Estratégia, método e conteúdo: três componentes para compreensão das campanhas contemporâneas de desinformação

Autores

  • Max Silva Fundação João Pinheiro
  • Beatriz Valadares Cendón Universidade Federal de Minas Gerais

DOI:

https://doi.org/10.21680/2447-7842.2022v8n1ID27527

Palavras-chave:

desinformação, fake news, usuário de informação, estratégia de desinformação, dinâmica da desinformação

Resumo

 A profusão de desinformação na web atualmente ocorre com emprego de crescente refinamento e emprego de recursos tecnológicos, linguísticos e métodos capazes de amplificar seu alcance. O presente trabalho buscou compreender, a partir de revisão de literatura, estratégias, métodos e forma de organização do conteúdo nas campanhas de desinformação contemporâneas para propor um modelo para compreensão e análise dessas campanhas. Foram realizadas pesquisas em diversas bases de dados que resultaram na identificação de 18 trabalhos que discutem a dinâmica da desinformação – elementos constitutivos anteriores à manifestação do fenômeno. O conteúdo dessa revisão foi organizado em uma tipologia própria que permitiu conceber três componentes básicos das campanhas de desinformação contemporâneas: estratégia, método e conteúdo. O trabalho descreve e discute esses componentes, cuja compreensão contribui para a análise da desinformação e o desenvolvimento de ferramentas dissuasivas, mitigatórias ou corretivas. O trabalho evidenciou que as campanhas ocorrem com elevado grau de profissionalismo, planejamento e financiamento, de tal forma que soluções simplórias de enfrentamento da desinformação tendem a ser pouco eficazes. Ações de letramento e desenvolvimento de competências informacionais precisam ser acompanhadas de outras iniciativas por parte de governos e empresas de tecnologia da informação. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Max Silva, Fundação João Pinheiro

Doutor em Gestão e organização do conhecimento pela Universidade Federal de Minas Gerais.Mestre em Administração Pública pela Fundação João Pinheiro. Graduado em Sistemas de Informação pela Universidade FUMEC. Graduado em Filosofia pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais.

Beatriz Valadares Cendón, Universidade Federal de Minas Gerais

Professora Titular do Programa de Pós Graduação em Gestão & Organização do Conhecimento da Escola de Ciência da Informação da Universidade Federal de Minas Gerais (Nível 5 - CAPES). Possui os títulos de Doutora e Mestre em Ciência da Informação pela University of Texas at Austin (1996, 1990). Formada em Engenharia Econômica pela Fundação Dom Cabral (Especialização,1984) e em Engenharia Civil pela Universidade Federal de Minas Gerais (Graduação, 1980). Exerceu os cargos de Diretora da Escola de Ciência da Informação da UFMG (2010), Vice-Diretora (2006-2010) e Chefe do Departamento de Organização e Tratamento da Informação (2002-2006) da Escola de Ciência da Informação da UFMG. Coordenadora do Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação da ECI/UFMG (2014-2015). Consultora científica da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP), CAPES e CNPq.

Downloads

Publicado

21-04-2022

Como Citar

SILVA, M. .; VALADARES CENDÓN, B. Estratégia, método e conteúdo: três componentes para compreensão das campanhas contemporâneas de desinformação. BiblioCanto, [S. l.], v. 8, n. 1, p. 21–44, 2022. DOI: 10.21680/2447-7842.2022v8n1ID27527. Disponível em: https://periodicos.ufrn.br/bibliocanto/article/view/27527. Acesso em: 1 fev. 2023.

Edição

Seção

Artigos