A EVOLUÇÃO DA EDUCAÇÃO PROFISSIONAL NO BRASIL E NO ESTADO DO PIAUÍ

UM ESTUDO COMPARATIVO HISTÓRICO

Autores

  • Sebastião Barbosa Carvalho Instituto Federal do Piauí - Campus Parnaíba-PI
  • Rafael Fernandes de Mesquita

DOI:

https://doi.org/10.21680/1984-3879.2023v24n1ID33486

Palavras-chave:

educação profissional, evolucão;, Brasil;, Piauí;, ProfEPT.

Resumo

De quando foi oficializada até os dias atuais, a Educação Profissional tem desempenhado um papel fundamental na economia e na sociedade brasileira, preenchendo lacunas no mercado de trabalho e impulsionando o desenvolvimento do país. Compreender o percurso histórico dessa modalidade educacional é essencial para a construção de um futuro mais promissor, no qual a Educação Profissional e Tecnológica possa se consolidar como um pilar essencial no progresso e no desenvolvimento da Nação. Este artigo apresenta um estudo comparativo e descritivo histórico sobre a evolução da Educação Profissional e Tecnológica no Brasil e no Estado do Piauí. O objetivo é analisar como essa modalidade educacional se desenvolveu ao longo do tempo, a partir de fontes bibliográficas sobre a temática, levando em consideração aspectos históricos, políticos e socioeconômicos, e identificar os principais fatores que influenciaram essa evolução. Os resultados poderão fornecer subsídios para o aprimoramento das políticas educacionais, o que pode visar a uma Educação Profissional mais adequada às demandas sociais e econômicas, tanto em nível nacional quanto regional.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

AMARAL, J. J. F. Como fazer uma pesquisa bibliográfica. Fortaleza, CE: Universidade Federal do Ceará, 2007. Disponível em: <http://200.17.137.109:8081/xiscanoe/courses-1/mentoring/tutoring/Como%20fazer%20pesquisa%20bibliografica.pdf>Acesso em: 2 dez. 2022.

BERGER FILHO, Leite et al. Educação profissional no Brasil: novos rumos. Revista Iberoamericana de educación, 1999. Disponível em: https://redined.educacion.gob.es/xmlui/bitstream/handle/11162/24843/rie20a03.pdf?sequence=1&isAllowed=y. Acesso em: 25 jul. 2022.

BRASIL, Decreto Nº 7.566, de 23 de setembro de 1909. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/setec/arquivos/pdf3/decreto_7566_1909.pdf. Acesso em: 11 jul. 2022.

BRASIL. CONSTITUIÇÃO DOS ESTADOS UNIDOS DO BRASIL (DE 10 DE

NOVEMBRO DE 1937). Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/constituicao/constituicao37.htm. Acesso

em: 20 jul. 2022.

BRASIL. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDB). Lei Nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l9394.htm#:~:text=L9394&text=Estabelece%20as%20diretrizes%20e%20bases%20da%20educa%C3%A7%C3%A3o%20nacional.&text=Art.%201%C2%BA%20ª%20educa%C3%A7%C3%A3o%20abrange,civil%20e%20nas%20manifesta%C3%A7%C3%B5es%20culturais. Acesso em: 20 jun. 2022.

BRASIL. Ministério da Educação. Centenário da Rede Federal de Educação Profissional e Tecnológica. Portal do MEC, 2009a. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/setec/arquivos/centenario/historico_educacao_profissional.pdf. Acesso em: 24 jul. 2022.

BRASIL. Ministério Da Educação (MEC). Instituições da Rede Federal. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/rede-federal-inicial/instituicoes

Acesso em: 23 jul. 2022.

BRASIL. Ministério da Educação (MEC). Plano de Expansão da Rede Federal de Educação Tecnológica. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/setec/arquivos/pdf/expansao_plano.pdf

Acesso em: 25 jul. 2022.

BRASIL. Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec). Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2011-2014/2011/lei/l12513.htm#:~:text=Institui%20o%20Programa%20Nacional%20de,sobre%20a%20organiza%C3%A7%C3%A3o%20da%20Seguridade. Acesso em: 24 jul. 2022.

BRASIL. Ministério da Educação (MEC). Novos Caminhos: Educação Profissional e Tecnológica gerando mais oportunidades, emprego, renda e novas tecnologias. Brasília, 2021a. Disponível em: http://novoscaminhos.mec.gov.br/. Acesso em: 24 jul. 2022.

BRASIL. Ministério da Educação (MEC). Histórico da Educação Profissão Tecnológica no Brasil. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/79ontente79e/79ontente/article?id=68731. Acesso em: 23 jun. 2022.

CAMPOS, Lorraine Vilela. NOVOS CAMINHOS - Programa do Governo Federal pretende aumentar a oferta de cursos profissionalizantes e técnicos.

Disponível em: https://vestibular.brasilescola.uol.com.br/bolsas-estudo/novos-caminhos.htm. Acesso em: 25 jul. 2022.

