APRENDIZADOS E REFLEXÕES ADVINDOS DE ATIVIDADE EXTENSIONISTA DE EDUCAÇÃO EM SAÚDE EM CENTROS DE EDUCAÇÃO INFANTIL

Autores

  • Lucas Fernando Oliveira Tomaz Ferraresso Universidade Estadual de Londrina
  • Lucimar Aparecida Britto Codato Universidade Estadual de Londrina. Departamento de Medicina Oral e Odontologia Infantil, Londrina, PR.

DOI:

https://doi.org/10.21680/2446-7286.2021v7n2ID22312

Resumo

Introdução: Atividade extensionista configura-se como poderoso instrumento para a formação integral e contextualizada do estudante. Favorece agregação, aplicação e absorção de múltiplos conhecimentos na comunidade. O projeto Ações de Educação em Saúde e de Educação Continuada para Profissionais do SUS da Universidade Estadual de Londrina, desenvolve atividades de educação em saúde vinculadas às demandas apresentadas pelos Centros de Educação Infantil que atua. Objetivos:  Relatar o processo ensino-aprendizagem e os desafios vivenciados em uma atividade extensionista e correlacioná-los com a curricularização da extensão. Metodologia: Trata-se de um estudo descritivo do tipo relato de experiência extensionista, desenvolvido por estudantes do terceiro ao décimo período e professores de Odontologia. O estudo refere-se ao período de 2018 e 2019. Resultados: Foram realizadas ações de educação em saúde sobre adoção de hábitos saudáveis relativos à saúde geral das crianças, pais e cuidadores por meio da elaboração e distribuição de folders. Para os integrantes do projeto, esta demanda foi desafiadora em relação à definição de estratégias, planejamento, conciliação de horários e adoção de recursos que favorecessem a comunicação com a população. Esta experiência extensionista, remeteu à reflexão sobre a amplitude das potencialidades da curricularização da extensão,  porque alia a relevância social e favorece a formação integral do estudante. Porém, o alcance dos objetivos das ações extensionistas e da curricularização da extensão, dependem do envolvimento e dedicação dos docentes e estudantes. Conclusões: Atividades extensionistas e a curricularização da extensão são relevantes para o ensino-aprendizagem e para cumprimento do compromisso social das universidades. São complexas e multifacetadas, para além dos projetos apresentados e da implementação de legislações e diretrizes educacionais.

Palavras-Chave: Relações Comunidade-Instituição; Educação Superior; Educação em Saúde. 

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Lucas Fernando Oliveira Tomaz Ferraresso, Universidade Estadual de Londrina

Discente do Curso de Graduação em Odontologia, Universidade Estadual de Londrina (UEL).

Lucimar Aparecida Britto Codato, Universidade Estadual de Londrina. Departamento de Medicina Oral e Odontologia Infantil, Londrina, PR.

Doutora em Saúde Coletiva, Professora Adjunta, Departamento de Medicina Oral e Odontologia Infantil, Universidade Estadual de Londrina (UEL).

Downloads

Publicado

08-05-2021

Como Citar

OLIVEIRA TOMAZ FERRARESSO, L. F.; BRITTO CODATO, L. A. APRENDIZADOS E REFLEXÕES ADVINDOS DE ATIVIDADE EXTENSIONISTA DE EDUCAÇÃO EM SAÚDE EM CENTROS DE EDUCAÇÃO INFANTIL. Revista Ciência Plural, [S. l.], v. 7, n. 2, p. 132–148, 2021. DOI: 10.21680/2446-7286.2021v7n2ID22312. Disponível em: https://periodicos.ufrn.br/rcp/article/view/22312. Acesso em: 28 fev. 2024.

Edição

Seção

Relato de experiência