TRATAMENTO ODONTOLÓGICO NA GRAVIDEZ: O QUE MUDOU NA CONCEPÇÃO DAS GESTANTES?

  • Anna Crisllainy da Costa Monteiro UFRN
  • Rodolfo Macedo Pereira UFRN
  • Luiz Paulo De Amorim Monteiro UFRN
  • Iris do Céu Clara Costa UFRN
Palavras-chave: Gestantes, Cuidado Pré-Natal, Assistência Odontológica.

Resumo


Objetivo: Investigar se houve modificação na percepção das gestantes sobre a atenção odontológica no pré-natal, comparando os resultados das pesquisas realizadas nos últimos anos do século XX e primeiras décadas do início do século XXI com os resultados encontrados na presente pesquisa. Metodologia: Estudo de natureza qualitativa com uma amostra de 30 gestantes na Maternidade Escola Januário Cicco da Universidade Federal do Rio Grande do Norte, usando uma entrevista estruturada, cujas respostas foram processadas pelo software IRAMUTEQ, para se abstrair as percepções que estão embutidas no imaginário das participantes. Resultados: 80% das entrevistadas responderam que vão ao dentista durante o pré-natal. Dessas 76,6% acham muito importante ir ao dentista nesse período para criar uma atmosfera saudável em torno do bebê. Percebeu-se que apesar das crenças que persistiram, algumas gestantes gostariam de ter atendimento odontológico atrelado ao Pré-natal, porém, as condições financeiras e acesso limitado aos serviços, dificultam a realização desse desejo. Conclusão: Houve uma mudança nos hábitos das gestantes e uma maior procura ao dentista no pré-natal, apesar do acesso limitado. Mesmo assim ainda é necessário desenvolver um trabalho educativo com essa clientela, esclarecendo dúvidas e melhorando o acesso ao serviço público odontológico neste período.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Anna Crisllainy da Costa Monteiro, UFRN
Cirurgiã-Dentista, Ex Bolsista de Iniciação Científica do Depto de Odontologia da UFRN
Rodolfo Macedo Pereira, UFRN
 Cirurgião-Dentista pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte.
Luiz Paulo De Amorim Monteiro, UFRN
 Cirurgião-Dentista pela Universidade Federal do Rio Grande
Iris do Céu Clara Costa, UFRN
Professora Associada do Departamento de Odontologia da Universidade Federal do Rio Grande do Norte. 

Referências

  • Codato LAB, Nakama L, Melchior R. Percepções de gestantes sobre atenção odontológica durante a gravidez.Ciênc Saúde Coletiva. 2008; 13: 1075-1080.

  • Finkler M, Oleinisk DMB, Ramos FRS. Saúde bucal materno-infantil: Um estudo de representações sociais com gestantes. Texto contexto – enferm. 2004; 13(3): 360-368.

  • Rosell FL, Montandon-Pompeu AA, Valsecki Junior A. Simplified periodontal record for pregnant women. Rev Saude Publica. 1999 Apr; 33(2): 157-62.

  • Araújo FB, Figueiredo MC. Promoção de saúde em odontopediatria. In: Kriger L, editor. Promoção de saúde bucal. 2ª ed. São Paulo: Artes Médicas; 1999. p. 285-348.

  • Costa ICC, Marcelino G, Berti GM, Saliba NA. A gestante como agente multiplicador de saúde. Rev Pós Grad. 1998; 5(2): 87-92.

  • Toledo MTT, Abreu MN, Lope ACS. Adesão a modos saudáveis de vida mediante aconselhamento por profissionais de saúde. Rev Saúde Pública. 2013; 47 (3): 540-8.

  • Turato ER. Tratado da metodologia da pesquisa clínico-qualitativa: construção teórico-epistemológica, discussão comparada e aplicação nas áreas de saúde e humanas. Petrópolis: RJ, Vozes, 2003.

  • Camargo BV, Justo AM. IRAMUTEQ: Um software gratuito para análise de dados textuais. Temas em psicol. 2013; 21(2): 513-518.

