Os processos de articulação de orações sob diferentes abordagens: um olhar para a hipotaxe adverbial

  • Marta Anísia Bezerra Ramos Universidade Estadual da Paraíba
  • Camilo Rosa Silva Universidade Federal da Paraíba
Palavras-chave: articulação oracional, hipotaxe adverbial, gramaticalização, textualidade.

Resumo

Neste artigo, caracterizamosos processos de articulação oracional, em particular, o mecanismo referido por “hipotaxe adverbial”, enfatizando seu importante papel na organização da coerência textual. Nessa perspectiva, apresentamos uma visão panorâmica das diferentes abordagens sobre o tema, procurando mostrar que, enquanto a abordagem tradicional se centra na análise da sentença, os estudos funcionalistas ampliam esse enfoque,explorando outros níveis de análise além do sintático. Para explicação dos processos de articulação, trazemos, como ilustração, fragmentos de textos de teor argumentativo, e, a partir da observação de outros aspectos relacionados à organização textual, como a pontuação, ordem de ocorrência e relevância das informações, e também o vocabulário,enfatizamos a relação entre organização sintática e construção da textualidade. A partir daí, propomos uma atividade que conduz à reflexão em torno das escolhas dos usuários da língua. Neste
estudo, além da referência a gramáticos como Bechara(1999) e Perini(1996), reportamo-nos a autores funcionalistas, tais como Halliday(1985), Matthiessen e Thompson (1988), Lehmann (1988) e Hopper e Traugott (1993), dentre outros.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
25-01-2017
Como Citar
RAMOS, M. A. B.; SILVA, C. R. Os processos de articulação de orações sob diferentes abordagens: um olhar para a hipotaxe adverbial. Revista do GELNE, v. 18, n. 2, p. 31-53, 25 jan. 2017.
Seção
Artigos