A performance musical das pessoas com deficiência visual

  • Shirlei Escobar Tudissaki Universidade Estadual Paulista – UNESP
Palavras-chave: Deficiência visual, Performance musical, Musicografia braille, Memória musical

Resumo

Este artigo teve como objetivo focalizar algumas das questões envolvidas na performance musical de pessoas com deficiência visual, a saber: os tipos de deficiência visual (baixa visão e cegueira; deficiência visual congênita e adquirida); a musicografia braille; os tipos de memória; a memória musical; e como se desenvolve a memória para o músico com deficiência visual. Para tanto, foi realizada uma pesquisa qualitativa/quantitativa, utilizando a entrevista semiestruturada e o questionário como técnicas para coleta de dados. A revisão de literatura, por sua vez, concentrou-se em textos relacionados à Música, Educação, Cognição Musical e Medicina.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Shirlei Escobar Tudissaki, Universidade Estadual Paulista – UNESP

Doutora e Mestra em Música pela Universidade Estadual Paulista (UNESP). Possui pós-graduação lato sensu em Ed. Especial pela Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO) e Bacharelado em Piano. Atualmente é professora convidada do Mestrado Profissional em Artes da UNESP, artista professora da Escola Municipal de Iniciação Artística (EMIA) e do Instituto Fukuda. Foi coordenadora e professora no setor de Educação Musical do Conservatório de Tatuí, professora da Licenciatura em Educação Musical da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), coordenadora e professora da Pós-graduação Lato Sensu em Educação Musical da Alpha Cursos e professora da Pós-Graduação Lato sensu em Metodologia do Ensino de Música do IBPEX. Atuou no Projeto Guri, onde foi coordenadora pedagógica de 29 livros didáticos. É autora de artigos científicos, capítulos de livros e do livro Ensino de música para pessoas com deficiência visual, lançado em 2015, pelo Selo Cultura Acadêmica da Editora UNESP.

Referências

ATKINSON, R. C.; SHIFFRIN, R. M. Human memory: a proposed system and its control processes. In: SPENCE, K. W.; SPENCE, T. J. (eds.). The psychology of learning and motivation: advances in research and theory. New York: Academic, v. 2, p. 89-195, 1968.

BARDIN, L. Análise de conteúdo (ed. revista e ampliada). Tradução Luís Antero Reto e Augusto Pinheiro. São Paulo: Edições 70, 2016.

BONILHA, F. F. G. Do toque ao som: O ensino da musicografia braille como um caminho para a educação musical inclusiva. 2010. 261 f. Tese (Doutorado em Música) – Instituto de Artes, Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 2010.

BONILHA, F. F. G. Leitura musical na ponta dos dedos: caminhos e desafios do ensino de musicografia braille na perspectiva de alunos e professores. 2006. 226 f. Dissertação (Mestrado em Música) – Instituto de Artes, Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 2006.

BRAZ, A. L. N. Memória: tipos de atributos. In: LIMA, S. R. A. (Org.). Memória, performance e aprendizado musical: um processo interligado. Jundiaí: Paco, 2013.

COSTA, G. M. Um olhar musical: minhas impressões sobre o ensino de música para deficientes visuais. Belo Horizonte: Ed. do autor, 2009.

GIESTEIRA, A. C.; GODALL, P.; ZATTERA, V. La enseñanza de la musicografía braille: consideraciones sobre la importancia de la escritura musical en braille y la transcripción de materiales didácticos. Revista da ABEM, Londrina, v. 23, n. 34, p. 138-151, jan-jun./2015.

GIL, M. Deficiência visual. Brasília: MEC/Secretaria de Educação à Distância, 2000.

GUERREIRO, R. M. M. O processo ensino-aprendizagem do violino a crianças cegas. 2014. 218 f. Relatório de estágio (Mestrado em Ensino da Música), Instituto Politécnico de Lisboa, Escola Superior de Música de Lisboa, Lisboa, Portugal, 2014.

IZQUIERDO, I. Memória. 2 ed. São Paulo: Artmed, 2011.

LEÃO, E. Aprendizagem e memória: implicações para a educação musical. In: LIMA, S. R. A. (Org.). Memória, performance e aprendizado musical: um processo interligado. Jundiaí: Paco, 2013.

LIMA, S. R. A.; APRO, F.; CARVALHO, M. Performance, prática e interpretação musical: significados e abrangências. In: LIMA, S. R. A. (org.). Performance & interpretação musical: uma prática interdisciplinar. São Paulo: Musa, 2006.

LOPES, P. C. C.; SERFATY, C. A. Aspectos biológicos da deficiência visual. Rio de Janeiro: UNIRIO, 2008.

MAUÁ, P. E. Ensino de música para cegos sem braile: desafio ou loucura? – a eficácia do ensino de música para adultos com deficiência visual adquirida sem conhecimento de musicografia braile. 2017. 120 f. Dissertação (Mestrado em Comunicação Acessível), Escola Superior de Educação e Ciências Sociais, Instituto Politécnico de Leiria, Leiria, Portugal, 2017.

MELO, M. W. S. Acessibilidade na educação musical para educandos com deficiência visual no contexto da sala de aula. 2014. 236 f. Tese (Doutorado em Educação) – Faculdade de Educação, Universidade Federal da Bahia, Salvador, 2014.

ROCHA, S. S. Estratégias de ensino-aprendizagem da formação musical para alunos cegos e de baixa visão integrados no grupo-turma. 2016. 92 f. Relatório final (Mestrado em Ensino de Música), Instituto Superior de Estudos Interculturais e Transdisciplinares de Viseu, Instituto Piaget, Universidade de Viseu, Viseu, Portugal, 2016.

SPRATT, C.; WALKER, R.; ROBINSON, B. Mixed research methods. Commonwealth of Learning, 2004. Disponível em: http://tutor.nmmu.ac.za/med/Articles/MixedMethods.pdf. Acesso em: 10 out. 2018.

SQUIRE, L.; KANDEL, R. Memória: da mente as moléculas. Porto Alegre: Artmed, 2003.

TRINDADE, B. G. P. Abordagem musical CLATEC: uma proposta de ensino de música incluindo educandos com deficiência visual. 2008. 402 f. Tese (Doutorado em Educação) – Faculdade de Educação, Universidade Federal da Bahia, Salvador, 2008.

TUDISSAKI, S. E. A performance musical da pessoa com deficiência visual. 2019. Tese (Doutorado em Música) – Instituto de Artes, Universidade Estadual Paulista, São Paulo, 2019.

TUDISSAKI, S. E. Ensino de música para pessoas com deficiência visual. São Paulo: Selo Cultura Acadêmica/Editora Unesp, 2015.

TUDISSAKI, S. E.; LIMA, S. R. A. A Musicografia Braille como recurso pedagógico para a aprendizagem musical de deficientes visuais. In: VIII Encontro Regional Sudeste da Associação Brasileira de Educação Musical, 2012, São Paulo. Anais... São Paulo: Unesp, p. 949-960, 2012.

VIANNA, P. M. M.; RODRIGUES, M. R. C. Psicologia do desenvolvimento e da linguagem do deficiente visual. Rio de Janeiro: UNIRIO, 2008.

ZAMACOIS i SOLER, J. Temas de pedagogía musical. Barcelona: Quiroga, 1973.

Publicado
10-12-2020
Como Citar
ESCOBAR TUDISSAKI, S. A performance musical das pessoas com deficiência visual. ARJ – Art Research Journal / Revista de Pesquisa em Artes, v. 7, n. 2, 10 dez. 2020.