A Homogeneidade da Inclusão Digital no Brasil: Sonho ou Realidade?

  • Laleska Lebioda Universidade do Estado de Santa Catarina
  • Gabriela Ostrovski Cabral Universidade do Estado de Santa Catarina
  • Rafael Tezza Universidade do Estado de Santa Catarina
Palavras-chave: Inclusão digital, Exclusão digital, Desigualdade social

Resumo

A inclusão digital visa combater a exclusão digital, ou seja, diminuir a lacuna que existe tanto para oportunidade de acesso a tecnologias de informação e comunicação, quanto ao acesso à internet. A exclusão digital reflete as diferenças entre países e entre regiões de um mesmo país. Desta forma, o presente estudo tem como finalidade verificar se existe diferença na inclusão digital, na dimensão do acesso, entre as regiões no Brasil: Centro-Oeste, Nordeste, Norte, Sudeste e Sul. Para atingir o objetivo foi desenvolvida uma pesquisa de abordagem quantitativa descritiva, foram coletados dados secundários do Governo Federal do Brasil e do Centro Regional para o Desenvolvimento da Sociedade da Informação, no período de 2011-2014. Os resultados obtidos mostram que a diferença entre regiões no âmbito da desigualdade social também impacta no âmbito da inclusão digital, levando em consideração de que a homogeneidade ainda é um sonho a ser alcançado pelos brasileiros.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ALBERTIN, Alberto Luiz. A Tecnologia de Informação e o Indivíduo: Propondo um Modelo de Adoção de Tecnologia para a Inclusão Digital. São Paulo: FGV/EASP – GVPESQUISA, 2005. Disponível em: https://pesquisa-eaesp.fgv.br/publicacoes/gvp/tecnologia-de-informacao-e-o-individuo-propondo-um-modelo-de-adocao-de-tecnologia. Acesso em: julho de 2019.

BRASIL. Decreto nº 5.542, de 20 de setembro de 2005. Institui o Projeto Cidadão Conectado - Computador para Todos, no âmbito do Programa de Inclusão Digital, e dá outras providências. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2004-2006/2005/decreto/D5542.htm. Acesso em: julho de 2019.

BRASIL. Governo Eletrônico. Projeto Cidadão Conectado - Computador para todos. Abril de 2016. Disponível em: http://www.governoeletronico.gov.br/eixos-de-atuacao/cidadao/inclusao-digital/projeto-cidadao-conectado-computador-para-todos. Acesso em: julho de 2019.

BRASIL. Ministérios das Comunicações. FUST. Maio de 2014.

CABRAL FILHO, Adilson. Vaz.; CABRAL, Eula. Dsantas. Taveira. Mapeamento da inclusão digital no Brasil. Revista Eptic Online. São Carlos, v.15, n.1, p. 4-19, 2013. Disponível em: http://www.seer.ufs.br/index.php/eptic/article/view/682. Acesso em: julho de 2019.

CASTELLS, Manuel. A sociedade em rede. São Paulo: Paz e Terra, 1999. v.1

CENTRO REGIONAL PARA O DESENVOLVIMENTO DA SOCIEDADE DA INFORMAÇÃO. Cetic.br. Cetic.br. Disponivel em: http://data.cetic.br/cetic/explore. Acesso em: julho de 2019.

CERQUINHO, Kleomara Gomes et al. Inclusão Digital para quê e para quem? Observação do Portal Inclusão Digital do Governo Federal Brasileiro. Cadernos Gestão Pública e Cidadania. São Paulo, v. 20, n. 67, p. 172-193, jul./dez., 2015. Disponível em: http://dx.doi.org/10.12660/cgpc.v20n67.32927. Acesso em: julho de 2019.

GOVERNO FEDERAL BRASILEIRO. Portal Brasileiro de Dados Abertos. Portal Brasileiro de Dados Abertos. Disponivel em: http://dados.gov.br/dataset/inclusao-digital. Acesso em: julho de 2019.

GRAY, David. E. Pesquisa no Mundo Real. 2. ed. Porto Alegre: Penso, 2012.

