Museu da Imprensa Eloy de Souza: uma análise bibliotecária através da memória e espaços de atuação

Autores

  • Emerson da Cruz Ribeiro

Resumo

Analisa o perfil do profissional da informação quanto aos espaços de memória e por sua vez as semelhanças entre as áreas de atuação que competem especificamente o bibliotecário junto ao museólogo em suas funções técnicas. Aborda questões de extrema relevância ao que se referem à importância do bibliotecário no âmbito museológico e quais as principais benesses que esse profissional possa demandar nesta perspectiva mercadológica. Apresenta como objeto de estudo e análise, o Museu de Imprensa Eloy de Souza, ao reforçar o papel do bibliotecário neste universo de ordem histórica do Estado do Rio Grande do Norte, como além das inferências que esse ambiente informacional agrega no contexto do resgate da nossa identidade cultural. Utiliza como metodologia a pesquisa de campo bem como bibliográfica e online, fazendo citações pertinentes ao desenvolvimento desta Monografia. Conclui que, apesar do bibliotecário ser fundamental nesta parceria com um museólogo, ainda há resistência em alguns seguimentos do campo de trabalho, seja por desconfiança ou despreparo de alguns profissionais que não percebem os benefícios desta junção enquanto atividades similares.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

02-01-2015

Como Citar

RIBEIRO, E. da C. Museu da Imprensa Eloy de Souza: uma análise bibliotecária através da memória e espaços de atuação. Revista Informação na Sociedade Contemporânea, [S. l.], v. 1, n. 1, 2015. Disponível em: https://periodicos.ufrn.br/informacao/article/view/6498. Acesso em: 6 out. 2022.

Edição

Seção

Resumo de monografia, dissertação e tese