Marie Vieux-Chauvet: Haiti, duvalier, voces ventrilocuas

Autores

DOI:

https://doi.org/10.21680/1517-7874.2024v26n1ID35440

Resumo

A narrativa de Marie Vieux-Chauvet em Amour, colère et folie apresenta uma variedade de vozes narrativas que ecoam as lutas e desafios enfrentados pelos personagens em meio à ditadura de François Duvalier. Essa polifonia não apenas enriquece a tessitura da obra, mas também oferece uma análise profunda das complexidades sociais e políticas de Haiti. A estrutura narrativa proposta por Vieux-Chauvet permite uma exploração multifacetada das vozes dos personagens, destacando suas lutas por liberdade, justiça e dignidade. Em "Amour", a voz de Claire Clamont ressoa através das páginas de seu diário íntimo, revelando reflexões profundas sobre o papel das mulheres na sociedade e a tensão entre conformidade e rebelião. Já em "Cólera", as vozes de Paul e Rose Normil emergem em meio à crise familiar e à opressão militar, refletindo a impotência e a desesperança diante de um sistema abusivo e implacável. Por fim, em "Loucura", a narrativa assume uma forma teatral, proporcionando uma visão multifacetada de um poeta frente à violência dos soldados militares. A obra de Vieux-Chauvet, assim como o contexto de surgimento da sua obra, nos convida a refletir sobre o passado do Haiti e questionar as noções de poder, resistência e identidade. Seu uso da polifonia narrativa revela a complexidade das relações sociais e políticas na sociedade do Haiti na segunda metade do século XX. Este estudo, inserido em um contexto mais amplo de pesquisa sobre a escrita das mulheres no Caribe, busca contribuir para o reconhecimento e a valorização de uma autora cuja obra tem sido negligenciada pela academia, mas cujo legado é de uma importância indiscutível para a compreensão da história e da cultura haitianas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Liz Viloria, Sorbonne Université

PhD en Études Romanes Espagnoles por Sorbonne Université en Francia y en Langue, Culture et Société Moderne et Science de la Langue por la Universidad Ca’Foscari en Italia, especializada en las representaciones literarias de la mujer en la obra de autoras del Caribe. Además de su labor investigativa y académica, coordina el proyecto "Calíbana", el cual fomenta la colaboración entre la comunidad científica, artistas, y ciudadanos de Francia, Colombia, Brasil y Estados Unidos. Este proyecto se centra en explorar temáticas como el estatus femenino, la relación de la autoridad con el cuerpo y el espacio, la condición migrante, entre otros, con el objetivo de transformar el conocimiento académico en acciones concretas y palpables en la sociedad.

Publicado

06-06-2024

Como Citar

VILORIA, L. Marie Vieux-Chauvet: Haiti, duvalier, voces ventrilocuas. Revista do GELNE, [S. l.], v. 26, n. 1, p. e35440, 2024. DOI: 10.21680/1517-7874.2024v26n1ID35440. Disponível em: https://periodicos.ufrn.br/gelne/article/view/35440. Acesso em: 22 jul. 2024.

Edição

Seção

Dossiê temático: Literaturas latino-americanas em língua francesa