A paz pela escola e as contribuições da Psicologia para os ideais da pedagogia pacificadora

  • Clarice Moukachar Batista Loureiro Universidade Federal de Minas Gerais
  • Raquel Martins de Assis Universidade Federal de Minas Gerais
Palavras-chave: Educação para a paz. Pierre Bovet. Psicologia.

Resumo

O artigo apresenta um conjunto de discussões sobre as relações entre educação para a paz e psicologia elaboradas, ao final da década de 1920, por pesquisadores ligados ao Instituto Jean-Jacques Rousseau/Suíça. A partir do método descritivo-analítico, destacamos as teorias e técnicas levantadas ao longo da conferência A paz pela escola realizada em 1927 pelo Bureau Internacional de Educação, órgão ligado ao Instituto. Demonstramos como os conferencistas desse encontro conceberam a Psicologia como uma ciência central nas propostas de pedagogia pacificadora. Destacamos as concepções de Pierre Bovet sobre os instintos combativos e sociais, teoria psicológica que pretendia orientar o trabalho dos educadores que visavam a um ideal pacifista. Concebemos esse movimento como um projeto civilizatório, fundamentado, sobretudo, no conhecimento científico do ser humano. Para Pierre Bovet, a educação moral, social e religiosa deveria ser os três pilares da pedagogia pacificadora, contrapondo-se a outros cientistas da época, como Jean Piaget.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ABRAMOVAY, Miriam; RUA, Maria das Graças (Coord.). Violência nas escolas. Brasília: Unesco, Instituto Ayrton Senna, UNAIDS, Banco Mundial, USAID, Fundação Ford, CONSED, UNDIME, 2002.

ALMEIDA, Marilene Oliveira. O ensino de arte em Minas Gerais (1940-1960): diálogos e colaborações entre a arte e a educação nova. 2013. 226 f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Programa de pós-Graduação em Educação, Universidade Federal de Minas Gerais. Disponível em:http://www.bibliotecadigital.ufmg.br/. Acesso em: 15 jun. 2016.

ASSIS, Raquel Martins. A formação da inteligência e da moralidade: o conceito de atividade em compêndios do século XIX. In: SANTIAGO, Ana Lydia; CAMPOS, Regina Helena de Freitas. Educação de crianças e jovens na contemporaneidade. Belo Horizonte: Editora PucMinas, 2011.

ASSIS, Raquel Martins; ANTUNES, Mitsuko Makino. Psiquismo na criança: Psicologia divulgada pela Imprensa educacional no Brasil (1930-1940). Psichologia Latina, Madrid, v. 5, n. 1, p. 21-30, 2014.

BOVET, Pierre (Dir.). La paix par l'école. Travaux de la Conférence Internationale de Prague, (16-29 avril). Genève: Bureau International d'Éducation; Prague: Société Pédagogique Comenius, 1927.

BOVET, Pierre. Quelques problèmes psychologiques de L’education pour la Paix. In: BOVET, Pierre (Dir.). La paix par l'école. Travaux de la conférence internationale de Prague, (16-29 avril). Genève: Bureau International d'Éducation; Prague: Société Pédagogique Comenius, 1927.

BUREAU INTERNATIONAL D'ÉDUCATION. Premier cours spécial pour le personnel enseignant – Comment faire connaître la Société des Nations et développer l'esprit de coopération internationale? Compte-rendus des conférences donnés du 20 août au 1er septembre 1928. Genève: Bureau International d'Éducation, 1928.

CAMPOS, Regina Helena; NEPOMUCENO, Denise. O funcionalismo europeu: Claparède e Piaget em Genebra, e as repercussões de suas idéias no Brasil. In: JACÓ-VILELA, Ana Maria; FERREIRA, Arthur; PORTUGAL, Francisco. História da Psicologia: rumos e percursos. Rio de Janeiro: Nau Editora, 2006.

CASSIMIR, R. L’Autonomie des écoliers (self-government). Une introduction à la Societé des Nations. In: Bovet, Pierre. (Org.) (1927). La paix par l'école. Travaux de la conférence internationale de Prague (16-29 avril). Genève: Bureau International d'Éducation; Prague: Société Pédagogique Comenius, 1927.

DELORS, Jacques (Org.) Educação: um tesouro a descobrir. Relatório para a Unesco da Comissão Internacional sobre Educação para o século XXI. Brasília: Unesco/Brasil, 2010.

