MUDANÇAS CLIMÁTICAS, EXPERIMENTAÇÃO DE POLÍTICAS PÚBLICAS E CAPACIDADE ADAPTATIVA NA CIDADE DE CURITIBA/PR-BRASIL

Autores

DOI:

https://doi.org/10.21680/1982-1662.2020v3n27ID18712

Resumo

As mudanças climáticas configuram-se em um fenômeno global, mas com efeitos, sobretudo, locais. Então, compreender o que os governos locais têm feito para efetivar suas capacidades de adaptação a tais efeitos é um importante passo na construção de cidades menos vulneráveis e mais sustentáveis. Neste sentido, o objetivo deste artigo é analisar como a cidade de Curitiba/PR tem internalizado a questão climática, analisando as experimentações e os desafios que se têm enfrentado para responder aos efeitos das mudanças climáticas que acometem sua população. Para isso, a metodologia segue uma abordagem de natureza qualitativa, fazendo uso de métodos de pesquisa como análise documental, aplicação de entrevistas e análise de conteúdo. A partir da análise dos documentos e das entrevistas, os resultados deste trabalho permitem concluir que, embora Curitiba possua experimentações de políticas públicas direcionadas às mudanças climáticas, apresenta ainda uma série de desafios para efetivar sua capacidade de gestão urbana na qual tenha a adaptação climática como estratégia.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Rylanneive Leonardo Pontes Teixeira, PPEUR/UFRN

Mestrando em Estudos Urbanos e Regionais pelo Programa de Pós-graduação em Estudos Urbanos e Regionais da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (PPEUR/UFRN), tem interesse na área de Antropologia, em particular nas subáreas da Antropologia Urbana e da Antropologia de Gênero e das Sexualidades, com ênfase nos temas a seguir: gênero, corpos e sexualidades; políticas públicas de gênero e sexualidades; LGBTs, estudos urbanos e políticas públicas; e vulnerabilidade social. 

Downloads

Publicado

29-11-2019

Como Citar

PONTES TEIXEIRA, R. L.; PESSOA, Z. S. MUDANÇAS CLIMÁTICAS, EXPERIMENTAÇÃO DE POLÍTICAS PÚBLICAS E CAPACIDADE ADAPTATIVA NA CIDADE DE CURITIBA/PR-BRASIL . Revista Inter-Legere, [S. l.], v. 3, n. 27, p. c18712, 2019. DOI: 10.21680/1982-1662.2020v3n27ID18712. Disponível em: https://periodicos.ufrn.br/interlegere/article/view/18712. Acesso em: 9 dez. 2022.

Edição

Seção

ARTIGOS

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)