A FILOSOFIA DA PRÁXIS COMO ALTERNATIVA AO PRAGMATISMO: APONTAMENTOS SOBRE A FORMAÇÃO PROFISSIONAL NO ÂMBITO DO TRABALHO COMPLEXO

Autores

  • Raquel Trindade Andrade Programa de Pós-graduação em Políticas Públicas e Formação Humana da Universidade do Estado do Rio de Janeiro - PPFH/UERJ http://orcid.org/0000-0002-1044-1307

Resumo

Este artigo se propõe a delimitar as diferentes bases epistemológicas dos conceitos práxis e pragmatismo, delimitando a relação antagônica entre ambos, e, apontando para a necessidade imanente em reafirmar o sentido da práxis na contracorrente de um contexto em que o pragmatismo vem imergindo na esfera da produção do conhecimento e da formação profissional com uma nova roupagem principalmente a partir da década de 1990. Tem assim como objetivo reafirmar o sentido da práxis no campo da formação profissional, especificamente voltada para o trabalho complexo se contrapondo às perspectivas pedagógicas centradas no pragmatismo utilitário.

86

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Raquel Trindade Andrade, Programa de Pós-graduação em Políticas Públicas e Formação Humana da Universidade do Estado do Rio de Janeiro - PPFH/UERJ

Mestre em Políticas Públicas e Formação Humana pelo PPFH/ UERJ; Especialista em Serviço Social e Saúde pela Faculdade de Serviço Social da UERJ; Assistente Social da Fundação de Apoio à Escola Técnica – FAETEC. Graduação na FSS da UERJ.85

Downloads

Publicado

14-09-2015

Como Citar

ANDRADE, R. T. A FILOSOFIA DA PRÁXIS COMO ALTERNATIVA AO PRAGMATISMO: APONTAMENTOS SOBRE A FORMAÇÃO PROFISSIONAL NO ÂMBITO DO TRABALHO COMPLEXO. Saberes: Revista interdisciplinar de Filosofia e Educação, [S. l.], n. 12, 2015. Disponível em: https://periodicos.ufrn.br/saberes/article/view/7356. Acesso em: 1 dez. 2022.