Métodos Espiritográfico e Sonhográfico

poéticas tradutórias na pesquisa-docência

Palavras-chave: Métodos; Filosofia da Diferença; Aula; Tradução.

Resumo

Este artigo apresenta uma análise teórica e prática, a partir de dois métodos criados com aportes da Filosofia da Diferença-Educação, a saber: Método Espiritográfico e Método Sonhográfico. Trata-se da expressão intercambiante de duas pesquisas que se articulam em um movimento tradutório, com apreço pela ação transcriadora de um espírito que lê, escreve e sonha ao manipular arquivos. Afirma uma poética investigativa ao propor-se a traduzir as matérias curriculares que desafiam o fazer docente. Mostra o uso de uma didática artista, vista como um caleidoscópio que oscila e transforma a matéria, seja literária, filosófica, científica, onírica ou poética. Conclui que os procedimentos tradutórios postos a funcionar em ambos os métodos possibilitam a efetivação de um sonho didático e de uma poesia curricular, capazes de gerar uma escrita indomesticada e aventureira que renova as práticas da docência.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Maria Idalina Krause de Campos, Universidade Federal do Rio Grande do Sul

 

Realizou Estágio pós-doutoral na modalidade PDJ (Pós-doutorado júnior) com bolsa do CNPq no Programa de Pós-Graduação em Educação na Universidade Federal do Rio Grande do Sul na Linha Filosofias da Diferença e Educação (2018).
Possui Doutorado e Mestrado em Educação pelo Programa de Pós-Graduação em Educação pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul na Linha Filosofias da Diferença e Educação. Especialização em Filosofia Clínica pela Faculdade João Bagozzi e Instituto Packter (2008). Graduação em Licenciatura e Bacharelado em Filosofia pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (1986). Pesquisadora dos projetos: Dramatização do infantil na comédia intelectual do currículo: método Valéry-Deleuze; Escrileituras: um modo de ler-escrever em meio à vida; Didática da Tradução, transcriações do currículo: escrileituras da Diferença e A-TRADUZIR O ARQUIVO EM AULA: SONHO DIDATICO E POESIA CURRICULAR. Membro integrante do BOP – Bando de Orientação e Pesquisa; da Linha de Pesquisa 09 Filosofias da Diferença e Educação; do Grupo de Pesquisa DIF – artistagens, fabulações, variações e da Rede de Pesquisa Escrileituras da Diferença em Filosofia-Educação. Tem suas pesquisas e produções de escrita voltada para as áreas de Filosofia e da Educação, com ênfase em Educação Contemporânea, Didática, Currículo e Literatura.

Marina dos Reis, Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Mestra em Educação pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), Pesquisadora no Grupo da Linha de Pesquisa Filosofia da Diferença-Educação no Programa de Pós-Graduação da Faculdade de Educação (FACED/UFRGS), sob coordenação da Profª Drª Sandra Mara Corazza, Rede Escrileituras https://www.ufrgs.br/escrileiturasrede/; Especialista em Administração Pública: Controle, Monitoramento e Avaliação no Setor Público (Universidade Gama Filho, UGF, Rio De Janeiro); Bacharela em Ciências Biológicas, Ênfase Molecular, Celular e Funcional.

Sandra Mara Corazza, Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Licenciada em Filosofia, Mestre e Doutora em Educação pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Professora Titular da Faculdade de Educação, Departamento de Ensino e Currículo e Programa de Pós-Graduação em Educação. Aposentada desde abril de 2019, atua como Professora Convidada no PPGEDU, Linha de Pesquisa 09 ? Filosofias da Diferença em Educação. Pesquisadora de Produtividade 1 B do CNPq (2002-), é Líder dos Grupos de Pesquisa, Diretório do CNPq/Lattes: 1) DIF - Artistagens, Fabulações, Variações (2002 -); 2) Rede de Pesquisa Escrileituras da Diferença em Filosofia-Educação (2015 -). Experimenta escrileituras (escritas-e-leituras) oníricas e poéticas, para a-traduzir a Aula: preparada no Currículo, conjurada na Didática, lutada na Docência.

