Atravessamentos subterrâneos da serpente e da ninfa entre Aby Warburg e Carolee Schneemann

Autores

DOI:

https://doi.org/10.36025/arj.v9i1.29686

Palavras-chave:

Representação e Mimesis, Montagem, Fotografia, Historiografia da Arte, Teoria da Arte

Resumo

Este artigo propõe retornar a conceitos operatórios cunhados por Aby Warburg, para explorar sua potência heurística na historiografia da arte contemporânea, mediante a problematização da expansão do gesto pictórico de Carolee Schneemann em performances inaugurais dos anos 1960. A abertura da obra de Schneemann mediante preceitos teórico-metodológicos warburguianos, revela-se como montagem de tempos heterogêneos, no que concerne às noções de ninfa como objeto teórico e de representação, entre os poderes miméticos propiciatórios e o conceito clássico de mimesis. Para tal, são discutidos elementos dos retornos a Warburg por Hubert Damisch e Georges Didi-Huberman. O diálogo proposto permite refletir sobre a utilização de regimes de temporalidade e de visualidade, agenciados em função de problemas que emergem dos deslocamentos epistêmicos de seus atravessamentos subterrâneos, em especial acerca do estatuto poético e teórico da fotografia nas obras de Warburg e Schneemann.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Vera Pugliese, Universidade de Brasília (UnB)

Vera Pugliese (PhD) é professora do Instituto de Artes da Universidade de Brasília, atuando junto ao Programa de Pós-Graduação em Artes Visuais e ao Bacharelado em Teoria, Crítica e História da Arte. Desenvolve pesquisa sobre Teoria e Historiografia da Arte, sobretudo acerca dos estudos warburguianos e o retorno a Aby Warburg na contemporaneidade. Vive e trabalha em Brasília, Brasil.

Referências

AGAMBEN, Giorgio. Aby Warburg e la scienza senza nome (1975). Rivista Aut Aut, Milão, n.199-200, p. 51-66, (jan.-abr. 1984) reed. 1998. Disponível em: http://autaut.ilsaggiatore.com/2011/01/199-200-1984/. Acesso em: 25 fev. 2018.

ANDRADE, Marco P. Acconci, Oppenheim, Schneemann e Barney: uma introdução aos tratados experimentais do corpo. Anais do XXXVI Colóquio do Comitê Brasileiro de História da Arte, 2017, v. 1, p. 686-695. Disponível em: http://www.cbha.art.br/coloquios/2016/anais/pdfs/4_Marco%20Andrade.pdf. Acesso em: 02/08/2018.

BATAILLE, Georges. Manet (1955). Œuvres complètes. v. 9, Paris: Gallimard, 1979, p. 103-167.

BINSWANGER, Ludwig. La guarigione infinita: Istoria clinica di Aby Warburg. Tradução de Chantal Marazia e Davide Stimilli. Vincenza: Neri Pozza, 2005.

BREITWIESER, Sabine (org.). Carolee Schneemann: Kinetic Painting. Catálogo. Munich: Prestel; Salzbourg: Museum der Moderne Salzburg, 2015.

BURCKHARDT, Jacob. A cultura do Renascimento na Itália. Brasília: Editora UnB, 1991.

CAMPOS, Daniela Q. Ninfa: a imagem da vida em movimento. Concinnitas, a. 19, n. 34, p. 55-80, dez. 2018. Disponível em https://www.e-publicacoes.uerj.br/index.php/concinnitas/article/viewFile/39886/27951. Acesso em: 29 jan. 2019.

DAMISCH, Hubert. Le Jugement de Pâris: Iconologie analytique I. Paris: Flammarion, 1992.

DERRIDA, Jacques. Gramatologia. São Paulo: Perspectiva, 2004.

DESPOIX, Philippe. Conférence-projection et performance orale: Warburg et le mythe de Kreuzlingen. Intermédialités: Histoire et théorie des arts, des lettres et des techniques, n. 24-25, não paginado, out. 2014-primav. 2015. Disponível em: https://www.erudit.org/en/journals/im/2014-n24-25-im02279/1034167ar/. Acesso em: 10 set. 2018.

DEZEUZE, Anna. Meat Joy: All good clean fun asks. Art Monthly, n. 257, não paginado, jun. 2002. Disponível em: https://www.artmonthly.co.uk/magazine/site/article/meat-joy-by-anna-dezeuze-2002. Acesso em: 15 set. 2018.

DIDI-HUBERMAN, Georges. Atlas ou le gai savoir inquiet. Paris: Minuit, 2011.

DIDI-HUBERMAN, Georges. Devant les temps: l’histoire de l’art et anachronisme des images. Paris: Minuit, 2000.

