Processo avaliativo do Sistema Nacional de Pós-Graduação: um estudo da percepção de docentes

Autores

  • Juliane Medeiros de Lima Universidade Federal do Rio Grande do Norte
  • Nadia Aurora Vanti Vitullo Universidade Federal do Rio Grande do Norte

DOI:

https://doi.org/10.21680/2447-0198.2017v1n3ID11798

Resumo

O presente estudo é resultado de pesquisa realizada com os docentes permanentes credenciados aos Programas de Pós-Graduação do Centro de Ciências Sociais Aplicadas (CCSA) da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), objetivando avaliar a percepção dos mesmos acerca do processo avaliativo do Sistema Nacional de Pós-Graduação (SNPG), no que se refere à avaliação da produção científica docente. A coleta de dados foi realizada por meio de questionário, com perguntas abertas e fechadas, enviado eletronicamente a todos os professores permanentes dos PPGs do CCSA/UFRN. Como resultado, apresentaram-se os diversos pontos de vista dos participantes da pesquisa, bem como críticas e sugestões de melhorias ao referido sistema de avaliação. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Juliane Medeiros de Lima, Universidade Federal do Rio Grande do Norte

Bibliotecária graduada pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte

Nadia Aurora Vanti Vitullo, Universidade Federal do Rio Grande do Norte

Professora Adjunta do Departamento de Ciência da Informação da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN)

Referências

ALVES, Itala Moreira; MARICATO, João de Melo; MARTINS, Dalton Lopes. Fatores que interferem no (não) credenciamento de pesquisadores em programas de pós-graduação: um estudo nas universidades públicas em Goiás. Em Questão: revista da faculdade de biblioteconomia e comunicação da UFRGS, v. 21, n. 1, p. 150-172, 2015.

BERTOLIN, Júlio C. A transformação do SINAES: da proposta emancipatória à Lei híbrida. Avaliação. Campinas, v. 9, n. 4, p. 67-97, 2004.

BIANCHETTI, Lucídio; VALLE, Ione Ribeiro. Produtivismo acadêmico e decorrências às condições de vida/trabalho de pesquisadores brasileiros e europeus. Ensaio: avaliação e políticas públicas em educação, v. 22, n. 82, p. 89-110, 2014.

CAPES. Regulamento para a avaliação trienal 2013 (2010-2012). Brasília, 2013. Disponível em: <http://www.avaliacaotrienal2013.capes.gov.br/home-page/regulamento-da-trienal>. Acesso em: 21 nov. 2016.

CAPES. Sobre a Avaliação. Brasília, 2014. Disponível em: <http://www.capes.gov.br/avaliacao/sobre-a-avaliacao>. Acesso em: 21 nov. 2016.

HORTA, José Silvério Baia. Avaliação da pós-graduação: com a palavra os coordenadores de Programas. Perspectiva, v. 24, n. 1, p. 19-47, 2006.

LAKATOS, E. M.; MARCONI, M. A. Fundamentos de Metodologia Científica. 5. ed. São Paulo: Atlas, 2003.

MOREIRA, M. L.; VELHO, L. Pós-graduação no Brasil: da concepção "ofertista linear" para "novos modos de produção do conhecimento": implicações para avaliação. Avaliação, Campinas/Sorocaba, v. 13, n. 3, p. 625-45, nov. 2008.

RAMPAZZO, Lino. Metodologia científica para alunos dos cursos de graduação e pós-graduação. São Paulo: Edições Loyola, 2002.

SEVERINO, Antônio Joaquim. Metodologia do trabalho científico. 23. ed. rev. e atual. São Paulo: Cortez, 2007.

SOUZA, Renato Santos de. A doença da “normalidade” na universidade. In: NASCIMENTO, L.F.M. (Org.) Lia, mas não escrevia (livro eletrônico): contos, crônicas e poesias. Porto Alegre: LFM do Nascimento, 2014. Disponível em: < http://www.pragmatismopolitico.com.br/2014/07/a-doenca-da-normalidade-na-universidade.html>. Acesso em: 21 nov. 2016.

Downloads

Publicado

12-06-2017

Como Citar

LIMA, J. M. de; VANTI VITULLO, N. A. Processo avaliativo do Sistema Nacional de Pós-Graduação: um estudo da percepção de docentes. Revista Informação na Sociedade Contemporânea, [S. l.], v. 1, n. 3, p. 1–19, 2017. DOI: 10.21680/2447-0198.2017v1n3ID11798. Disponível em: https://periodicos.ufrn.br/informacao/article/view/11798. Acesso em: 13 jun. 2024.

Edição

Seção

Artigos