Semiótica e análise literária: uma introdução

Autores

  • Expedito Ferraz Júnior

Palavras-chave:

Semiótica, análise literária, introdução.

Resumo

Definida como ciência geral dos signos, a Semiótica peirceana tem
por objeto os processos de significação que constituem a linguagem, não se ocupando, a princípio, com a obra de arte literária, de modo específico. Decorre daí que essa teoria não oferece, aos que se dedicam ao estudo do texto poético ou de ficção, um modelo de análise voltado para suas características particulares. Trata-se antes, nas palavras de Pignatari (1979, p.9), de “uma ciência que ajuda a ler o mundo”– aí incluído, obviamente, o mundo das palavras, entre outros signos –, mas tal leitura não possui uma gramática ou um método, no sentido tradicional destes termos. A passagem dessa visão teórica geral para a prática da  bordagem semiótica da literatura nem sempre se dá sem dificuldades. Mesmo a existência, entre nós, de autores que têm realizado brilhantemente essa aplicação, não significa que a trilha por eles aberta possa ser seguida sem percalços.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

04-03-2016

Como Citar

JÚNIOR, E. F. Semiótica e análise literária: uma introdução. Revista do GELNE, [S. l.], v. 6, n. 1/2, p. 47–56, 2016. Disponível em: https://periodicos.ufrn.br/gelne/article/view/9399. Acesso em: 20 maio. 2024.

Edição

Seção

Artigos