Reminiscências de um tempo escolar. Memórias do professor Coruja

  • Maria Helena Camara Bastos Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Palavras-chave: Memórias de aluno. Escola. Século XIX. História da educação.

Resumo

Conhecer a educação ministrada em uma cidade, em uma determinada época, nos coloca frente a inúmeros pontos de observação da temática. Escolhemos pesquisá-la na perspectiva da vida e da obra do professor Antônio Álvares Pereira Coruja (1806-1889), especialmente o livro de memórias – Antigualhas. Reminiscências de Porto Alegre, em que se encontram referências significativas sobre sua vida de estudante na capital da província do Rio Grande do Sul. O estudo traça um retrato do ensino e da escola em Porto Alegre (RS), na primeira metade do século XIX, a partir da reflexão sobre as memórias do professor Coruja – observador “afetuoso” de sua cidade, mas com senso crítico –, que entrecruza o cotidiano da cidade com suas recordações do tempo de estudante, trazendo o passado ao presente, impedindo seu esquecimento e permitindo a nós leitores do século XXI distintas maneiras de constituir um sentido para o texto.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
15-04-2006
Como Citar
Bastos, M. H. C. (2006). Reminiscências de um tempo escolar. Memórias do professor Coruja. Revista Educação Em Questão, 25(11), 157-189. Recuperado de https://periodicos.ufrn.br/educacaoemquestao/article/view/8294
Seção
Artigos