Sonhos americanos, realidades autoritárias: encontros entre a sociedade democrática de John Dewey e a era Vargas

  • Jerry Dávila University of North Carolina at Charlotte
Palavras-chave: John Dewey. Anísio Teixeira. Estado Novo.

Resumo

Quando o sociólogo e reformador da educação Anísio Teixeira tentou introduzir o modelo de democracia social de Jonh Dewey – tido como um modelo progressista nos Estados Unidos da metade do século XX Teixeira foi ironicamente taxado de comunista pelos conservadores membros do primeiro governo Vargas. Este artigo examina o isolamento ideológico que Teixeira vivenciou na tentativa de repensar a sociedade brasileira, assim
como o paradoxo do governo Vargas que, depois da perseguição a Teixeira, adotou silenciosamente muitos dos projetos defendidos por Teixeira. Em particular, este artigo sugere que as visões progressistas e autoritárias do papel do Estado nas reformas sociais, em última instância, dividem a mesma visão pós-modernista e a mesma limitação desta visão.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Jerry Dávila, University of North Carolina at Charlotte

Dr. Jerry Dávila
Department of History
University of North Carolina at Charlotte
E-mail | jdavila@unc.edu
jdavila@email.uncc.edu

Publicado
15-12-2005
Como Citar
Dávila, J. (2005). Sonhos americanos, realidades autoritárias: encontros entre a sociedade democrática de John Dewey e a era Vargas. Revista Educação Em Questão, 24(10), 7-28. Recuperado de https://periodicos.ufrn.br/educacaoemquestao/article/view/4479
Seção
Artigos