Através da imagem: a fotografia como recurso narrativo em o livro das emoções e o lar da srta. Peregrine para crianças peculiares

  • Ferdnando de Oliveira Figueirêdo UEPB

Resumo

Esta pesquisa tem como objetivo desenvolver um estudo analítico-comparativo da fotografia enquanto recurso narrativo para a composição das obras O livro das emoções (2008), do escritor brasileiro João Almino (1950-), e O lar da Srta. Peregrine para crianças peculiares (2016), do escritor e cineasta americano Ransom Riggs (1979- ). Na primeira, Almino narra a trajetória do fotógrafo cego Cadu, que edita um diário fotográfico – intitulado “O livro das emoções” - com fotografias que representam personagens diversos, construindo imagens diversificadas para a percepção do leitor sem enquadrar concretamente a foto como objeto, diferentemente da obra de Riggs, que combina fotografia e narrativa ao tratar da história de um garoto que segue pistas que o levam a um orfanato abandonado, onde conhece crianças com dons “peculiares” lideradas pela diretora Srta. Peregrine. Ambos os romances se aproximam na estrutura textual, que se justifica pela utilização do método fotográfico. Pretende-se, portanto, observar como cada autor usou a fotografia no romance. Serão consideradas as contribuições de críticos como Brizuela (2014), Garramuño (2014), dentre outros, que debatem acerca dos meios de configuração do texto literário, bem como uma análise sobre os fundamentos da fotografia, além dos limites e as mutações que a literatura assume em sua construção.

PALAVRAS-CHAVE: Arte; contemporaneidade; fotografia; literatura.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
27-06-2020
Como Citar
FIGUEIRÊDO, F. DE O. Através da imagem: a fotografia como recurso narrativo em o livro das emoções e o lar da srta. Peregrine para crianças peculiares. Revista do GELNE, v. 22, n. 2, p. 107-117, 27 jun. 2020.
Seção
Artigos