PETER SLOTERDIJK: TREMORES DE AR, ATMOTERRORISMO E CREPÚSCULO DA IMUNIDADE

Autores

  • Adolfo Vásquez Rocca

Resumo


Indaga-se a partir da análise de Tremores de ar de Peter Sloterdijk as origens e natureza do terrorismo moderno, dando conta de uma certa racionalidade do terror a qual se articula sob a lógica do pânico como argumento central da política. Reflete-se em torno da originalidade da nossa época a partir da prática do terrorismo, considerando o conceito de desenho produtivo no implícito, particularmente a manipulaçáo do meio ambiente como dispensador de um novo estilo de morte: o modelo atmoterrorista. Para finalmente dar conta da constituiçáo hipercomunicativa e da deflagraçáo dos explosivos na mutaçáo do terrorismo, entendido este como a arte de fazer falar de si próprio.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

01-10-2010

Como Citar

ROCCA, A. V. PETER SLOTERDIJK: TREMORES DE AR, ATMOTERRORISMO E CREPÚSCULO DA IMUNIDADE. Saberes: Revista interdisciplinar de Filosofia e Educação, [S. l.], v. 2, n. 3, 2010. Disponível em: https://periodicos.ufrn.br/saberes/article/view/573. Acesso em: 29 nov. 2022.