CAVALCANTE, Ilane Ferreira; OLIVEIRA, João Paulo. A função social da Educação Profissional e Tecnológica: uma análise do Projeto Político-Pedagógico do IFRN. In: V Seminário Nacional Sociologia & Política, 2014, Anais. Curitiba, Universidade Federal do Paraná, 2014, p. 2-17. Disponível em: http://docplayer.com.br/68386616-A-funcao-social-da-educacao-profissional-e-tecnologica-uma-analise-do-projeto-politico-pedagogico-do-ifrn.html. Acesso em: 4 ago. 2022.

CIAVATTA, Maria. A formação integrada a escola e o trabalho como lugares de memória e de identidade. Revista Trabalho Necessário, v. 3, n. 3, 2005. Disponível em: https://periodicos.uff.br/trabalhonecessario/article/view/6122/5087. Acesso em: 10 ago. 2022.

CIAVATTA, Maria. Mediações históricas de trabalho e educação: gênese e disputas na formação de trabalhadores (1930-60). Rio de Janeiro: Lamparina, 2009.

CIAVATTA, Maria; RAMOS, Marise. Ensino Médio e Educação Profissional no Brasil Dualidade e fragmentação. Revista Retratos da Escola, Brasília, v. 5, n 8, p.27-41, jan/jun. 2011. Disponível em: https://retratosdaescola.emnuvens.com.br/rde/article/view/45/42. Acesso em: 28 jul. 2022.

DAGMAR, M.L.Z. Breves anotacoes sobre a historia do ensino medio no Brasil e a reforma dos anos 1990. In: ENSINO MEDIO E ENSINO TECNICO NO BRASIL E EM PORTUGAL: raizes historicas e panorama; Programa de Estudos Pos-Graduados em Educacao: Psicologia da Educacao, __/__ (Org.). Campinas: Autores Associados, 2005.

DE BESSA, Chera Rosane Leles et al. Interdisciplinaridade no ensino médio integrado: considerações para uma formação omnilateral. Revista Brasileira da Educação Profissional e Tecnológica, v. 2, n. 19, p. e9496-e9496, 2020. Disponível em: https://www2.ifrn.edu.br/ojs/index.php/RBEPT/article/view/9496/pdf. Acesso em: 10 ago. 2022.

DIAS, Joilson Alcindo. A importância da educação profissional para o mercado de trabalho contemporâneo. Revista Brasileira da Educação Profissional e Tecnológica, v. 1, n. 16, p. e6029-e6029, 2019. Disponível em: https://www2.ifrn.edu.br/ojs/index.php/RBEPT/article/view/6029/pdf. Acesso em: 27 mai 2023.

DOMINGUEZ, Enriete Cogo. Um olhar sobre a educação de jovens e adultos integrada à educação profissional e tecnológica no contexto das políticas públicas educacionais do IFFAR-Campus São Vicente do Sul. 2021. Disponível em: https://arandu.iffarroupilha.edu.br/bitstream/itemid/202/1/DISSERTACAO%20FINAL%20Enriete%20Cogo%20Dominguez.pdf. Acesso em: 18 jul. 2022.

FARIAS, Leideana Galvão Bacurau de - Educação profissional técnica de nível médio a distância no Brasil [Em linha]: meta-análise da regulamentação dos estados do Nordeste. [S.l.]: [s.n.], 2019. 249 p. Disponível em: https://repositorioaberto.uab.pt/handle/10400.2/9022. Acesso em: 30 jul. 2022.

FERES, Marcelo. Desafios e possibilidades para o desenvolvimento estratégico da educação profissional técnica no Brasil e sua articulação com o Ensino Médio. Brasília: DF, jun. de, 2018.Disponível em: https://movimentopelabase.org.br/wp-content/uploads/2020/04/ept-estudo-marceloferes.pdf. Acesso em: 18 jul. 2022.

FRIGOTTO, Gaudêncio; CIAVATTA, Maria; RAMOS, Marise. (orgs.). Ensino Médio Integrado Concepção e Contradições. São Paulo: Cortez, 2012.

GARCIA, Adilso de Campos et al. Educação profissional no Brasil: origem e trajetória. Revista Vozes dos Vales, v. 12, p. 1-18, 2018. Disponível em: http://site.ufvjm.edu.br/revistamultidisciplinar/files/2018/05/Edilene1502.pdf. Acesso em: 20 jul. 2022.

KUENZER, A. Z. Ensino médio e profissional: as políticas do Estado neoliberal. São Paulo: Cortez, 1997, 104p.

