INFLUÊNCIAS DAS POLÍTICAS EDUCACIONAIS INTERNACIONAIS NO CURRÍCULO: ALGUMAS INCURSÕES

Autores

  • Tamara Maria Bordin Universidade Federal da Fronteira Sul- UFFS

Resumo

Com este artigo, pretende-se desenvolver o olhar crítico ao se investigar a prática da internacionalização curricular, refletindo sobre o poder que esta exerce no contexto educacional e como tais práticas estão expostas na sociedade. Propõe-se descrever, de uma forma sintética, as origens e concepções curriculares, focando o âmbito do poder nelas enraizado. Neste contexto, aborda-se a dimensão em que esta política educacional vem sendo direcionada, e as relações entre os programas internacionais e a política curricular. Nestes termos, demonstram-se as formas desta prescrição internacional ao qual o Brasil vem adotando, como políticas de avaliação em larga escala, que estão sendo demasiadamente difundidas e adotadas pelos sistemas e instituições de uma forma acrítica. Após a análise das constatações de vários autores e produções científicas, verifica-se que a política de formação do currículo é fortemente influenciada por políticas educacionais amparadas em um contexto globalizador, inspiradas internacionalmente, e que seus mecanismos e ferramentas estão há algum tempo sendo adotados pela política educacional brasileira, como uma forma de angariar poder e investimentos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Tamara Maria Bordin, Universidade Federal da Fronteira Sul- UFFS

Possui graduação em Ciências Contábeis pela Universidade do Contestado (2007); Especialização em Auditoria, Controladoria e Perícia pela Universidade do Contestado (2009). Atualmente é Auditora Interna Federal do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Santa Catarina (IFSC) e estudante do Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Educação, Mestrado em Educação, da Universidade Federal da Fronteira Sul - UFFS , desenvolvendo trabalhos e estudos na área educacional, relacionados à gestão da educação. Tem m experiência na área de Contabilidade, Controladoria, Auditoria, Educação, Administração e Gestão Pública.

Downloads

Publicado

12-02-2015

Como Citar

BORDIN, T. M. INFLUÊNCIAS DAS POLÍTICAS EDUCACIONAIS INTERNACIONAIS NO CURRÍCULO: ALGUMAS INCURSÕES. Saberes: Revista interdisciplinar de Filosofia e Educação, [S. l.], n. 11, 2015. Disponível em: https://periodicos.ufrn.br/saberes/article/view/6526. Acesso em: 3 dez. 2022.

Edição

Seção

Fundamentos da Educação e Ensino