  • Marchand P, Ratinaund P. L’analyse de similitude appliqué aux corpus textueles: Les primaries socialistes pour l’election présitentielle française. Em: Actes dês 11 eme. JADT 2012; 687-699.

  • Bardin, L. Análise de conteúdo. Lisboa: Edições 70; 1995. 229p.

  • Costa, ICC. Atenção odontológica à gestante na concepção médico-dentista-paciente: Representantes sociais dessa interação[tese]. Araçatuba: UNESP, 2000.

  • Gaffield M.L, Brenda JCG, Dolores MM, Raul R. Oral Helphy During Pregnancy: An analysis of information collected by the Pregnancy Risk Assessment Monitoring System. J Am Dent Assoc. v. 132, 2001.

  • Costa ICC, Saliba O, Moreira ASP, Atenção odontológica à gestante na concepção médico-dentista-paciente: Representantes sociais dessa interação. Rev Pos Grad. 2002; 9(3): 232-243.

  • Nogueira, Laís Trosdorf et al. Retardo na procura do tratamento odontológico e percepção da saúde bucal em mulheres grávidas. Odontol. Clín.-Cient. (online), Recife, v. 11, n. 2, jun. 2012.

  • Ramos TM, Almeida Junior AA, Ramos TM, Novais SMA, Grinfeld S, Fortes TMV. et al. Condições bucais e hábitos de higiene oral de gestantes de baixo nível sócio-econômico no município de Aracaju / SE. Pesq Bras Odontoped Clin Integr. 2006; 6: 229-235.

  • Figueira, Taís R et al. O modelo de crenças em saúde e o processo saúde-doença-cuidado bucal por gestantes. Robrac; 22 (63) out. – dez. 2013.

  • Russell SL, Mayberry LJ. Pregnancy and oral health: a review and recommendations to reduce gaps in practice and research. Am J Maternal Child Nurs. 2008; 33: 32-37.

  • Sigle J. Managing the pregnant dental patient. Dent Assist. 1997; 66: 7-9.

  • Koohler B, Andreen I. The effects of caries preventive measures in mothers on dental caries and the oral presence of the bacteria streptococcus mutans and lactobacilli in their children. Arc Oral Biol. 1984; 29(11): 879 – 83.

  • Oliveira Júnior OB, Ueda JK, Duarte Júnior SLL, Andrade MF, Oliveira RN. Contribuição para a eficácia de programas de prevenção: identificando o conhecimento e os mitos sobre saúde bucal em gestantes de classe média de Araraquara. Rev Assoc Maringaense Odontol. 1997; 1(1): 19-23.

  • Reis, Deise Moreira et al. Educação em saúde como estratégia de promoção de saúde bucal em gestantes. Ciênc. Saúde coletiva, Rio de Janeiro, v. 15, n. 1, p. 269-276, Jan. 2010.

  • Dantas SS. Relação entre gravidez e saúde bucal. Natal, 1996, 147p. Dissertação (Mestrado em Odontologia Social). Centro de Ciências da Saúde, Universidade Federal do Rio Grande do Norte.

  • Minayo MCS, Sanches O. Quantitativo-qualitativo: oposição ou complementaridade? Cad Saúde Públ. 1993; 9(3) 239-48.

  • Garbin, Cléa Adas Saliba et al. Saúde coletiva: Promoção de saúde bucal na gravidez. Rev Odontol UNESP, Araraquara. Jul./ago., 2011; 40 (4): 161-165.

Publicado
27-12-2016
Como Citar
MONTEIRO, A. C. DA C.; PEREIRA, R. M.; MONTEIRO, L. P. D. A.; COSTA, I. DO C. C. TRATAMENTO ODONTOLÓGICO NA GRAVIDEZ: O QUE MUDOU NA CONCEPÇÃO DAS GESTANTES?. Revista Ciência Plural, v. 2, n. 2, p. 67-83, 27 dez. 2016.
Seção
Artigos