Práticas informacionais de pessoas surdas

Autores

DOI:

https://doi.org/10.21680/2447-0198.2022v6n0ID27662

Palavras-chave:

surdos, práticas informacionais, web, estudo de usuários

Resumo

Trata-se de uma investigação com o intuito de descrever as práticas informacionais de usuários Surdos por meio da web e as dificuldades enfrentadas por eles, considerando principalmente a barreira linguística. A pesquisa pondera que o sujeito Surdo é aquele que se comunica por meio da Língua Brasileira de Sinais – Libras, como primeira língua e utiliza a língua portuguesa no formato escrito como segunda língua. A metodologia tem caráter descritivo com abordagem qualitativa e contou com a participação quatro indivíduos Surdos e usuários da Libras. A coleta dos dados utilizou um instrumento de coleta elaborado em duas versões: língua portuguesa e Libras. A partir dos resultados, percebe-se que os Surdos estão tendo mais oportunidades no contexto acadêmico e no mercado de trabalho, mediante legislações que buscam incluí-los e minimizar as dificuldades de acessibilidade. A análise dos dados permitiu que fossem lançadas algumas considerações quanto às práticas informacionais desse grupo, considerado minoria, em uma sociedade tão diversa.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Sylvana Karla da Silva de Lemos Santos, Instituto Federal de Brasília, Brasília, DF, Brasil

Doutora em Ciência da Informação

Referências

ARAÚJO, C. A. A. Abordagem interacionista de estudos de usuários da informação. Ponto de Acesso, Salvador, v. 4, n. 2, p. 2-32, set. 2010. Disponível em: https://periodicos.ufba.br/index.php/revistaici/article/view/3856. Acesso em: 21 dez. 2021.

ARAÚJO, C. A. A. O que são “práticas informacionais”?. Informação em Pauta, Fortaleza, v. 2, número especial, p. 217-236, out. 2017. DOI: https://doi.org/10.32810/2525-3468.ip.v2i0.2017.20655. Disponível em: http://www.periodicos.ufc.br/informacaoempauta/article/view/20655/31068. Acesso em: 29 dez. 2021.

ARAÚJO, C. A. A. Os estudos em práticas informacionais no âmbito da Ciência da Informação. In: ALVES, E. C.; BRASILEIRO, F. S.; CÔRTES, G. R.; MELO, D. A. (org.). Práticas informacionais: reflexões teóricas e experiências de pesquisa. João Pessoa: Editora UFPB, 2020. p. 21-73. Disponível em: http://www.editora.ufpb.br/sistema/press5/index.php/UFPB/catalog/book/769. Acesso em: 29 dez. 2021.

BARDIN, L. Análise do Conteúdo. São Paulo: Edições 70, 2016.

BRASIL. Lei nº 10.436, de 24 de abril de 2002. Diário Oficial [da] República Federativa do Brasil, Poder Legislativo, Brasília, DF, 25 abr. 2002. Seção 1, p. 23. Disponível em: http://pesquisa.in.gov.br/imprensa/jsp/visualiza/index.jsp?jornal=1&pagina=23&data=25/04/2002. Acesso em: 4 out. 2021.

BRASIL. Cartilha do Censo 2010 – pessoas com deficiência. Brasília, DF: SDH-PR/SNPD, 2012. Disponível em: http://www.unievangelica.edu.br/novo/img/nucleo/cartilha-censo-2010-pessoas-com-deficienciareduzido.pdf. Acesso em: 17 dez. 2020.

COMITÊ GESTOR DA INTERNET NO BRASIL. TIC Domicílios 2018. Pesquisa sobre o uso das Tecnologias de Informação e Comunicação nos domicílios brasileiros - TIC Domicílios 2018. São Paulo, 2019. Disponível em: https://cetic.br/pt/publicacao/pesquisa-sobre-o-uso-das-tecnologias-de-informacao-e-comunicacao-nos-domicilios-brasileiros-tic-domicilios-2018/. Acesso em: 29 dez. 2021.

FELIPE, T. A. Libras em Contexto: curso básico - livro do estudante. 8. ed. Rio de Janeiro: WalPrint Gráfica e Editora, 2007.

FIGUEIREDO, N. M. Estudos de uso e usuários da informação. Brasília: IBICT, 1994.

GANDRA, T. K.; DUARTE, A. B. S. Interlocuções entre a análise de domínio e os estudos de usuários da informação: contribuições para uma abordagem sociocognitiva. In: ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISA EM CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO (ENANCIB), 14., 2013, Florianópolis, SC. Anais [...] Florianópolis, SC: ENANCIB, 2013. GT 3 – Mediação, Circulação e Apropriação da Informação.

GESSER, A. LIBRAS? Que língua é essa?: crenças e preconceitos em torno da língua de sinais e da realidade surda. São Paulo: Parábola Editorial, 2009.