DIDI-HUBERMAN, Georges. L´Image Survivante: Histoire de l´art et temps des fantômes selon Aby Warburg. Paris: Minuit, 2002b.

DIDI-HUBERMAN, Georges. Ninfa moderna: Essai sur le drapé tombé. Paris: Flammarion, 2002a.

DIDI-HUBERMAN, Georges. Prefácio. MICHAUD, P.-A. Aby Warburg e a imagem em movimento. Rio de Janeiro. Contraponto, 2013, p. 17-28.

FORSTER, Kurt. Aby Warburg: His Study of Ritual and Art on Two Continents”. October, n. 77, p. 5-14, 1996

FRANCASTEL, Pierre. Pintura e Sociedade. São Paulo: Martins Fontes, 1990.

FREUD, Sigmund. A interpretação dos sonhos. Rio de Janeiro: Imago, 2001.

FREUD, Sigmund. O mal-estar na civilização. Rio de Janeiro: Imago, 1997.

GENETTE, Gérard. Palimpsestes. Paris: Seuil, 1982.

GINZSBURG, Carlo. De A. Warburg a E. H. Gombrich: Notas sobre um problema de método. Mitos emblemas sinais. São Paulo: Companhia das Letras, 1991, p. 41-93.

GOMBRICH, Ernst H. Aby Warburg: An intelectual biography. Londres: Warburg Institute, 1970.

GOMBRICH, Ernst H. Reflexões sobre a “revolução grega”. Arte e ilusão. São Paulo: Martins Fontes, 1995, p. 123-155.

GREENBERG, Clement. Vers un Laocoon plus neuf. Appareil, n. 17, p. 1-13, 2016. Disponível em: http://journals.openedition.org/appareil/2288. Acesso em: 9 dez. 2018

KLEIN, Yves. Extrato de 27 de novembro de 1960. Le journal d'un seul jour, 1960. Disponível em: //www.yvesklein.com/fr/oeuvres/serie/1/anthropometries/?of=5. Acesso em: 15 jul. 2019.

KRAUSS, Rosalind. A escultura no campo ampliado. Revista Gávea, Rio de Janeiro: PUC-RJ, n. 1, 1984, p. 87-93.

LÉVY-BRUHL, Lucien. A mentalidade primitiva. São Paulo: Paulus: 2008

LYOTARD, Jean-François. Discurso, Figura. Barcelona: Gustavo Gil, 1979.

MICHAUD, Philippe-Alain. Aby Warburg e a imagem em movimento. Rio de Janeiro. Contraponto, 2013.

MORGAN, Robert C. Carolee Schneemann: The Politics of Eroticism. bArt Journal, v.56, n.4, Performance Art, p. 97-100, inv. 1997. Disponível em: https://www.jstor.org/stable/777735?newaccount=true&read-now=1&seq=1#page_scan_tab_contents. Acesso: 29/04/2018.

O’DELL, Kathy. Fluxus Feminus. TDR, Cambridge, Massachusetss, Vol. 41, n. 1, 1997 43–60, Spring 1997. https://www.jstor.org/stable/1146571?read-now=1&seq=1#page_scan_tab_contents

PALUMBO-MOSCA, Elena. Témoignage d'Elena Palumbo-Mosca. Disponível em: http://www.yvesklein.com/fr/articles/view/8/temoignage-d-elena-palumbo-mosca/. Acesso: 27/09/2019.

PANOFSKY, Erwin. A perspectiva como forma simbólica. Lisboa: Edições 70, 1993.

PLÍNIO, O VELHO. História Natural (Livro 35). LICHTENSTEIN, J. (org.). A pintura: textos essenciais. São Paulo: Editora 34, Vol. 1, 2004, p. 73-86.

RECHT, Roland. A escritura da história da arte diante dos modernos. HUCHET, Stéphane. Fragmentos de uma Teoria da Arte. São Paulo, EDUSP, 2012, p. 33-60.

REILLY, Maura. Carolee Schneemann: “Em que se transformou a pintura?”. Performatus, Ano 4, n.16, jul. 2016, p. 1-10. Disponível em: https://performatus.net/traducoes/carolee-schneemann-pintura/. Acesso em: 25 fev. 2018.

SAXL, Fritz. La visita di Warburg nel Nuovo Messico (1957). Rivista Aut Aut, Milão, n.199-200, p. 10-16, (jan.-abr. 1984) reed. 1998. Disponível em: http://autaut.ilsaggiatore.com/2011/01/199-200-1984/. Acesso em: 25 fev. 2018.

SCHNEEMANN, Carolee, The Obscene Body/Politic. Art Journal, v. 50, n. 4, p. 28-35, inv. 1991. Disponível em: https://eportfolios.macaulay.cuny.edu/gillespie17/files/2017/10/Schneeman.pdf. Acesso em: 20 fev. 2018.

