Escritura feminina e mulher escrita: interfaces da formação autobiográfica docente

  • Tatyana Mabel Nobre Barbosa Universidade Federal do Rio Grande do Norte
  • Maria da Conceição Passeggi Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Palavras-chave: Formação docente. Autobiografia feminina. Autoria de si.

Resumo

Analisamos a interface entre a escritura feminina e a mulher escrita, situando essa relação no contexto da formação docente, a partir da pesquisa de diferentes tipos de narrativas autobiográficas: memoriais de formação e cartas. Essas narrativas foram recolhidas entre 1999 e 2003 em diferentes instituições educacionais, como Instituto de Educação Superior Presidente Kennedy; Universidade Estadual e a Secretaria de Educação da Cultura e do Desporto do Rio Grande do Norte. A análise se situou na perspectiva do interacionismo sociodiscursivo, das histórias de vida em formação e da autobiografia feminina e revelou esses textos como instrumentos semióticos a partir dos quais a professora-autora re-define sua escritura e seus modos de ser mulher-professora.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Tatyana Mabel Nobre Barbosa, Universidade Federal do Rio Grande do Norte

Tatyana Mabel Nobre Barbosa

Universidade Federal do Rio Grande do Norte

Maria da Conceição Passeggi, Universidade Federal do Rio Grande do Norte

Maria da Conceição Passeggi

Universidade Federal do Rio Grande do Norte

Publicado
15-04-2006
Como Citar
Barbosa, T. M. N., & Passeggi, M. da C. (2006). Escritura feminina e mulher escrita: interfaces da formação autobiográfica docente. Revista Educação Em Questão, 25(11), 80-101. Recuperado de https://periodicos.ufrn.br/educacaoemquestao/article/view/8288
Seção
Artigos