Uma análise do antigo Sistema Brasileiro de Classificação de Meios de Hospedagem a partir do Complexo Turístico do Porto das Dunas, Fortaleza/Brasil

An analysis of the old Brazilian System of Classification of Accommodation Facilities from the Porto das Dunas Tourist Complex, Fortaleza/Brazil

  • Francisca Lúcia Sousa de Aguiar Professora Efetiva nos Cursos de Tecnologia em Hotelaria e Técnico em Hospedagem do Instituto Federal do Ceará – IFCE,Fortaleza/CE, Brasil
  • Adriana Santos Brito Professora Convidada da Pós-Graduação em nível de Especialização Latu Sensu em Docência do Ensino Superior do Instituto Dexter – Desenvolvimento Humano – Parnaíba/PI, Brasil
  • André Riani Costa Perinotto Professor do curso de Bacharelado em Turismo da Universidade Federal do Delta do Parnaíba – UFDPar, Parnaíba/PI, Brasil

Resumo

Nesse trabalho propõem-se analisar os requisitos recomendados pelo Ministério do Turismo do Brasil (MTur) para a classificação da tipologia resort no Sistema Brasileiro de Classificação de Meios de Hospedagem (SBClass) nos três empreendimentos hoteleiros, auto classificados de resorts, que fazem parte do complexo turístico do Porto das Dunas em Fortaleza, Ceará, Brasil. Para tal, buscou-se verificar quais requisitos do SBClass são atendidos pelos resorts desse empreendimento, a partir da Matriz de Classificação do SBClass. Na metodologia utilizou-se a pesquisa documental e de campo, com abordagem qualitativa e método netnográfico. Os instrumentos de coleta de dados foram um (01) questionário contendo dez (10) questões, e a Matriz de Classificação - Tipologia Resort do MTur. A coleta de dados aconteceu a partir de 66 avaliações postadas na plataforma do TripAdvisor, entre março a maio de 2018. A análise dos dados foi realizada por meio do método netnográfico no qual obteve-se um percentual para o atendimento dos requisitos de: infraestrutura, serviços e sustentabilidade, respectivamente: 86%, 83% e 100% de itens obrigatórios presentes nos três resorts do complexo turístico do Porto das Dunas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Francisca Lúcia Sousa de Aguiar, Professora Efetiva nos Cursos de Tecnologia em Hotelaria e Técnico em Hospedagem do Instituto Federal do Ceará – IFCE,Fortaleza/CE, Brasil

Mestre em Gestão de Negócios Turístico da UECE - Diretora do Instituto Federal do Ceará - IFCE Campus Avançado Guaramiranga

Adriana Santos Brito, Professora Convidada da Pós-Graduação em nível de Especialização Latu Sensu em Docência do Ensino Superior do Instituto Dexter – Desenvolvimento Humano – Parnaíba/PI, Brasil

Bacharelado em Turismo pela Universidade Federal do Piauí (UFPI). Especialização em Gestão e Docência do Ensino Superior pela Faculdade Internacional do Delta (FID). Mestrado em Artes Patrimônio e Museologia pela Universidade Federal do Piauí (UFPI). Professora Convidada da Pós-Graduação em nível de Especialização Latu Sensu em Docência do Ensino Superior do Instituto Dexter – Desenvolvimento Humano. Endereço físico para correspondência: Rua James Clark, 1285 (Bairro Nossa Senhora de Fátima). CEP: 64202-200 – Parnaíba – Piauí - Brasil.

André Riani Costa Perinotto, Professor do curso de Bacharelado em Turismo da Universidade Federal do Delta do Parnaíba – UFDPar, Parnaíba/PI, Brasil

Graduado em Turismo pela Universidade Metodista de Piracicaba; Especialista em Docência para Ensino Superior em Turismo e Hotelaria pelo SENAC/SP; Mestre em Geografia pela Universidade Estadual Paulista -UNESP/Rio Claro; Doutor em Ciências da Comunicação - UNISINOS. Professor Adjunto - D.E - Curso de Turismo. UFPI - Universidade Federal do Piauí / CMRV (Parnaíba/PI). Professor do curso de Bacharelado em Turismo da UFDPar. Professor Permanente do Mestrado em Gestão de Negócios Turísticos da UECE.

Publicado
22-07-2020
Como Citar
LÚCIA SOUSA DE AGUIAR, F.; SANTOS BRITO, A.; PERINOTTO, A. R. C. Uma análise do antigo Sistema Brasileiro de Classificação de Meios de Hospedagem a partir do Complexo Turístico do Porto das Dunas, Fortaleza/Brasil. Revista de Turismo Contemporâneo, v. 8, n. 2, p. 168-197, 22 jul. 2020.
Seção
Artigos