Língua, cultura e construção da identidade teuto-brasileira/brasileira-Alemã no sul do Brasil

  • Mônica Maria Guimarães Savedra
  • Ciro Damke
Palavras-chave: construção de identidade, imigração alemã, língua e cultura.

Resumo

identidade dos imigrantes alemães do Sul do Brasil, desde a vinda dos primeiros imigrantes em 1824, passando pelo período das primeiras colonizações até os dias atuais. A partir de estudos que tratam da relação entre história, memória
e identidade, discutimos o desenvolvimento de uma identidade bicultural e o processo de aculturação e deculturação dos emigrantes/imigrantes alemães que deixam sua pátria (Heimat/Vaterland), e migram para o Brasil – uma terra
com características linguísticas, socioculturais, políticas e geográficas diferentes de sua terra de origem. Selecionamos para discussão do tema os conceitos de perda de identidade; perda de memória; conflito identitário; identidades feridas; identidades fragmentadas; deslocamento da identidade; identidades em movimento; e identidade migrantes
(MC LAREN, 2000; MOITA LOPES, 2002; BAUMAN, 2005; HALL, 2006; MELIÁ, 2006; STEVENS, 2007; CANDAU, 2011).

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
15-03-2016
Como Citar
SAVEDRA, M. M. G.; DAMKE, C. Língua, cultura e construção da identidade teuto-brasileira/brasileira-Alemã no sul do Brasil. Revista do GELNE, v. 14, n. 1/2, p. 387-409, 15 mar. 2016.
Seção
Artigos