Identidade e escrita: uma análise discursiva crítica sobre a produção de portfólio na universidade

Autores

DOI:

https://doi.org/10.21680/1517-7874.2017v19n1ID11996

Palavras-chave:

identidade, práticas de escrita, portfólio.

Resumo

O objetivo deste trabalho é promover reflexões sobre as práticas de ensino da escrita na universidade. Baseando-se nos pressupostos teóricos da Análise de Discurso Crítica, doravante ADC (CHOULIARAKI & FAIRCLOUGH, 1999; FAIRCLOUGH, 2001, 2003), associada à filosofia do Realismo Crítico (BHASKAR, 1998) e dos estudos culturais (GIDDENS, 2002; HALL, 2006), o trabalho focaliza as práticas de produção escrita no contexto universitário, mais especificamente as práticas de escrita envolvendo a produção de portfólio e sua relação com a (re)construção de identidades no curso de licenciatura em Letras da Universidade de Brasília (UnB), campus Darcy Ribeiro. O trabalho, de natureza qualitativa (BAUER & GASKELL, 2011; FLICK, 2009), apresenta análise discursiva de um portfólio produzido na disciplina Prática de Textos, considerando especialmente o significado identificacional do discurso conforme propõe Fairclough (2003). A análise aponta que a produção de diferentes gêneros acadêmico-científicos para compor o portfólio (macrogênero), vinculada às práticas de reescrita, em um trabalho colaborativo com a docente, pode contribuir para ampliar a autonomia linguística e discursiva do graduando e seu fortalecimento identitário.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Atauan Soares de Queiroz, Universidade de Brasília

Doutorando em Linguística (UnB). Mestre em Educação (UFBA). Licenciado em Letras (UNEB). Professor do Instituto Federal da Bahia (IFBA).

Juliana de Freitas Dias, UnB

Doutora em Linguística pela Universidade de Brasília (UnB)

Referências

AMARAL, Maria João. O papel dos “portfolios” reflexivos na formação complementar. In: SÁ-CHAVES, Idália (org.). Os “portfólios reflexivos (também) trazem gente dentro”: reflexões em torno do seu uso na humanização dos processos educativos. Portugal: Porto Editora, 2005, p. 68-82.

BARROS, Solange Maria de. Realismo crítico e emancipação humana: contribuições ontológicas e epistemológicas para os estudos críticos do discurso. Campinas-SP: Pontes, 2015.

BARZOTTO, Valdir Heitor. Leitura e produção de textos: limites e relações intersubjetivas. In: KALIL, Eduardo (org.). Trilhas da escrita: autoria, leitura e ensino. São Paulo: Cortez, 2007. p. 159-170.

BHASKAR, Roy. Philosophy and scientific realism. In: ARCHER, Margaret et alii. Critical realism: essential readings. London: Routledge, 1998.

BAUER, Martin & GASKELL, George. (orgs.). Pesquisa qualitativa com texto, imagem e som: manual prático. Tradução de Pedrinho A. Guareschi. 9.ed. Petrópolis-RJ: Vozes, 2011.

CHOULIARAKI, Lilie & FAIRCLOUGH, Norman. Discourse in late modernity: rethinking Critical Discourse Analisy. Edinburgh University Press, 1999.

DIAS, Juliana de Freitas. O processo de leitura e escrita na universidade: escrita criativa autoral. Trabalho completo publicado no Congresso de Humanidades, UnB, 2015.

DIAS, Juliana de Freitas & VIEIRA, Ana. Escrita criativa autoral: discursos e identidades em jogo. Curso e projeto de extensão, UnB, 2015.

FAIRCLOUGH, Norman. Discurso e mudança social. Coordenadora de tradução: Izabel Magalhães. Brasília: Universidade de Brasília, 2001.

____. Analysing Discourse: textual analisys for social research. London: Routledge, 2003.

FAIRCLOUGH, Norman; JESSOP, Bob; SAYER, Andrew. Critical realism and semiosis. In: JOSEPH, Jonathan & ROBERTS, John Michael. Realism discourse and deconstruction. London and New York: Routledge, 2004.

FLICK, Uwe. Introdução à pesquisa qualitativa. Tradução de Joice Elias Costa. 3.ed. Porto Alegre: Artmed, 2009.

GIDDENS, Anthony. Modernidade e Identidade. Tradução de Plínio Dentzien. Rio de Janeiro: Zahar, 2002.

HALL, Stuart. A identidade em questão. A identidade cultural na pós-modernidade. Tradução de Tomaz Tadeu da Silva e Guacira Lopes Louro. Rio de Janeiro: DP&A, 2006.

LUNAR, Lisette. El portafolio: estrategia para evaluar la producción escrita en inglés por parte de estudiantes universitarios. Nucleo 24. 2007, p. 63-96.

MARTIN, James; ROSE, David. Genre Relations: Mapping Culture. London: Equinox, 2008.

PAULINO, Graça. WALTY, Ivete; CURY, Maria Zilda. Intertextualidades: teoria e prática. 6.ed. São Paulo: Formato, 2010.

RESENDE, Viviane de Melo; RAMALHO, Viviane. Análise de Discurso Crítica. São Paulo: Contexto, 2006.

RESENDE, Viviane de Melo; RAMALHO, Viviane. Análise de Discurso (para a) Crítica: o texto como material de pesquisa. Campinas, SP: Pontes Editores, 2011.

VILLAS BOAS, Benigna Maria de Freitas. O portfólio no curso de Pedagogia: ampliando o diálogo entre professor e aluno. Educação e Sociedade. Vol. 26. n. 90, jan/abr, Campinas-SP, 2005, p. 291-306.

Downloads

Publicado

12-06-2017

Como Citar

DE QUEIROZ, A. S.; DIAS, J. de F. Identidade e escrita: uma análise discursiva crítica sobre a produção de portfólio na universidade. Revista do GELNE, [S. l.], v. 19, n. 1, p. 161–173, 2017. DOI: 10.21680/1517-7874.2017v19n1ID11996. Disponível em: https://periodicos.ufrn.br/gelne/article/view/11996. Acesso em: 6 out. 2022.

Edição

Seção

Artigos