Intertextualidade e produção de efeitos de sentido em artigos de opinião

Autores

  • Allan de Andrade Linhares UFPI

DOI:

https://doi.org/10.21680/1517-7874.2010v12n1/2ID11440

Palavras-chave:

Intertextualidade. Gênero. Artigo de opinião. Estilo.

Resumo

Neste artigo, trabalhamos com a hipótese de que a presença de marcas intertextuais seja uma característica do estilo do gênero artigo de opinião. A escolha dessas marcas resulta do trabalho do autor e revela o jogo entre seu estilo pessoal e o estilo do gênero. Assim, investiga-se a relação da intertextualidade na construção do gênero textual artigo de opinião. Esta pesquisa fundamenta-se na Linguística de Texto, a concepção de intertextualidade stricto sensu (KOCH; BENTES; CAVALCANTE, 2007) e a concepção de gênero textual (BAZERMAN, 2006). Escolhemos dois autores de um jornal e de uma revista de circulação nacional: Diogo Mainardi (revista Veja); Jânio de Freitas (jornal Folha de São Paulo). Selecionamos um artigo de cada um desses autores, ambos publicados em 2006. A análise do corpus possibilitou perceber que a expressão da intertextualidade nos artigos de opinião apresenta tanto características do estilo do gênero quanto marcas do estilo individual do autor.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

02-03-2017

Como Citar

LINHARES, A. de A. Intertextualidade e produção de efeitos de sentido em artigos de opinião. Revista do GELNE, [S. l.], v. 12, n. 1/2, p. 107–118, 2017. DOI: 10.21680/1517-7874.2010v12n1/2ID11440. Disponível em: https://periodicos.ufrn.br/gelne/article/view/11440. Acesso em: 26 fev. 2024.

Edição

Seção

Artigos