Práticas corporais e velhice: uma relação possível

  • Everaldo Robson de Andrade
  • José Pereira de Melo
Palavras-chave: Velhice. Práticas corporais. Educação. Educação física.

Resumo

O presente texto tem com objetivo principal refletir sobre uma intervenção pedagógica realizada com os velhos que residem no Instituto Juvino Barreto. Na ocasião, elaboramos e vivenciamos, juntamente com o referido público, práticas corporais que levaram em consideração os desejos, os limites e as possibilidades de cada velho envolvido no estudo. Nossa pesquisa de natureza qualitativa e de cunho etnográfico teve como instrumento de coleta de dados a observação participante e a da entrevista semi-estruturada. Como resultado, nossas reflexões apontam para a necessidade de envolvermos os velhos na escolha, elaboração e desenvolvimento das práticas corporais que a eles são destinadas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Everaldo Robson de Andrade
Prof. Ms. Everaldo Robson de Andrade | Universidade Federal do Rio Grande do Norte | Grupo de Pesquisa Corpo e Cultura de Movimento (GEPEC) | E-mail: everaldorobson@gmail.com
José Pereira de Melo
Prof. Dr. José Pereira de Melo | Universidade Federal do Rio Grande do Norte | Grupo de Pesquisa Corpo e Cultura de Movimento (GEPEC) E-mail: melo@digi.com.br
Publicado
15-09-2008
Como Citar
Andrade, E. R. de, & Melo, J. P. de. (2008). Práticas corporais e velhice: uma relação possível. Revista Educação Em Questão, 33(19). Recuperado de https://periodicos.ufrn.br/educacaoemquestao/article/view/3928
Seção
Artigos