“Leonídia: ela é doida?”; Produção Partilhada do Conhecimento e Criação Cênica Polifônica

Autores

  • Marta Simões Peres Universidade Federal do Rio de Janeiro
  • André Meyer Alves de Lima Universidade Federal do Rio de Janeiro

DOI:

https://doi.org/10.36025/arj.v3i2.9534

Palavras-chave:

teatro, dança, produção partilhada do conhecimento, estudos da deficiência, luta antimanicomial

Resumo

Este trabalho aborda a criação do espetáculo “Leonídia: ela é doida?”, pela “Trupe DiVersos”, do Projeto Paratodos/UFRJ, apresentado por skype no “Seminário Internacional Corpos Diferenciados na Arte Contemporânea” (UFRN, Natal, dezembro/2014), acrescido dos principais desdobramentos dessa criação desde então. Leonídia é fruto do curso de extensão “Criação Cênica Polifônica” (CCP), cuja ideia central consistiu em aplicar as noções de Produção Partilhada do Conhecimento (PPC) (Bairon e Lazaneo, 2012) e de polifonia (Bakhtin, 2010) na cena. Somados ao contato com manifestações de culturas tradicionais do Brasil, os conceitos materializam-se em realização artística e demais produções: eventos acadêmicos, material audiovisual e este artigo. A criação, roteirização e montagem de um espetáculo por um grupo que tem como característica a diversidade aposta no aumento da permeabilidade entre universidade

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Marta Simões Peres, Universidade Federal do Rio de Janeiro

Professora associada do Departamento de Arte Corporal/graduações em Dança/Escola de Educação Física e Despostos / Universidade Federal do Rio de Janeiro

André Meyer Alves de Lima, Universidade Federal do Rio de Janeiro

Professor Adjunto da UFRJ (Departamento de Arte Corporal/Dança/EEFD). Doutor em Ciências, área de concentração Educação, Difusão e Gestão em Biociências, Instituto de Bioquímica Médica da UFRJ (2012), graduado em Educação Física (EEFD/UFRJ, 1987), com mestrado em Ciência da Arte (UFF, 2002). Publicou o livro Poética da Deformação na Dança Contemporânea (Monteiro Diniz, 2004) e dirige a Cia de Dança Contemporânea da UFRJ. 

Referências

AMARANTE, Paulo (coord). Loucos pela Vida. A trajetória da Reforma Psiquiátrica no Brasil. 2a edição. Rio de Janeiro: Fiocruz, 2010.

BAIRON, Sergio. Lazaneo, Caio. Produção Partilhada de Conhecimento: do filme à hipermídia. Intercom. Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação. XXXV Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação. Fortaleza, 2012.

BAKHTIN, Mikhail. Problemas da Poética de Dostoiévski. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2010.

FERNANDES, Ciane. O Corpo em Movimento: o Sistema Laban/Bartenieff na formação e pesquisa em Artes Cênicas. São Paulo: Ed. Annablume, 2002.

FERREIRA, Marcos Ribeiro; BOTOMÉ, Sílvio Paulo. Deficiência física e inserção social: a formação dos recursos humanos. Caxias do Sul: Ed. da Fundação Universidade de Caxias do Sul: 1984.

FRAGA, Myriam. Leonídia: a musa infeliz do poeta Castro Alves. Salvador: Casa de Palavras, 2002.

LIMA, André Meyer Alves. A poética da deformação na dança contemporânea. Rio de Janeiro: Editora Monteiro Diniz, 2004.

LOBO, Lilia Ferreira. Infames da História; os Pobres, Escravos e Deficientes no Brasil. Rio de Janeiro: Lamparina, 2009.

MARTINS, Bruno Sena; FONTES, Fernando; HESPANHA, Pedro; BERG, Aleksandra. Emancipação dos Estudos da Deficiência. Revista Crítica de Ciências Sociais. 2012 (p. 45-64)

PACHECO, Lilian. A Pedagogia Griô: educação, tradição oral e política da diversidade. Revista Diversitas , São Paulo:USP. ano 2 n.3. set 2014/mar 2015. p. 22-99.

PERES, Marta Simões. Paratodos. Diversidade, dança e saúde. in Ferraz, Wagner e Mozzini, Camila. Estudos do corpo: encontros com arte e educação. Porto Alegre: Indepin, 2013

PERES, Marta. Justino, Gessica. Corpo Humano e Danças Brasileiras/jongo. uma proposta didática com teoria e prática. Artefactum - Revista de estudos em Linguagens e Tecnologia. Rio de Janeiro, n. 1. fev, 2015.

ROMAN, Artur Roberto. O conceito de Polifonia em Bakhtin. O trajeto polifônico de uma metáfora. Letras, Curitiba, Ed UFPR. n. 41-42. p 207-220. 1993.

SAUR, Ellen; JOHANSEN, Oddbjørn. Stepping into the unknown – welfare, disability, culture and theatre as an opportunity for equality? Research in Drama Education. Vol. 18 (3). 2013.

TEIXEIRA, Letícia. Conscientização do Movimento. Uma prática corporal. Rio de Janeiro: Caioá, 1998.

Arquivos adicionais

Publicado

18-12-2016

Como Citar

PERES, M. S.; LIMA, A. M. A. de. “Leonídia: ela é doida?”; Produção Partilhada do Conhecimento e Criação Cênica Polifônica. ARJ – Art Research Journal: Revista de Pesquisa em Artes, [S. l.], v. 3, n. 2, p. 66–81, 2016. DOI: 10.36025/arj.v3i2.9534. Disponível em: https://periodicos.ufrn.br/artresearchjournal/article/view/9534. Acesso em: 6 jul. 2022.