GOETTERT, N. Tecnologias digitais e estratégias comunicacionais de surdos: da vitalidade da língua de sinais a necessidade da língua escrita. 2014. 104 f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos, São Leopoldo, 2014. Disponível em: http://www.repositorio.jesuita.org.br/handle/UNISINOS/4427. Acesso em: 21 dez. 2021.

HOTT, D. F. M.; RODRIGUES, G. M.; OLIVEIRA, L.P. Acesso e acessibilidade em ambientes web para pessoas com deficiência. Brazilian Journal of Information Science: research trends, Marília, v. 12, n. 4, p. 45-52, 2018. Disponível em: https://brapci.inf.br/index.php/res/v/107299. Acesso em: 21 dez. 2021.

MATSUBARA, S. S. O uso de aplicativos digitais na comunicação dos surdos: estudo de caso sobre suas preferências. 2018. 101 f. Dissertação (Mestrado em Tecnologias da Inteligência e Design Digital) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2018. Disponível em: https://repositorio.pucsp.br/jspui/handle/handle/21728. Acesso em: 21 dez. 2021.

MENDES, N. F. O. Informações centrais de medicamento em Libras: Tradução comentada para instituir o direito e o acesso linguístico dos surdos na área da saúde. 2019. Dissertação (Mestrado em Estudos da Tradução) - Centro de Comunicação e Expressão, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2019. Disponível em: http://tede.ufsc.br/teses/PGET0426-D.pdf. Acesso em: 29 dez. 2021.

MIGLIOLI, S.; SOUZA, R.F. Aspectos sociais da ciência da informação e uso da informação por sujeitos surdos na web. In: MOLICA, M. C. de M.; PATUSCO, C. A. P.; BATISTA, H. R. (org.). Sujeitos em ambientes virtuais. [S.l.]: Parábola, 2015. cap. 3, p. 49-65.

SANTOS, S. K. S. L.; KAFURE MUÑOZ, I. Interacción del usuario sordo con la Información de sitios web del gobierno brasilero. Publicaciones y Investigacion, Bogotá, v. 12, n. 1, p. 23-33, enero/jun. 2018. DOI: https://doi.org/10.22490/25394088.2814. Disponível em: https://hemeroteca.unad.edu.co/index.php/publicaciones-e-investigacion/article/view/2814. Acesso em: 29 dez. 2021.

SANTOS, S.K. S. L.; KAFURE, I.; TUXI, P. Acesso à informação em imagens de campanhas publicitárias do ministério da saúde. Pesquisa Brasileira em Ciência da Informação e Biblioteconomia, João Pessoa, v. 14, n.1, p. 46-57, 2019. DOI: https://doi.org/10.22478/ufpb.1981-0695.2019v14n1.44732. Disponível em: https://periodicos.ufpb.br/index.php/pbcib/article/view/44732/22398. Acesso em: 29 dez. 2021.

SANTOS, S.K. S. L. Usuários surdos e acessibilidade à informação em sítios web do governo brasileiro. 2019. Tese (Doutorado em Ciência da Informação) – Faculdade de Ciência da Informação, Universidade de Brasília, Brasília, 2019. Disponível em: https://repositorio.unb.br/handle/10482/38120. Acesso em: 21 dez. 2021.

SANTOS, S.K. S. L. et al. Surdos e acesso à informação: antes, durante e após a pandemia da COVID-19. HOLOS, Natal, ano 37, v. 3, p. 1-13, 2021. DOI: https://doi.org/10.15628/holos.2021.10829. Disponível em: https://www2.ifrn.edu.br/ojs/index.php/HOLOS/article/view/10829. Acesso em: 29 dez. 2021.

SANTOS, S. K. S. L.; MENDES, N. F. O.; SILVA, Q. P. Propostas para o Atendimento às Pessoas Surdas em Serviços de Governo Eletrônico. In: WORKSHOP DE COMPUTAÇÃO APLICADA EM GOVERNO ELETRÔNICO (WCGE), 9., 2021, Evento Online. Anais [...]. Porto Alegre: Sociedade Brasileira de Computação, 2021. p. 1-12. DOI: https://doi.org/10.5753/wcge.2021.15971. Disponível em: https://sol.sbc.org.br/index.php/wcge/article/view/15971/15812. Acesso em: 17 dez. 2021.

Downloads

Publicado

22-04-2022

Como Citar

SANTOS, S. K. da S. de L. Práticas informacionais de pessoas surdas. Revista Informação na Sociedade Contemporânea, [S. l.], v. 6, n. 1, p. e27662, 2022. DOI: 10.21680/2447-0198.2022v6n0ID27662. Disponível em: https://periodicos.ufrn.br/informacao/article/view/27662. Acesso em: 6 dez. 2022.

Edição

Seção

Dossiê XV Encontro Nacional de Informação e Pesquisa em Informação (CINFORM)