Sobre o conteúdo fonológico das raízes: raízes supletivas, fonologias genéricas e erros de fala

  • Indaiá de Santana Bassani UNIFESP
  • Rafael Dias Minussi UNIFESP

Resumo

Neste artigo, retomamos uma discussão presente no modelo da Morfologia Distribuída (MD) (HALLE e MARANTZ, 1993, MARANTZ, 1997) sobre a natureza das raízes e seu conteúdo na Lista 1. Retomando os argumentos presentes em Harley (2014), continuamos a discussão iniciada em Bassani e Minussi (2015) e Minussi e Bassani (2017) a respeito da individualização das raízes na Lista 1 e a natureza de seu conteúdo fonológico. Para tal, discutimos três fenômenos linguísticos diferentes: a supleção em raízes, a possibilidade de uso de fonologias genéricas e os erros ou lapsos de fala. A discussão aponta que a supleção que se dá em raízes, especialmente em contextos não funcionais, e a presença de raízes com fonologia genérica são indicativos de que a fonologia da raiz não está intrinsicamente ligada a seu conteúdo semântico desde o início da derivação sintática, ou seja, não são definidos na Lista 1. Por sua vez, os erros ou lapsos de fala fonológicos, em especial os que afetam as raízes, indicam também a possibilidade de inserção tardia, corroborando o modelo separacionista total, em que a Inserção de Vocabulário se dá após a categorização (o que se comprova pela manutenção da categoria dos itens alvos). Além disso, os dados de erros de fala fonológicos apontam para uma organização por semelhança fonológica da Lista 2 (o Vocabulário). Desse modo, este artigo defende que as raízes, assim como os núcleos funcionais, estão sujeitas a inserção tardia de vocabulário

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
06-11-2020
Como Citar
BASSANI, I. DE S.; MINUSSI, R. D. Sobre o conteúdo fonológico das raízes: raízes supletivas, fonologias genéricas e erros de fala. Revista do GELNE, v. 22, n. 2, p. 256-268, 6 nov. 2020.
Seção
Dossiê de Morfologia