O PROCESSO DE PRODUÇÃO DO CONHECIMENTO DIALÉTICO EM HEGEL

Autores

  • Vitor Lucas Cordovil dos Santos Universidade do Estado do Pará

Resumo

Este artigo objetiva discutir criticamente através de uma reflexão filosófica o processo de produção epistemológica da filosofia dialética em Georg Hegel, (1770-1831) um dos maiores filósofos da História da Filosofia. A construção deste trabalho filosófico se baseou em uma pesquisa bibliográfica, através da qual se apropriou das teses e idéias essenciais da Teoria Dialética formulada por este eminente filósofo, os quais revolucionaram a maneira de se ver a filosofia até então, como o Kantismo (doutrinas referentes ao filósofo Immanuel Kant), nesta área de estudo. O grande avanço da Filosofia hegeliana, diz respeito às novas conceituações sobre o objetivo final da Filosofia, o que abalaram fundamentalmente os alicerces desta sapiência até então conhecida. Espero com este texto contribuir para o aprofundamento do debate filosófico sobre a nova concepção metodológica da construção do conhecimento filosófico propiciado por Hegel e, ao mesmo tempo, ratificar que os grandes filósofos e cientistas só reescrevem o seu nome na história da Filosofia e da Ciência quando conseguem romper a metodologia tradicional que apresenta uma concepção estática e de descoberta do fato filosófico enquanto fenômeno já dado, o que foi revolucionado pela nova concepção de filosofia de Georg Wilhelm Friedrich Hegel.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Vitor Lucas Cordovil dos Santos, Universidade do Estado do Pará

Departamento de Filosofia e Ciências Sociais. Curso de Liceciatura Plena em Filosofia

Downloads

Publicado

09-02-2018

Como Citar

SANTOS, V. L. C. dos. O PROCESSO DE PRODUÇÃO DO CONHECIMENTO DIALÉTICO EM HEGEL. Saberes: Revista interdisciplinar de Filosofia e Educação, [S. l.], n. 17, 2018. Disponível em: https://periodicos.ufrn.br/saberes/article/view/12908. Acesso em: 18 jul. 2024.