FRANTA, Zdenek. Comment l’esprit de paix devrait-il se manifester dans les manuels d’histoire. In: Bovet, Pierre. (Org.) (1927). La Paix par l'école. Travaux de la conférence internationale de Prague (16-29 avril). Genève: Bureau International d'Éducation; Prague: Société Pédagogique Comenius, 1927.

HENDRICH, J. L’Effort Pacifiste de Comenius. In: Bovet, Pierre. (Org.) (1927). La paix par l'école. Travaux de la Conférence Internationale de Prague, (16-29 avril). Genève: Bureau International d'Éducation; Prague: Société Pédagogique Comenius, 1927.

HOBSBAWM, Eric. Era dos extremos: o breve século XX (1914-1991). Companhia das Letras: São Paulo, 1995.

HOFSTETTER, Rita; RATCLIFF, Marc; SCHNEUWLY, Bernard. Cent ans de vie– La Faculté de Psychologie et des Sciences de l’Éducation, héritière de l’Institut Rousseau et de l’ère piagetienne 1912-2012. Genève: Georg Editeur, 2012.

JARES, Xesús. Educação para a paz: sua teoria e sua prática. 2. ed. rev. ampl. Porto Alegre: Artmed, 2002.

LOUREIRO, Clarice Moukachar Batista. “É possível uma educação para a paz?” A psicologia nas discussões sobre uma pedagogia pacificadora entre 1927 e 1934 na Europa. 2015. 102f. Dissertação (Mestrado em Educação) − Programa de pós-Graduação da Faculdade de Educação, Universidade Federal de Minas Gerais. Disponível em http://www.bibliotecadigital.ufmg.br/. Acesso em:9 ago. 2016.

MAGNIN, Charles. Si tu veux la paix, cultive la justice! Jalons d’une histoire de l’éducation à la paix dans le cadre du Bureau International d’Éducation (1927-2001). In: AUDIGIER, François; BOTTANI, Norberto (Dir.). Education et vivre ensemble. Genève: Service de la recherche en éducation, 2002.

PARRAT-DAYAN, Silvia. Piaget e as instituições: o Instituto Jean-Jacques Rousseau, o BIE e o Centro Internacional de Epistemologia Genética. In: CAMPOS, Regina Helena; VIEIRA, Rita de Cássia (Org.). Instituições e Psicologia no Brasil.Rio de Janeiro: Nau Editora, 2008.

PASQUIER, Marcel du. Les efforts constructifs et les recommandations de la commission de coopération intellectuelle. In: BOVET, Pierre (Dir.). La paix par l'école. Travaux de la conférence internationale de Prague (16-29 avril). Genève: Bureau International d'Éducation; Prague: Société Pédagogique Comenius, 1927.

PIAGET, Jean. Introdução psicológica à educação internacional[1931] In: PARRAT, Silvia; TRYPHON, Anastasia. Jean Piaget: sobre a Pedagogia. São Paulo: Casa do Psicólogo, 1998.

PONGRATZ, Ludwig J. Abordagens descritiva e analítica: Dilthey vs. Ebbinghaus. In: BROZEK, Josef; MASSIMI, Marina. Historiografia da psicologia moderna. Edições Loyola, São Paulo, 1998.(Versão brasileira).

ROCHEDIEU, Edmond. Pierre Bovet (1878-1965). Obituary. In. Revue de théologie et de philosophie, Zurich,v. 17, n. 3, 1967. Disponível em: www.e-periodica.ch. Acesso em: 22 jun. 2016.

RUCHAT, Martine. A Escola de psicologia de Genebra em Belo Horizonte: um estudo por meio da correspondência entre Edouard Claparède e Hélène Antipoff (1915-1940). Revista Brasileira de História da Educação, São Paulo, n. 17, p. 181-205, 2008.

VIDAL, Fernando. Le sujet et les frontières de la psychologie, XVIIe-XXe siècle. Estudos e pesquisas em Psicologia, Rio de Janeiro, n. 1, v. 3, p. 4-13, 2003. Disponível em: www.e-publicacoes.uerj.br/index.php/revispsi/article/view/7774. Acesso em: 15 jun. 2016.

Publicado
26-07-2017
Como Citar
Loureiro, C. M. B., & Assis, R. M. de. (2017). A paz pela escola e as contribuições da Psicologia para os ideais da pedagogia pacificadora. Revista Educação Em Questão, 55(44), 74-98. https://doi.org/10.21680/1981-1802.2017v55n44ID12193
Seção
Artigos