Instruções para arrecadação do subsídio literário nas Capitanias do Norte do Estado do Brasil

  • Thiago Alves Dias Universidade de São Paulo

Resumo

Publicam-se dois documentos originalmente manuscritos produzidos em 1773 e 1774, pertencentes ao acervo do Arquivo Histórico Ultramarino de Lisboa (Portugal). Transcritos com adequação de alguns termos e pontuação para o português moderno no intuito de melhor entendimento para seus leitores. Esses documentos são testemunhos patrimoniais desse momento histórico da educação portuguesa.

O primeiro documento é um ofício expedido pela Junta da Fazenda de Pernambuco, dirigido a um eminente Secretário da Corte em Portugal, anunciando os trabalhos daquela Junta para completa obediência na cobrança do novo imposto e remetendo à Corte as Instruções elaboradas. O segundo documento, mais extenso e promissor, são as instruções produzidas pela Junta da Fazenda de Pernambuco para a cobrança do novo imposto. Dividido em capítulos e artigos, próprio da linguagem jurídica da época, as Instruções apresentam diretrizes minuciosas de como deve ser cobrado e quem são os responsáveis pelo imposto que financiou a ‘educação da mocidade’, no final do século XVIII e nas primeiras décadas do XIX no Brasil.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Thiago Alves Dias, Universidade de São Paulo

Doutorando Thiago Alves Dias

Programa de Pós-Graduação em História Econômica

Universidade de São Paulo

E-mail | thiago.dias@usp.br
Publicado
15-12-2014
Como Citar
Dias, T. A. (2014). Instruções para arrecadação do subsídio literário nas Capitanias do Norte do Estado do Brasil. Revista Educação Em Questão, 50(36), 240-247. https://doi.org/10.21680/1981-1802.2014v50n36ID7086
Seção
Documento