa.
8. Recursos
Fornecimento de materiais de estudo, reagentes, materiais, paciente, amostras de
laboratório, animais, instrumentação, recursos computacionais ou outras
ferramentas de análise.
9. Software
Programação, desenvolvimento de software, design de programas de computador;
implementação de códigos de computador e algoritmos de suporte; teste de
componentes de código existentes.
10. Supervisão
Responsabilidade de liderança e supervisão para a execução e planejamento da
atividade de pesquisa, incluindo tutoria externa para a equipe central.
11. Validação
Verificação, como parte da atividade ou separado, de reprodutibilidade/replicação
geral de resultados/experimentos e outros resultados de pesquisa.
12. Visualização
Preparação, criação e/ou apresentação de trabalho publicado, especificamente
visualização/apresentação de dados.
13. Escrita – rascunho original
Preparação, criação e/ou apresentação de trabalho publicado, especificamente o
rascunho inicial (incluindo tradução substantiva).
14. Escrita – análise e edição
Preparação, criação e/ou apresentação do trabalho publicado por membros do
grupo original de pesquisa, especificamente análise crítica, comentário ou revisão –
incluindo estágios pré ou pós publicação.

Alterações de autoria

Os autores são responsáveis ​​pela correta inclusão de todos os coautores nos metadados da plataforma, na ordem por eles acordada. Isso deve ser feito DURANTE a etapa de submissão do artigo original. Qualquer acréscimo, rearranjo ou exclusão na lista de autores deve ser feito ANTES da aceitação do artigo e sempre com a autorização prévia da Editora.

Para solicitar essa alteração, os autores devem enviar à Editora uma carta assinada, confirmando que todos os autores concordam com a adição, exclusão ou reorganização. Em caso de adição ou exclusão, o autor adicionado ou excluído também deve confirmar esta ação.

Identificação do Autor
A RISC endossa o ORCID e exige que todos os autores forneçam um ID do ORCID ao submeter um manuscrito

Declaração de conflitos de interesse

Um conflito de interesse é qualquer coisa que interfira ou possa razoavelmente ser percebida como interferindo na apresentação objetiva dos conteúdos, nas conclusões, implicações ou opiniões declaradas, seja na revisão por pares, tomada de decisão editorial ou publicação de artigos de pesquisa ou não submetidos à RISC.

Os interesses conflitantes podem ser financeiros ou não financeiros, profissionais ou pessoais. Os interesses conflitantes podem surgir em relação a uma instituição, organização ou outra pessoa.

A RISC tem como requisito  a declaração de  todos os potenciais interesses concorrentes.

A não declaração de interesses conflitantes pode resultar na rejeição imediata de um manuscrito. Se um interesse concorrente não divulgado vier à tona após a publicação, a RISC agirá de acordo com as diretrizes do COPE e emitirá uma notificação pública para a comunidade

  • Os interesses financeiros concorrentes incluem, mas não estão limitados a:

Emprego remunerado ou consultoria

Membro do conselho

Pedidos de patentes (pendentes ou reais), incluindo pedidos individuais ou pertencentes à instituição à qual os autores são filiados e da qual os autores podem se beneficiar

Bolsas de pesquisa (de qualquer fonte, restrita ou irrestrita)

Bolsas de viagem e honorários por falar ou participar de reuniões

Presentes

  • Interesses concorrentes não financeiros incluem, mas não estão limitados a:

Atuação como testemunha especialista

Filiação a um governo ou outro conselho consultivo

Relacionamento (pago ou não) com organizações e órgãos de financiamento, incluindo organizações não governamentais, instituições de pesquisa ou instituições de caridade

Associação em organizações de lobby ou defesa

Escrita ou consultoria para uma empresa educacional

Relações pessoais (por exemplo, amigo, cônjuge, membro da família, mentor atual ou anterior, adversário) com indivíduos envolvidos na submissão ou avaliação de um artigo, como autores, revisores, editores ou membros do conselho editorial da RISC

Convicções pessoais (políticas, religiosas, ideológicas ou outras) relacionadas ao tópico de um artigo que podem interferir em um processo de publicação imparcial (no estágio de autoria, revisão por pares, tomada de decisão editorial ou publicação)

Plágio 

Conteúdo plagiado não será considerado para publicação na RISC. Se for identificado plágio, seguiremos as diretrizes do COPE.

O plágio inclui, mas não está limitado a:

Cópia direta de texto de outras fontes sem atribuição
Copiar ideias, imagens ou dados de outras fontes sem atribuição
Reutilizar texto de suas próprias publicações anteriores sem atribuição ou acordo do editor (leia as diretrizes de COPE sobre reciclagem de texto ou auto-plágio)

Se for detectado plágio durante o processo de revisão por pares, o manuscrito pode ser rejeitado. Se o plágio for detectado após a publicação, podemos emitir uma correção ou retatar o artigo, conforme o caso. Reservamo-nos o direito de informar as instituições dos autores sobre o plágio detectado antes ou depois da publicação.

Esperamos que os revisores estejam vigilantes em sua avaliação das submissões e notifiquem a revista sobre qualquer plágio identificado.

Publicação redundante ou duplicada

Artigos publicados em outras revistas ou em processo de avaliação por outras revistas não serão considerados para publicação na RISC. 

Após a submissão de um manuscrito, os autores devem indicar se há algum manuscrito relacionado sob consideração ou publicado em outro lugar. Se um trabalho relacionado foi submetido ou publicado em outro lugar, os autores devem incluir uma cópia do mesmo com a submissão e descrever sua relação com o trabalho submetido.

É importante garantir a citação apropriada a textos de sua autoria publicados anteriormente que estejam incluídos no manuscrito para não incurrir em auto-plágio e que todos os textos e fontes citadas sejam identificadas como citações para que os leitores do seu artigo possam fazer referência ao trabalho original.

Quando houver suspeita de publicação redundante, a RISC seguirá as diretrizes de COPE.

A publicação prévia da pesquisa como uma tese, apresentação em conferências ou seu depósito em servidores de preprint não impedirá a consideração de seu manuscrito.