Socialização na universidade: quando apenas estudar não é o suficiente

  • Adir Luiz Ferreira Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Palavras-chave: Sociologia da educação.Socialização universitária. Educação superior.

Resumo

Apesar da expansão da Universidade no Brasil, um obstáculo permanece: a obrigação de o estudante dominar um conhecimento que não é somente de aprendizado cognitivo. Geralmente a sobrevivência acadêmica depende de um engajamento cognitivo-social com a construção de estratégias de aprendizado e no processo de socialização universitária. Isso significa uma ressocialização com transformações nos estudantes trazendo mudanças de práticas, linguagens, ideologias e estruturas mentais. As possibilidades democráticas da educação superior tencionam-se entre três dimensões: socialização universitária, projetos de aprendizado e de futuro profissional. Entretanto, as universidades continuam orientadas por resultados acadêmicos tradicionais e desconhecem as condições da socialização estudantil.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Adir Luiz Ferreira, Universidade Federal do Rio Grande do Norte

Prof. Dr. Adir Luiz Ferreira

Universidade Federal do Rio Grande do Norte

Departamento de Fundamentos e Políticas da Educação

Programa de Pós-Graduação em Educação

Grupo de Pesquisa “Escola Contemporânea e Olhar Sociológico” | ECOS

E-mail | adirlfer@gmail.com
Publicado
25-09-2014
Como Citar
Ferreira, A. L. (2014). Socialização na universidade: quando apenas estudar não é o suficiente. Revista Educação Em Questão, 48(34), 116-140. https://doi.org/10.21680/1981-1802.2014v48n34ID5732
Seção
Artigos