Referências

ADORNO, Theodor Wiesengrund. Notas de literatura. Tradução Jorge M. B. de Almeida. São Paulo: Editora 34, 2012.
AQUINO, Julio Groppa. Da autoridade pedagógica à amizade intelectual: uma plataforma para o éthos docente. São Paulo: Cortez, 2014.
BACHELARD, Gaston. O direito de sonhar. Tradução José Américo Motta Pessanha. 3. ed. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 1991.
BARTHES, Roland. O rumor da língua. Tradução Mário Laranjeira. 3. ed. São Paulo: Martins Fontes, 2012.
BELLOUR, Raymond. A máquina de Hipnose (entrevista). Cadernos de Subjetividade. Núcleo de Estudos e Pesquisas da Subjetividade do Programa de Estudos Pós-Graduados em Psicologia Clínica da PUC-SP. v. 3, n. 1, 1995.
CAMPOS, Haroldo de. Transcriação. Org. de Marcelo Tápia & Thelma Médici Nóbrega. São Paulo: Perspectiva, 2013.
Campos, Maria Idalina Krause de. Paul Valéry educador. Porto Alegre: Ed. Mikelis, 2018.
Campos, Maria Idalina Krause de. Educação da diferença com Paul Valéry: método espiritográfico. (Universidade Federal do Rio Grande do Sul) 2017. 194f. (Tese de Doutorado) Programa de Pós-Graduação em Educação, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, 2017.
Corazza, Sandra Mara. A-traduzir o arquivo da docência em aula: sonho didático e poesia curricular. Educação em Revista, Minas Gerais, v 35 (e217851), p. 1-19, 2019.
Corazza, Sandra Mara. A-traduzir o arquivo da docência em aula: sonho didático e poesia curricular. Projeto de Pesquisa de Produtividade (CNPq, março de 2019 a fevereiro de 2023), Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre/RS, Brasil, 2019.
Corazza, Sandra Mara. Uma introdução aos sete conceitos fundamentais da docência-pesquisa tradutória: arquivo EIS AICE. Revista Pro-Posições, São Paulo, v 29 n.3, p. 1-12, 2018.
Corazza, Sandra Mara. Currículo e Didática da Tradução: vontade, criação e crítica. Revista Educação & Realidade, Porto Alegre, v 41 n.4, p.1313-1335, 2016.
Corazza, Sandra Mara. Método Valéry-Deleuze: um drama na comédia intelectual da educação. In: Corazza, S. M. O que se transcria em educação? Porto Alegre: UFRGS/Doisa, 2013.
Corazza, Sandra Mara. Dramatização do infantil na comédia intelectual do currículo: método Valéry-Deleuze. Projeto de Pesquisa apresentado ao CNPq em agosto de 2010.
Corazza, Sandra Mara. Notas 0 — Uma teoria da criação. In: Heuser, E. M. D. (Org.). Cadernos de Notas 1: projeto, notas e ressonâncias: um modo de ler-escrever em meio à vida. Coleção Escrileituras. Cuiabá: EdUFMT, 2011.
Corazza, Sandra Mara. Artistagens. Belo Horizonte: Autêntica, 2006.
DAMÁSIO, António. Os apetites e as emoções. In: DAMÁSIO, António Rosa. Em busca de Espinosa: prazer e dor na ciência dos sentimentos. São Paulo: Companhia das Letras, 2004.
FIGUEIREDO, Padrão de. Entre acontecimentos: Deleuze e Derrida. Revista Ítaca. n. 19, (ed. especial), p. 127-142, 2012.
FOUCAULT, Michel. O que é um autor. Tradução António Fernandez Cascais e Eduardo Cordeiro. 4. ed. Alpiarça, Portugal: Passagens, 2002 .
FOUCAULT, Michel. [1954] – Introdução (Binswanger). In: FOUCAULT, Michel. Ditos e Escritos, volume I — Problematização do sujeito: psicologia, psiquiatria e psicanálise. Tradução Vera Lucia Avellar Ribeiro. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2002.
FRANZ, Marie-Luise Von. O Caminho dos Sonhos: Marie-Louise von Franz em conversa com Fraser Boa. Tradução Roberto Gambini. São Paulo: Cultrix, 1988.
FREUD, Sigmund. A interpretação dos Sonhos (I, 1900). Obras Completas de Sigmund Freud: edição standard brasileira. Tradução (coord.) Jayme Salomão. Rio de Janeiro: Imago, vol. IV, 1996.
FREUD, Sigmund. Los sueños. Tradução Luis López-Ballesteros Y de Torres. Madri: Aliança Editorial, 1966.
Reis, Marina dos. Sonhografias de Aula. São Paulo: Pimenta Cultural, 2019.
VALÉRY, Paul. Maus pensamentos & outros. Tradução Pedro Sette-Câmara. Belo Horizonte: Ed. Âyiné, 2016
VALÉRY, Paul. Lições de Poética. Tradução Pedro Sette-Câmara. Belo Horizonte: Ed. Âyiné, 2018.
VALÉRY, Paul. Variedades. Maiza Martins de Siqueira. São Paulo: Iluminuras, 2011.
Publicado
16-10-2020
Como Citar
Krause de Campos, M. I., dos Reis, M., & Mara Corazza, S. (2020). Métodos Espiritográfico e Sonhográfico. Revista Educação Em Questão, 58(58). https://doi.org/10.21680/1981-1802.2020v58n58ID21827
Seção
Artigos