Entre o prescrito, o vivido e o narrado: a problemática da Formação Docente do Curso de Ciências Sociais na Universidade Regional do Cariri (URCA)

Autores

  • Adriana Maria Simião da Silva

Resumo

Este artigo tem como temática central a análise da problemática do currículo prescrito e do currículo vivido na formação docente do curso de Ciências Sociais da Universidade Regional do Cariri, com o objetivo de analisar essa formação, a partir do percurso histórico de sua implantação e estudo de sua estrutura curricular para a modalidade da licenciatura, destacando a proposta do estágio supervisionado como eixo de sua sustentação. Além disso, buscou-se discutir a relação ensino e pesquisa enquanto diretriz norteadora das atividades teórica e prática do curso, a partir das experiências e saberes docentes dos licenciados, construídos durante os momentos formativos empreendidos no decorrer do estágio supervisionado, enquanto elemento delineador da identidade profissional, e balizadores da ação docente desenvolvida por eles após conclusão do curso, ao assumirem o magistério como professores de Sociologia no ensino médio. Considero necessário e urgente delinear novas concepções de ensino, aprendizagem e formação, pois, como sabemos nesses espaços de vivências e experiências, muitas vezes a dinâmica do vivido e da construção de saberes da prática é deixada à parte em prol do cumprimento de programas e conteúdos pré-estabelecidos em currículos prescritos, vazios de um entendimento complexo, integrativo e holístico.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

05-09-2013

Como Citar

SILVA, A. M. S. da. Entre o prescrito, o vivido e o narrado: a problemática da Formação Docente do Curso de Ciências Sociais na Universidade Regional do Cariri (URCA). Revista Inter-Legere, [S. l.], v. 1, n. 13, p. 268–283, 2013. Disponível em: https://periodicos.ufrn.br/interlegere/article/view/4176. Acesso em: 12 jul. 2024.

Edição

Seção

DOSSIÊ FORMAÇÃO DE PROFESSORES EM CIÊNCIAS SOCIAIS