Pensamento crítico de Antonio Candido: algumas considerações

  • Ana Paula Lima Carneiro UERN
  • Manoel Freire Rodrigues UERN
Palavras-chave: Antonio Candido, Pensamento crítico, Diálogo.

Resumo

O presente artigo teve por objetivo apresentar algumas considerações acerca do pensamento crítico de Antonio Candido, refletindo sobre a importância de suas ideias para crítica literária brasileira. Analisar-se-á a relação que o referido crítico brasileiro estabelece entre a arte literária e a vida social, ou seja, a relação dialógica entre ambas. Para tanto, o artigo foi realizado por meio de pesquisa bibliográfica, através da utilização de textos de Antonio Candido, como também ensaio de outros estudiosos acerca do referido crítico, tais como Schwarz (1987) e (1999), Lajolo (2003), Crespo (2003), Barbosa (2007), dente outros. A partir da realização da pesquisa podemos inferir que o pensamento crítico de Antonio Candido é muito importante para a crítica brasileira, e que, por meio da leitura de algumas de suas produções, podemos observar um jogo de diálogos existente entre a obra literária e a vida social.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ana Paula Lima Carneiro, UERN
Graduada em Letras pela Universidade Estadual da Paraíba - UEPB (2013), Pós-graduada em Literatura e Ensino, pela Universidade Aberta do Brasil – UAB/IFRN (2016); Mestranda em Letras pela Universidade do Estado do Rio Grande do Norte – UERN
Manoel Freire Rodrigues, UERN
Graduado em Letras pela Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (1995), com Mestrado em Estudos da Linguagem pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (2001) e Doutorado em Teoria e História Literária pela Universidade Estadual de Campinas (2009). É professor de literatura brasileira da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte, docente permanente do Programa de Pós-graduação em Letras da mesma Universidade. Desenvolve pesquisas em Literatura Brasileira, especificamente prosa de ficção moderna e contemporânea, numa abordagem que enfatiza na relação entre forma literária e processo social.

Referências

BARBOSA, João Alexandre. Criação e Crítica Literária. In: Leituras desarquivadas. – Cotia, SP: Ateliê Editorial, 2007, p. 45-56.

_________. As escolhas de Antonio Candido. In: Leituras desarquivadas. – Cotia, SP: Ateliê Editorial, 2007.

CANDIDO, Antonio. Literatura e Sociedade. 11 ed. – Rio de Janeiro: Ouro sobre Azul, 2010.

CANDIDO, Antonio. De cortiço a cortiço. In: O discurso e a cidade. São Paulo: Duas cidades, 1993, p. 65-79

CANDIDO, Antonio. Dialética da Malandragem caracterização das Memórias de um sargento de milícias. In: Revista do Instituto de estudos brasileiros, nº 8, São Paulo, USP, 1970, p. 67-89.

CANDIDO, Antonio. Formação da literatura brasileira: Momentos decisivos. 6. ed. Belo Horizonte, Editora Itatiaia Ltda, 2000.

CARDOSO, Sebastião Marques. Horizontes da crítica literária brasileira contemporânea: Roberto Schwarz e Luiz Costa Lima. In: VIOLA, Alan Flavio (Org.). Crítica literária contemporânea. – Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2013.

CRESPO, Regina. Antonio Candido e “nossa América” Literatura, história e política. In: SERNA, Jorge Ruedas de La (Org.). História e literatura: homenagem a Antonio Candido. – Campina, SP: Editora da UNICAMP, Fundação Memorial da América Latina: São Paulo: Imprensa Oficial do estado, 2003, p. 93-114.

LAJOLO, Marisa. A leitura na Formação da literatura brasileira de Antonio Candido. In: SERNA, Jorge Ruedas de La (Org.). História e literatura: homenagem a Antonio Candido. – Campina, SP: Editora da UNICAMP, Fundação Memorial da América Latina: São Paulo: Imprensa Oficial do estado, 2003, p. 51-75.

SCHWARZ, Roberto. Sobre a Formação da literatura brasileira. In: Seqüências brasileiras: ensaios. – São Paulo: Companhia da Letras, 1999, p. 17-23.

SCHWARZ, Roberto. Adequação nacional e originalidade crítica. In: Seqüências brasileiras: ensaios. – São Paulo: Companhia da Letras, 1999, p. 24-45.

SCHWARZ, Roberto. Pressupostos, salvo engano, de “Dialética da malandragem”. In: SCHWARZ, Roberto. Que horas são?: ensaios. – São Paulo: companhia das Letras, 1987, p. 129-155.

SCHWARZ, Roberto. Nacional por subtração. In: SCHWARZ, Roberto. Que horas são?: ensaios. – São Paulo: companhia das Letras, 1987, p. 29-48.

Publicado
20-07-2017
Como Citar
CARNEIRO, A. P. L.; RODRIGUES, M. F. Pensamento crítico de Antonio Candido: algumas considerações. Revista do GELNE, v. 19, n. 2, p. 90-100, 20 jul. 2017.
Seção
Artigos