SCHNEEMANN, Carolee. Imaging Her Erotics: Essays, Interviews, Projetcs. Massachusetts: MIT Press, 2003.

SCHNEEMANN, Carolee. More Than Meat Joy: Performance Works and Selected Writings. New York: Documentext, 1997.

SCHNEIDER, Rebecca. The Explicit Body In Performance. New York: Routledge, 2002.

STEINBERG, Leo. Outros Critérios. São Paulo: Cosac Naify, 2008.

SZALAY, Jessie. Garter Snake Facts. Live Science, 11/12/2014. Disponível em: https://www.livescience.com/44072-garter-snake.html. Acesso em: 04 mar. 2019.

WARBURG, Aby Memórias de Viagem à região dos índios pueblos na América do Norte. Histórias de fantasmas para gente grande - Aby Warburg. São Paulo: Companhia das Letras, 2015b, p. 255-287.

WARBURG, Aby O Déjeuner sur l’Herbe de Manet. Histórias de fantasmas para gente grande - Aby Warburg. São Paulo: Companhia das Letras, 2015c, p. 349-362.

WARBURG, Aby. A arte italiana e a astrologia internacional no Palazzo Schifanoia, em Ferrara (1912). A renovação da Antiguidade pagã. Rio de Janeiro: Contraponto, 2013c, p. 453-513.

WARBURG, Aby. Ghiberti e o Laocoonte de Lessing (1889). Aby Warburg. A Presença do Antigo: Escritos inéditos. V. 1. Tradução: Cássio Fernandes. Campinas: Unicamp, 2018, p. 53-64.

WARBURG, Aby. Imagens da região dos índios pueblos na América do Norte. Histórias de fantasmas ara gente grande - Aby Warburg. São Paulo: Companhia das Letras, 2015a, p. 199-253.

WARBURG, Aby. Mnemosyne. Revista Arte & Ensaios, Revista do Programa de Pós-Graduação em Artes Visuais, EBA/UFRJ, Rio de Janeiro, ano XVII, n. 19, p. 131-141, 2009. p. 125-131, 2009. Disponível em: https://www.ppgav.eba.ufrj.br/wp-content/uploads/2012/01/ae22_dossie_Cezar-Bartholomeu_Aby-Warburg_Giorgio-Agamben1.pdf. Acesso em: 03 jul. 2013.

WARBURG, Aby. Ninfa fiorentina. Fragmento de um projeto sobre Ninfas. Manuscrito Warburg Institut. Arquivo III.55.2 de A. Warburg a Andre Jolles. Disponível em: http://www.proymago.pt/Warburg-Txt-3. Acesso em: 15/01/2018.

WARBURG, Aby. O Nascimento de Vênus e A Primavera de Sandro Botticelli (1893). A renovação da Antiguidade pagã: contribuições científico-culturais para a história do Renascimento europeu. Rio de Janeiro: Contraponto, 2013a, p. 3-87.

WARBURG, Aby. Os figurinos teatrais para os entreatos de 1589 (1895). A renovação da Antiguidade pagã. Rio de Janeiro: Contraponto, 2013b, p. 339-425.

WEDEKIN, Luana M. No caminhar da ninfa: processos de potencialização e domesticação da imagem em Warburg e Panofsky. Anais do 27o Encontro da Associação Nacional de Pesquisadores em Artes Plásticas [2018]. São Paulo: ANPAP, 2019, p. 1929-1946. Disponível em: http://anpap.org.br/anais/2018/content/PDF/27encontro______WEDEKIN_Luana_Maribele.pdf. Acesso em: 27 out. 2019.

WEIGEL, Sigrid. Le Rituel du Serpent d’Aby Warburg: Correspondances entre la lecture de textes culturels et de textes écrits. Trivium, n. 10, p. , 2012. Disponível em: http://journals.openedition.org/trivium/4125. Acesso: 9 dez. 2014.

WIND, Edgar. On a recent biography of Warburg. Eloquence of symbols, 1992, p. 161-173.

Downloads

Publicado

28-07-2022

Como Citar

PUGLIESE, V. Atravessamentos subterrâneos da serpente e da ninfa entre Aby Warburg e Carolee Schneemann. ARJ – Art Research Journal: Revista de Pesquisa em Artes, [S. l.], v. 9, n. 1, 2022. DOI: 10.36025/arj.v9i1.29686. Disponível em: https://periodicos.ufrn.br/artresearchjournal/article/view/29686. Acesso em: 26 set. 2022.

Edição

Seção

Antiguidades, sobrevivências, renascimentos / Antigüedades, supervivencias, renacimientos