Práticas pedagógicas e ensino integrado

  • Ronaldo Marcos de Lima Araujo Universidade Federal do Pará
  • Gaudêncio Frigotto Universidade do Estado do Rio de Janeiro
Palavras-chave: Ensino médio. Ensino integrado. Práticas pedagógicas.

Resumo

Trata-se, nesse artigo, de práticas pedagógicas articuladas ao projeto de ensino integrado. Por meio de pesquisa bibliográfica e tendo como referência principal educadores marxistas, em particular, Pistrak (2009), problematizam-se possíveis soluções apenas didáticas para o projeto de ensino integrado e afirma-se que o desenvolvimento de práticas pedagógicas integradoras requer, principalmente, soluções ético-políticas. Sustenta-se que o essencial é vincular o ensino ao trabalho real dos alunos, valorizando a sua auto-organização e requerendo uma atitude humana transformadora. Com base nessas referências, são sistematizadas orientações para ação didática integradora valorizando o trabalho coletivo, a problematização e auto-organização como estratégias principais para a formação dos sujeitos solidários, críticos e autônomos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ronaldo Marcos de Lima Araujo, Universidade Federal do Pará

Prof. Dr. Ronaldo Marcos de Lima Araujo

Universidade Federal do Pará

Instituto de Ciências da Educação | ICED

Programa de Pós-Graduação em Educação

Grupo de Estudos e Pesquisas sobre Trabalho e Educação | GEPTE

Pesquisador produtividade do CNPq

E-mail | rlima@ufpa.br
Gaudêncio Frigotto, Universidade do Estado do Rio de Janeiro

Prof. Dr. Gaudêncio Frigotto

Universidade do Estado do Rio de Janeiro

Faculdade de Educação

Programa de Pós-Graduação em Educação

Grupo Projetos Integrados de Pesquisa em Trabalho, História, Educação e Saúde | THESE

Pesquisador produtividade do CNP

E-mail | gfrigotto@globo.com

Referências

ARAUJO, José Carlos Souza. Para uma análise das representações sobre as técnicas de ensino. In: VEIGA, Ilma Passos de Alencastro (Org.). Técnicas de ensino: por que não? São Paulo: Papirus, 1991.

ARAUJO, Ronaldo Marcos de Lima. Desenvolvimento de competências profissionais: as incoerências de um discurso. 2001. 218f. Tese (Doutorado em Educação) – Programa de Pós-Graduação em Educação, Universidade Federal de Minas Gerais. Belo Horizonte, 2001.

ARAUJO, Ronaldo Marcos de Lima; RODRIGUES, Doriedson do Socorro. Filosofia da práxis e ensino integrado: uma questão ético-política. In: OLIVEIRA, Ramon (Org.). Jovens, ensino médio e educação profissional. São Paulo: Papirus, 2012.

BARROS, Kátia de Oliveira. A escola de tempo integral como política pública educacio- nal: a experiência de Goianésia (2001-2006). 2008. 205f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Programa de Pós-Graduação em Educação, Universidade de Brasília, Brasília, 2008.

JANTSCH, Ari Paulo; BIANCHETTI, Lucídio. Interdisciplinariedade. Petrópolis: Vozes, 1995.

CANDAU, Vera Maria. Rumo a uma nova didática. Petrópolis: Vozes, 1995.

COSTA, Ana Maria Rayol da. Integração do ensino médio e técnico: Percepções de alunos do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Pará − IFPA/Campus Castanhal. 2012. 118f. Dissertação (Mestrado em Educação) − Programa de Pós-Graduação em Educação, Universidade Federal do Pará, Belém, 2012.

DEWEY, John. Democracia e educação. São Paulo, Companhia Editora Nacional, 1936.

FRANCO, Maria Ciavatta. A Formação Integrada: a escola e o trabalho como lugares de memória e de identidade. In: FRIGOTTO, Gaudêncio; CIAVATTA, Maria; RAMOS, Marise (Org.). Ensino médio integrado: concepções e contradições. São Paul: Cortez, 2005.

FREITAS, Luiz Carlos, A luta por uma pedagogia do meio: revisitando o conceito. In: PISTRAK (Org.). A escola-comuna. São Paulo: Expressão Popular, 2009.

FRIGOTTO, Gaudêncio. Qualidade e quantidade da educação básica no Brasil: concep- ções e materialidade. Rio de Janeiro, 2012. (Texto impresso).

FRIGOTTO, Gaudêncio. Trabalho e formação docente, contexto histórica e política na América Latina. In: OLIVEIRA, Dalila Andrade; MARTINÉRZ, Deolinda (Org.). Nuevas regulaciones educativas en América Latina. Experiencias y subjetividad. Lima (Perú): Fondo Editorial, 2010.

GADOTTI, Moacir. Concepção dialética da educação. 8 ed. São Paulo: Cortez/Autores Associados, 1992.

LOBATO, Deusa de Nazaré Martins. Didática da educação profissional no SENAI-PA. Belém, 2010. 137f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Programa de Pós-Graduação em Educação, Universidade Federal do Pará, Belém-PA, 2010.

MACHADO, Lucília Regina de Souza. Ensino médio e técnico com currículos integrados: propostas de ação didática para uma relação não fantasiosa. In: MOLL Jaqueline (Org.). Educação profissional e tecnológica no Brasil contemporâneo: desafios, tensões e possibi- lidades. Porto Alegre: Artmed, 2009.

MENDONÇA, Ana Waleska Pollo Campos. O ensino profissional no Brasil: contribuições das pesquisas sobre a história das instituições escolares. In: ARAUJO, Ronaldo Marcos de Lima Araujo; RODRIGUES, Doriedson do Socorro (Org.). A pesquisa em trabalho, educa- ção e políticas educacionais. Campinas: Alínea, 2012.

PISTRAK (Org.). A escola-comuna. São Paulo: Expressão Popular, 2009.

RAMOS, Marise. A Pedagogia das competências: autonomia ou adaptação?. São Paulo: Cortez, 2001.

SILVA, Tomáz Tadeu; MOREIRA, Antônio Flávio. Currículo, cultura e sociedade. São Paulo: Cortez, 2005.

VÁZQUEZ, Adolfo Sánchez. Filosofia da Práxis. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1968.

Publicado
15-08-2015
Como Citar
Araujo, R. M. de L., & Frigotto, G. (2015). Práticas pedagógicas e ensino integrado. Revista Educação Em Questão, 52(38), 61-80. https://doi.org/10.21680/1981-1802.2015v52n38ID7956
Seção
Artigos