O ensino militar na Era Vargas e a formação dos policiais militares da Bahia

  • Nilson Carvalho Crusoé Júnior
Palavras-chave: Ensino militar. Era Vargas. Polícia militar da Bahia.

Resumo

O objetivo principal deste artigo é apresentar de forma contextualizada algumas leis e decretos implantados durante o primeiro período de governo Getúlio Vargas no Brasil –, entre 1930 e 1945 –, relativos à instrução e à formação militares, como forma de demonstrar que foi a partir de um projeto político e pedagógico nacional que o treinamento militar de policiais em todo o território nacional passou a ser verdadeiramente exercido. Isso ocorreu basicamente pelo fato de que havia uma necessidade preeminente de se formar um poder centralizado para atender às novas demandas históricas advindas do processo industrializante pelo qual passava o país. Dessa forma, buscaremos focalizar, a partir do exemplo da criação do Centro de Instrução Militar (C.I.M.) na Polícia Militar da Bahia, a maneira pela qual houve a implantação de um ensino técnico militarizante para as polícias, as quais possuem o papel constitucional de serem forças reservas do Exército.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Nilson Carvalho Crusoé Júnior
Prof. Ms. Nilson Carvalho Crusoé Júnior | Universidade Federal da Bahia (UFBA) Grupo de Pesquisa: Poder Político, Sociedade e Região | E-mail: crusoejunior@hotmail.com
Publicado
15-09-2008
Como Citar
Crusoé Júnior, N. C. (2008). O ensino militar na Era Vargas e a formação dos policiais militares da Bahia. Revista Educação Em Questão, 33(19). Recuperado de https://periodicos.ufrn.br/educacaoemquestao/article/view/3934
Seção
Artigos