A PANDEMIA DE COVID-19 SOB A BENÇÃO DE BOLSONARO E EVANGÉLICOS

mobilização política anti-ciência, saber mágico e pós-verdade

Autores

  • Emanuel Freitas da Silva UECE/Professor Assistente
  • Emerson Sena da Silveira UFJF

DOI:

https://doi.org/10.21680/1982-1662.2020v3n29ID21931

Resumo

A pandemia de Covid-19 mostra, contundentemente, a convergência entre interesses ideológicos de amplos setores evangélicos e a coalização neoliberal encabeçada pelo governo Bolsonaro. Quais os fundamentos dessa afinidade, nos perguntamos. Num contexto de mobilização política anti-ciência, nossa hipótese é a de que a crítica à razão científica, marcada pela hegemonia do pensamento mágico (ligação direta entre desejo e realidade) e a situação de pós-verdade (negação dos critérios de verificação da verdade e da falsidade de enunciados) permitiram essa afinidade. Baseados em métodos qualitativos de análise sociológica e nas reflexões de clássicos (Weber, Durkheim, Marx, Manheim, Foucault), analisamos posicionamentos e postagens de duas deputadas estaduais evangélicas nordestinas bolsonaristas em redes sociais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

17-12-2020

Como Citar

SILVA, E. F. da; SENA DA SILVEIRA, E. A PANDEMIA DE COVID-19 SOB A BENÇÃO DE BOLSONARO E EVANGÉLICOS: mobilização política anti-ciência, saber mágico e pós-verdade . Revista Inter-Legere, [S. l.], v. 3, n. 29, p. c23426, 2020. DOI: 10.21680/1982-1662.2020v3n29ID21931. Disponível em: https://periodicos.ufrn.br/interlegere/article/view/21931. Acesso em: 3 mar. 2024.

Edição

Seção

DOSSIÊ CRÍTICA DA RAZÃO CIENTÍFICA: SOCIOLOGIAS DO (DES)CONHECIMENTO