Cultura casca-verde: um relato dramático

  • Luciano de Melo Sousa
Palavras-chave: Educação. Cultura piauiense. Arte.

Resumo

CULTURA CASCA-VERDE define-se como uma experiência de releitura da cultura piauiense a partir da educação e das artes. Reconhece que as artes não são uma simples forma de exteriorização da subjetividade: revelam olhares capazes de refletir sobre o mundo. A educação, do mesmo modo, contribui com a elaboração de novas vivências e dizeres sobre os indivíduos e a realidade que habita. Particularmente, a Escola Areolino Leôncio da Silva, na zona rural da capital piauiense, tem proposto relações novas entre escola, comunidade, cultura e arte pautadas pelos princípios da alteridade e da participação (consciente ou não). Sujeitos preteridos da tradicional política cultural escolar são incorporados ao cotidiano da escola: mestres de cultura, artistas, pais, grupo de jovens, universidade (não mais como a enunciadora da boa educação), ongs, fundações de cultura etc.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Luciano de Melo Sousa
Prof. Ms. Luciano de Melo Sousa | Universidade Estadual do Piauí (UESPI) | Vinculado ao Programa de Extensão “Cultura Casca-Verde” | E-mail: companhiapedra@bol.com.br
Publicado
15-09-2008
Como Citar
Sousa, L. de M. (2008). Cultura casca-verde: um relato dramático. Revista Educação Em Questão, 33(19). Recuperado de https://periodicos.ufrn.br/educacaoemquestao/article/view/3929
Seção
Artigos