Modos de apropriação e produção de conhecimento na universidade

uma análise da escrita acadêmica em dissertações do ProfLetras

Autores

DOI:

https://doi.org/10.21680/1983-2435.2023v8n1ID30627

Palavras-chave:

Escrita acadêmica. Discurso. Apropriação. Escrita protocolar

Resumo

Neste texto, realizamos uma abordagem acerca da escrita acadêmica, compreendida como ponto de articulação entre o linguístico e discursivo. Utilizamos como referência conceitos da Análise de Discurso, enquanto teoria e metodologia de leitura, à qual associamos os princípios do método indiciário. O corpus foi constituído por seis dissertações do Mestrado Profissional em Letras (ProfLetras), nas quais analisamos os processos de articulação de enunciados no texto, mais especificamente, arranjos sintáticos e discursivos. Com base na análise, dialogamos sobre as formas de apropriação do discurso, compreendidas como modos de dizer o dizer do outro. A leitura-escritura do corpus permitiu constituir três formas de apropriação – performativa, retórica e de conhecimento. A presença mais expressiva das duas primeiras indicou a existência, nos textos analisados, de uma escrita protocolar, em que o dizer citado se mantém distante do sujeito que cita por assimetria, sob a ideologia de que naquele está a verdade buscada por este.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Valnecy Oliveira Correa Santos, Universidade Federal do Maranhão

Graduada em Letras - Português/Inglês pela Universidade Federal do Maranhão, em 2008. Mestre em Letras pela Universidade Estadual do Piauí, em 2015. Doutora em Estudos da Linguagem pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte, com estudos na linha de Linguística Teórica e Descritiva, com foco nos estudos do texto e do discurso. Professora Adjunta da Universidade Federal do Maranhão. Líder do Grupos de Estudos e Pesquisas sobre o Sujeitos e suas práticas de Leitura e Escritura (GESLE). Membro do Grupo de Pesquisa em Estudos do Texto e do Discurso (GETED) e do Grupo de Pesquisa, Ensino, Leitura e Escrita (GPELE). Experiência na área de Letras, ênfase em Língua Portuguesa, com foco nos estudos sobre a Leitura e Práticas de Ensino de Língua Portuguesa na Educação Básica. Atua principalmente nos seguintes temas: Ensino de Língua Portuguesa e Formação de professores com foco no processo de ensino e aprendizagem de leitura e de escrita.

Sulemi Fabiano, Universidade Federal do Rio Grande do Norte

Possui graduação em Letras pela Universidade do Estado de Mato Grosso (1997) Campus de Alto Araguaia, Especialização em Língua Portuguesa pela Universidade Federal de Rondônia (1999), Campus de Ji-Paraná, Mestrado em Linguística e Língua Portuguesa pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (2003) e Doutorado em Linguística e Língua Portuguesa pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (2007). É professora Associada I do Departamento de Letras, do Programa de Pós-graduação em Estudos da Linguagem e do Mestrado Profissional - PROFLETRAS da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN). Atua na graduação na área de Leitura e Produção de Textos e na Pós-Graduação na área de leitura, escrita acadêmica e apropriações de conceitos teóricos. Tem experiência na área de Letras, com ênfase em Análise do Discurso, atuando principalmente nos seguintes temas: ensino da leitura e da produção escrita, formação de professores. É Assessora Acadêmica do Centro de Ciências Humanas Letras e Artes (CCHLA/UFRN). Líder do Grupo de Pesquisa em Estudos do Texto e do Discurso - GETED. Coordenadora do Curso de Letras a distância - EAD /UFRN, Editora Chefe da Revista Gelne e Coordenadora do Curso de Especialização em Fundamentos Linguísticos para o ensino da leitura e da escrita - CEFLE. Autora do livro Pesquisa na Graduação: a produção do gênero acadêmico, organizadora do livro Ensino da Leitura e da Escrita e já publicou vários artigos científicos sobre a temática da escrita no ensino superior.

Downloads

Publicado

27-01-2023

Como Citar

OLIVEIRA CORREA SANTOS, V.; FABIANO CAMPOS, S. Modos de apropriação e produção de conhecimento na universidade: uma análise da escrita acadêmica em dissertações do ProfLetras. Revista Odisseia, [S. l.], v. 8, n. 1, p. 1–17, 2023. DOI: 10.21680/1983-2435.2023v8n1ID30627. Disponível em: https://periodicos.ufrn.br/odisseia/article/view/30627. Acesso em: 25 jul. 2024.

Edição

Seção

Artigos