MAGALHÃES, Fernanda Pizarro. Gêneros discursivos da esfera empresarial no ensino da educação profissional: reflexões, análises e possibilidades, 2011. Tese (Doutorado em Letras) – Universidade Católica de Pelotas, Pelotas, 2011. Disponível em: https://wp.ufpel.edu.br/ppgl/files/2018/11/G%C3%AAneros-Discursivos-da-Esfera-Empresarial-no-Ensino-da-Educa%C3%A7%C3%A3o-Profissional-Reflex%C3%B5es-An%C3%A1lises-e-Possibilidades-Fernanda-Pizarro-de-Magalh%C3%A3es.pdf. Acesso em: 10 ago. 2022.

MOURA, Dante Henrique. Educação básica e educação profissional e tecnológica: dualidade histórica e perspectivas de integração. Holos, v. 2, p. 4-30, 2007. Disponível em: https://www2.ifrn.edu.br/ojs/index.php/HOLOS/article/view/11/110. Acesso em: 19 jul. 2022.

NOSELLA, Paolo. Ensino médio: em busca do princípio pedagógico. Educação e

Sociedade, Campinas, v. 32, n. 117, p. 1051–1066, 2011. Disponível em: https://www.scielo.br/j/es/a/wFtvf3SFQR6y5qfVvNPmY8s/?format=pdf&lang=pt. Acesso em: 18 jul. 2022.

PACHECO, Elieser. Os institutos federais: uma revolução na educação profissional e tecnológica. Brasília: MEC/SETEC, 2011.

PELISSARI, Lucas Barbosa. A REFORMA DA EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA NO BRASIL. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/index.php?option=com_docman&view=download&alias=167931-rcp001-21&category_slug=janeiro-2021-pdf&Itemid=30192. Acesso em: 26 ago. 2022.

RAMOS, Marise Nogueira. Possibilidades e desafios na organização do currículo integrado. IN: FRIGOTTO, G.; CIAVATTA, M.; e RAMOS, M. N. (Orgs.) Ensino médio integrado: concepção e contradições. São Paulo: Editora Cortez, 2005.

RAMOS, Marise Nogueira. Ensino médio integrado: lutas históricas e resistências em tempos de regressão. Educação Profissional e Tecnológica em Revista, v. 1, n. 1, p. 27-49, 2017. Disponível em: https://ojs.ifes.edu.br/index.php/ept/article/view/356/317. Acesso em: 8 ago. 2022.

RÊGO. Vilson Ribamar. 100 fatos de uma escola centenária/Vilson Ribamar Rêgo. Antônio Gerardo Rodrigues. Teresina: Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Piauí, 2009.

RODRIGUES, Antônio Gerardo et al. Centro Federal de Educação Tecnológica do Piauí: 90 anos de ensino profissionalizante. Teresina: EDUFPI, 2002.

SANTANA, Francisco das Chagas. A expansão do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Piauí, de 2008 a 2010: um estudo sobre a localidade dos Campi no território piauiense. 2012. 175 f. Tese (Doutorado em Geografia), Instituto de Geociências e Ciências Exatas, Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho”, Rio Claro, 2012. Disponível em: https://repositorio.unesp.br/bitstream/handle/11449/104429/santana_fc_dr_rcla.pdf;sequence=1. Acesso em: 12 ago. 2022.

SANTANA, Darlem Juliana Silva. Memórias docentes: trajetórias profissionais e história da educação profissional no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Piauí (1970-2010) [manuscrito] / Darlem Juliana Silva Santana. – 2015. Disponível em: http://www.repositorio.jesuita.org.br/bitstream/handle/UNISINOS/3918/Darlem%20Juliana%20Silva%20Santana_.pdf?sequence=1&isAllowed=y. Acesso em: 12 ago. 2022.

SAVIANI, Dermeval. Trabalho e educação: fundamentos ontológicos e históricos. Revista Brasileira de Educação. Rio de Janeiro, v. 12, n. 34, p.152-165, jan./abr. 2007. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/rbedu/v12n34/a12v1234.pdf. Acesso em: 25 jul. 2020.

SEVERINO, A. J. Metodologia do Trabalho Científico. São Paulo, SP: Cortez, 2007.

SOUSA, Karina Cardoso de et al.. A educação profissional e tecnológica no piauí: de escola de aprendizes artífices a institutos federais. VII CONEDU - Conedu em Casa... Campina Grande: Realize Editora, 2021. Disponível em: https://www.editorarealize.com.br/artigo/visualizar/80308. Acesso em: 24 ago. 2022.

Downloads

Publicado

26-12-2023

Como Citar

BARBOSA CARVALHO, S.; FERNANDES DE MESQUITA, R. A EVOLUÇÃO DA EDUCAÇÃO PROFISSIONAL NO BRASIL E NO ESTADO DO PIAUÍ: UM ESTUDO COMPARATIVO HISTÓRICO. Saberes: Revista interdisciplinar de Filosofia e Educação, [S. l.], v. 24, n. 1, p. EE02, 2023. DOI: 10.21680/1984-3879.2023v24n1ID33486. Disponível em: https://periodicos.ufrn.br/saberes/article/view/33486. Acesso em: 22 abr. 2024.