Ensino plural pelo viés da interculturalidade

Autores

DOI:

https://doi.org/10.21680/2674-6131.2022v4n2ID30014

Palavras-chave:

Interculturalidade, Ensino, Diversidade

Resumo

O presente estudo propõe analisar as contribuições da interculturalidade no ensino básico brasileiro pensando na diversidade. Esse objetivo geral sinaliza três nortes: conhecer as principais concepções da teoria intercultural para a educação básica; investigar como o processo de globalização transita nesse espaço intercultural; e identificar a interculturalidade na Base Nacional Comum Curricular (2017). A metodologia é qualitativa e bibliográfica. Os resultados apontaram para uma concepção de interculturalidade enquanto teoria que deve ser mobilizada em sala de aula, no âmbito das discussões sobre movimentos, culturas, povos e etnias. Teoria esta que compõe a heterogeneidade global e combater principalmente os preconceitos que envolvem as sociedades contemporâneas. Além disso, a globalização se apresenta como movimento que, por um lado, busca a conexão entre diferentes culturas mas, por outro limita e define o que e quem pode fazer parte dessa sociedade global. Já a BNCC, a partir de dois recortes discursivos, representa as novas orientações educacionais do país que percebem essa nova perspectiva educacional e buscam orientar professores e diretores. Contudo, para que se tenha realmente educação intercultural, mudanças significativas devem começar a ocorrer imediatamente dentro das instituições do Estado, das escolas, e na sociedade de modo geral.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Maruana Kássia Tischer Seraglio, Universidade Federal da Fronteira Sul

Doutoranda e Mestra em Estudos Linguísticos pela Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS). Desenvolve pesquisas na área da Análise de Discurso, com ênfase em discursos políticos e educacionais. Bolsista CAPES.

Zenaide Borre Kunrath, Universidade Comunitária da Região de Chapecó

Mestre em Educação - Universidade Comunitária da Região de Chapecó (Unochapecó).

Publicado

26-12-2022

Como Citar

TISCHER SERAGLIO, M. K.; KUNRATH, Z. B. Ensino plural pelo viés da interculturalidade. Revista Saridh – Linguagem e Discurso, [S. l.], v. 4, n. 2, p. 155–168, 2022. DOI: 10.21680/2674-6131.2022v4n2ID30014. Disponível em: https://periodicos.ufrn.br/RevSaridh/article/view/30014. Acesso em: 20 maio. 2024.