RELAÇÃO INTESTINO E SISTEMA NERVOSO CENTRAL

A IMPORTÂNCIA DO MICROBIOMA INTESTINAL

Autores

DOI:

https://doi.org/10.21680/1984-3879.2024v24n1ID33359

Palavras-chave:

Distúrbios neuropsiquiátricos, Eixo cérebro-intestino, Distúrbios neurodegenerativos.

Resumo

O intestino possui demasiada importância na digestão de alimentos e em sua extensão existem diversas espécies de microrganismos que compõem o microbioma intestinal. A pesquisa objetivou a determinação da importância que os alimentos e o microbioma intestinal exercem sobre o sistema nervoso. Foi realizada uma revisão bibliográfica de modo qualitativo e retrospectivo, se utilizando de artigos científicos e livros publicados nas bases de dados: Google acadêmico, Scientific Electronic Library Online (SciELO) Minha Biblioteca e Biblioteca Virtual em Saúde (BVS). A partir da revisão bibliográfica, notou-se a predominância dos filos Bacteroidetes e Firmicutes no microbioma, sendo estes responsáveis diretamente ou indiretamente pela produção de respostas anti-inflamatórias e pró-inflamatórias; e que certas bactérias destes filos são responsáveis pela produção de alguns dos principais neurotransmissores do sistema nervoso central e baseado nos estudos apresentados, podemos relatar que o desequilíbrio no eixo cérebro-intestino pode acarretar diversos distúrbios como: obesidade, Alzheimer, ansiedade e depressão.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

BEZERRA, Ilana Nogueira et al. Consumo de alimentos fora do domicílio no Brasil. Revista de Saúde Pública, Rio de Janeiro, v. 47, n. 1, p. 200-211, fev. 2013. Disponível em: https://doi.org/10.1590/S0034-89102013000700006. Acesso em: 25 abr. 2023.

CONSÓRCIO DO PROJETO MICROBIOMA HUMANO (THE HUMAN MICROBIOME PROJECT CONSORTIUM). Structure, function and diversity of the healthy human microbiome. Nature, v. 486, n. 7402, p. 207-214, jun. 2012. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1038/nature11234. Acesso em: 24 abr. 2023.

CUNHA, Andréa Mendonça Gusmão et al. Manual de farmácia 1: farmacologia. 2ª edição. ed. Salvador / Ba: Sanar Saúde, 2020. 268 p.

DINAN, Timothy G. et al. Collective unconscious: how gut microbes shape human behavior. Journal Of Psychiatric Research, v. 63, p. 1-9, abr. 2015. Disponível em: https://doi.org/10.1016/j.jpsychires.2015.02.021. Acesso em: 24 abr. 2023.

DURÇO, Guilherme Moreira; MAYNARD, Dayanne da Costa. OBESIDADE, FIRMICUTES E BACTEROIDETES: uma revisão da literatura. 2018. 17 f. TCC (Graduação) - Curso de Nutrição, Centro Universitário de Brasília – Uniceub, Brasília - Df, 2018. Disponível em: https://repositorio.uniceub.br/jspui/handle/prefix/13278. Acesso em: 24 abr. 2023.

MYLES, Ian A.. Fast food fever: reviewing the impacts of the western diet on immunity. Nutrition Journal, v. 13, n. 1, p. 1-17, 17 jun. 2014. Disponível em: https://doi.org/10.1186/1475-2891-13-61. Acesso em: 25 abr. 2023.

MORAES, Ana Carolina Franco de et al. Microbiota intestinal e risco cardiometabólico: mecanismos e modulação dietética. Arquivos Brasileiros de Endocrinologia & Metabologia, v. 58, n. 4, p. 317-327, jun. 2014. Disponível em: https://doi.org/10.1590/0004-2730000002940. Acesso em: 24 abr. 2023.

RIBEIRO, Izabela Martina Ramos; ANTUNES, Vagner Roberto. Vias Integrativas do Sistema Nervoso Autônomo no Controle do Trato Gastrointestinal. Sistema Digestório: Integração Básico-Clínica, São Paulo, p. 671-682, nov. 2016. Disponível em: http://dx.doi.org/10.5151/9788580391893-24. Acesso em: 25 abr. 2023.

SEZINI, Angela Maria; GIL, Carolina Swinwerd Guimarães do Coutto. Nutrientes e Depressão. Vita Et Sanitas, Trindade-Go, v. 8, n. 1, p. 39-57, 2014. Disponível em: http://fug.edu.br/revistas/index.php/VitaetSanitas/article/view/29/21. Acesso em: 25 abr. 2023.

SILBERNAGL, Stefan; LANG, Florian. Fisiopatologia. 2. ed. Porto Alegre: Artmed, 2016. 433 p. Disponível em: https://integrada.minhabiblioteca.com.br/#/books/9788536325996. Acesso em: 25 abr. 2023.

ZHU, Sibo et al. The progress of gut microbiome research related to brain disorders. Journal Of Neuroinflammation, v. 17, n. 25, p. 1-20, 17 jan. 2020. Disponível em: https://doi.org/10.1186/s12974-020-1705-z. Acesso em: 23 abr. 2023.

Downloads

Publicado

15-05-2024

Como Citar

RODRIGUES, F.; ROSANY DE SALES SANTIAGO, P. .; FELIPE CHAVES CARVALHO, L. RELAÇÃO INTESTINO E SISTEMA NERVOSO CENTRAL: A IMPORTÂNCIA DO MICROBIOMA INTESTINAL. Saberes: Revista interdisciplinar de Filosofia e Educação, [S. l.], v. 24, n. 1, p. AR12, 2024. DOI: 10.21680/1984-3879.2024v24n1ID33359. Disponível em: https://periodicos.ufrn.br/saberes/article/view/33359. Acesso em: 24 jul. 2024.