TRABALHO E SOCIABILIDADE NA ONTOLOGIA DE GEORG LUKÁCS

Autores

  • Maria Inês Carpi Semeghini

Resumo

O estudo de György Lukács - abordagem particular do ser social - revela–se uma importante contribuiçáo para a reflexáo filosófica acerca da problemática do trabalho como elemento fundamental na explicaçáo do homem e do processo social, em seu fundamento ontológico. Tomando em consideraçáo a noçáo de totalidade, é possível compreender o processo pelo qual os homens, na atividade de produçáo e reproduçáo de sua existência social – complexa relaçáo entre natureza e sociabilidade - podem estar construindo novas possibilidades a cada momento, em que indivíduo e gênero se completariam na busca de uma ética orientada pelas mediações estabelecidas pelo mundo do trabalho.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

01-10-2010

Como Citar

SEMEGHINI, M. I. C. TRABALHO E SOCIABILIDADE NA ONTOLOGIA DE GEORG LUKÁCS. Saberes: Revista interdisciplinar de Filosofia e Educação, [S. l.], v. 2, n. 3, 2010. Disponível em: https://periodicos.ufrn.br/saberes/article/view/576. Acesso em: 29 nov. 2022.