GROSSI, Márcia Gorett Ribeiro; COSTA, José Wilson da; SANTOS, Ademir José dos. A exclusão digital: o reflexo da desigualdade social no Brasil. Nuances: estudos sobre Educação, Presidente Prudente, v. 24, n. 2, p. 68-85, maio/ago., 2013. Disponível em: http://dx.doi.org/10.14572/nuances.v24i2.2480. Acesso em: julho de 2019.

HAIR, Joseph F. et al. Multivariate data analysis with readings. 3nd ed. New York: Macmillan, 1987.

HAIR, Joseph F. et al. Análise Multivariada de Dados. 5. ed. Porto Alegre: Bookman, 2005.

HEERDT, Maur Luiz.; LEONEL, Vilson. Metodologia Científica e da Pesquisa. 5. ed. Palhoça: UnisulVirtual, 2007.

LÉON, Daniela Andrea Droguett. Análise Fatorial Confirmatória através dos Softwares R e Mplus. Monografia (Bacharelado em Estatística). Instituto de Matemática, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2011. Disponível em: http://www.lume.ufrgs.br/bitstream/handle/10183/31630/000784196.pdf. Acesso em: julho de 2019.

MEIRELLES, Fernando S. Pesquisa Anual do Uso de TI nas Empresas, GVcia, FGV-EAESP, 27ª edição, 2016.

NEMER, David; GROSS, Shad; TRUE, Nic. Materializing digital inequalities: the digital artifacts of the marginalized in Brazil. Proceedings of the sixth international conference on information and communications technologies and development notes – ICTD ’13. New York: ACM Press. v. 02, p. 108–111, 2013. Disponível em: http://dl.acm.org/citation.cfm?id=2517899.2517915. Acesso em: julho de 2019.

OECD. Understanding the Digital Divide. OECD Digital Economy Papers, No. 49, OECD Publishing. France, 2011. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1787/236405667766. Acesso em: julho de 2019.

PEROVANO, Dalton Gean. Manual de Metodologia Científica para a Segurança Pública e Defesa Social. 1. ed. Curitiba: Jurua Editora, 2014.

SENADO FEDRAL. Secretaria de Comunicação Federal. Agenda social avançou, mas desigualdades persistem. Revista em discussão!, Brasília, Ano 6, nº 26, p. 37 – 40. Set/ 2015a. Disponível em: https://www12.senado.leg.br/emdiscussao/edicoes/pacto-federativo/realidade-brasileira/agenda-social-avancou-mas-desigualdades-persistem. Acesso em: julho de 2019.

SENADO FEDRAL. Secretaria de Comunicação Federal. Desigualdades ainda resistem às mudanças. Revista em discussão!, Brasília, Ano 6, nº 26, p. 48 – 40. Set/ 2015b. Disponível em: https://www12.senado.leg.br/emdiscussao/edicoes/pacto-federativo/partilha-dos-tributos/desigualdades-ainda-resistem-as-mudancas. Acesso em: julho de 2019.

SILVEIRA, Sérgio Amadeu. Exclusão digital: a miséria na era da informação. São Paulo: Fundação Perseu Abramo, 2001.

SORJ, Bernardo. Brasil@povo.com: a luta contra a desigualdade na Sociedade da Informação. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Ed. Brasília: Unesco, 2003. Disponível em: http://www.bernardosorj.com/pdf/Brasil_@_povo_com.pdf. Acesso em: julho de 2019.

TRAMONTIN, Adriane; BORGES, Djalma Freire. Um caminho para a inclusão digital: o programa GESAC. Organizações & Sociedade, Salvador, v. 14, n. 42, p. 167-184, set. 2007. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1590/S1984-92302007000300010. Acesso em: julho de 2019.

WARSCHAUER, Mark. Technology and social inclusion: rethinking the digital divide. Massachusetts: MIT Press, 2003.
Publicado
30-12-2019
Como Citar
LEBIODA, L.; OSTROVSKI CABRAL, G.; TEZZA, R. A Homogeneidade da Inclusão Digital no Brasil: Sonho ou Realidade?. Revista Informação na Sociedade Contemporânea, v. 3, n. 1, p. 1-18, 30 dez. 2019.
Seção
Artigos