CRISE SOBRE CRISE: A PANDEMIA DE COVID-19, AS FAKE NEWS E A CRISE DO ESTADO DEMOCRÁTICO DE DIREITO NO BRASIL

  • Jorge Adriano da Silva Junior Universidade Federal da Bahia

Resumo

RESUMO
A intensificação das comunicações sociais e o “encurtamento” de distâncias, na sociedade moderna, representam condições de possibilidade e riscos para a própria manutenção da ordem social, considerando a facilidade de compartilhamento de crises entre as diversas regiões do globo. Nesse contexto, o presente trabalho busca identificar a relação entre as políticas públicas de combate ao Covid-19 e a condução autoritária da política, em uma crise democrática concomitante à crise sanitária brasileira. A imunização social em face da pandemia de Covid-19 dependeu da eficiente comunicação dos sistemas sociais, no sentido de se orientarem pelas informações do sistema científico e sanitário buscando achatar a curva de infectados. Todavia, a crise sanitária coincidiu com uma crise interna do sistema político democrático em diversas regiões do mundo, como o Brasil. Através de uma pesquisa exploratória e documental, empreendendo um tratamento analítico sobretudo dos relatos jornalísticos contemporâneos, bem como bibliográfica, podemos concluir que no Brasil, a crise interna da democracia, com a politização das informações científicas e sanitárias, divulgação de fake news e crises federativas e institucionais orientadas pelo código amigo/inimigo, favoreceram o ineficiente controle epidemiológico do Covid-19.

Palavras-chave: Covid-19. Crise democrática. Teoria dos sistemas. Pandemia.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
20-08-2021
Como Citar
SILVA JUNIOR, J. A. DA. CRISE SOBRE CRISE: A PANDEMIA DE COVID-19, AS FAKE NEWS E A CRISE DO ESTADO DEMOCRÁTICO DE DIREITO NO BRASIL. Revista Digital Constituição e Garantia de Direitos, v. 14, n. 3, p. 45-69, 20 ago. 2021.
Seção
25ª EDIÇÃO - DIREITOS HUMANOS NO BRASIL