O saber profissional do professor que ensina matemática

análise de um caderno de normalista de 1950

Palavras-chave: Saber profissional. Matemática a ensinar. Matemática para ensinar. Escola Normal.

Resumo

O texto analisa um caderno de normalista elaborado na década de 1950, junto do estudo de um manual pedagógico de referência na formação de professores. A questão norteadora é dada por: Que apropriações são realizadas dos manuais, que referenciam cursos de formação, incorporadas no texto do caderno de normalista, de modo a constituírem elementos de um saber profissional do professor para ensinar aritmética nos primeiros anos escolares? Na análise, utilizam-se ferramentas teórico-metodológicas integrantes de estudos sobre o saber profissional do professor, bem como estudos vindos da História Cultural. São mobilizadas categorias como matemática a ensinar e matemática para ensinar. Os resultados apontam para elementos do saber profissional do professor que ensina matemática, presentes no caderno, e que estão ligados a uma pedagogia da matemática, entendida como conjunto de orientações amplas aos professores. A partir dessa formação, o futuro docente, em sua prática pedagógica, deveria elaborar saberes para aplicá-los aos conteúdos de ensino da aritmética.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Bruna Lima Ramos Giusti, Universidade Federal de São Paulo

Mestre Bruna Lima Ramos Giusti
Doutoranda no Programa de Pós-Graduação em Educação e Saúde

Universidade Federal de São Paulo, campus Guarulhos (Brasil)

Professora de matemática na rede pública de São Paulo

Grupo de pesquisa de História da Educação Matemática (GHEMAT)

ORCID: https://orcid.org/0000-0002-5561-868X

E-mail: bruna.lima@unifesp.br

Wagner Rodrigues Valente, Universidade Federal de São Paulo

Professor Livre-Docente do Departamento de Educação da Escola de Filosofia, Letras e Ciências Humanas

Universidade Federal de São Paulo, Campus Guarulhos (Brasil)

Grupo de pesquisa de História da Educação Matemática (GHEMAT)

Referências

BERTINI, Luciane de Fatima; MORAIS, Rosilda dos Santos; VALENTE, Wagner Rodrigues. A matemática a ensinar e a matemática para e ensinar: novos estudos sobre a formação de professores. São Paulo: Editora Livraria da Física, 2017.
BERTONI, Neuza Carmélia. Caderno de Prática. Escola Normal. São Paulo, 1956.
BURKE, Peter. O que é história do conhecimento? Tradução: Claudia Freire. 1. ed. São Paulo: Editora Unesp, 2016.
CALIXTO, Jaqueline de Andrade; QUILLICI NETO, Armindo. O Educador Theobaldo Miranda Santos e os problemas da Pedagogia. Revista profissão docente, Uberaba, v. 15, n. 32, p. 140-155, 2015. Disponível em: . Acesso: 12 jun. 2019.
CHARTIER, Roger. A história cultural – entre práticas e representações. Tradução: Maria Manuela Galhardo. 2.ed. Lisboa: Difel, 2002.
GVIRTZ, Silvina. LARRONDO, Marina. Os cadernos de classe como fonte primária de pesquisa: alcances e limites teóricos e metodológicos para sua abordagem. In: MIGNOT, Ana Chrystina Venancio (Org.). Cadernos à vista: Escola, memória e cultura escrita. Rio de Janeiro: EdUERJ, 2008.
HOFSTETTER, Rita; SCHNNEUWLY, Bernard. Saberes: um tema central para as profissões do ensino e da formação. In: HOFSTETTER, Rita; VALENTE, Wagner Rodrigues (Orgs.). Saberes em (trans)formação: tema central da formação de professores. 1. ed. São Paulo: Livraria da Física, 2017.
LE GOFF, Jacques. História e Memória (1924). Tradução: Bernardo Leitão, Irene Ferreira e Suzana Ferreira Borges. Campinas: Editora UNICAMP, 1990.
SANTOS, Theobaldo Miranda. Manual do professor primário. 4. ed. São Paulo: Companhia Editora Nacional, 1956.
SANTOS, Theobaldo Miranda. Metodologia do ensino primário. 3. ed. São Paulo: Companhia Editora Nacional, 1952. Disponível em . Acesso em: 31 ago. 2019.
SILVA, Martha Raíssa Iane Santana da. A Matemática para a formação do professor do curso primário: Aritmética como um saber profissional (1920 – 1960). 2017. 177f. Tese (Doutorado em Ciências). Universidade Federal de São Paulo, Escola de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Guarulhos, 2017.
SILVA, Vivian Batista da. Saberes em Viagem nos Manuais Pedagógicos: construções da escola em Portugal e no Brasil (1870-1970). 2006. 389f. Tese (Doutorado em Educação). Universidade de São Paulo, São Paulo, 2006.
VIÑAO, Antonio. Os cadernos escolares como fonte histórica: aspectos metodológicos e historiográficos. In: MIGNOT, Ana Chrystina Venancio (Org.). Cadernos à vista: Escola, memória e cultura escrita. Rio de Janeiro: EdUERJ, 2008.
Publicado
07-02-2020
Como Citar
Lima Ramos Giusti, B., & Rodrigues Valente, W. (2020). O saber profissional do professor que ensina matemática. Revista Educação Em Questão, 58(55). https://doi.org/10.21680/1981-1802.2020v58n55ID18921
Seção
Artigos